Franquia: tudo que o empreendedor precisa saber!

A franquia é uma das alternativas para que o empreendedor possa expandir sua marca, mas não é um tema muito discutido. Venha aprender mais! Veja mais neste artigo!
Sumário
Franquia

Ter a possibilidade de fazer seu negócio expandir é tentador, afinal, o bom empresário preza pela sustentabilidade da sua empresa. Para auxiliar nesse processo, a estratégia de franquia foi lançada, mas nem todos entendem como ela funciona.

No entanto, não é apenas o empresário dono de franquia que se beneficia nesse processo, o franqueado também possui muitas vantagens ao entrar nessa parceria. Afinal, tais pontos justificam o crescimento das franquias ano após ano desse mercado.

Por isso, abrir a porta desse conhecimento é tão importante! Tanto para quem deseja expandir o negócio, como para aqueles que desejam fazer parte de empresas já consolidadas por meio da franquia. Dessa forma, o Genyo propôs este artigo justamente para disseminar tópicos importantes sobre a área.

Gostou da iniciativa? Então não deixe de continuar essa leitura!

O que é uma franquia?

De acordo com o dicionário, uma franquia se resume a contrato ou uma parceria entre o titular de uma marca (já registrada) com outra pessoa para que essa tenha uma licença que concede o uso da sua marca bem como os seus processos, produtos e sistemas.

Para isso, é necessário o cumprimento de condições especificadas no Contrato de Franquia. Além disso, é necessário se identificar com o negócio, descrito no Circular de Oferta de Franquia (COF), já que a cultura da empresa precisa ser repassada.

Dessa forma, uma franquia se mostra como uma estratégia para que a empresa alcance novos públicos em locais diferentes. Outro nome que ouvimos muito falar como sinônimo é “filial”, mas os dois termos possuem conceitos diferentes.

Filial X Franquia

Como estamos falando, a franquia é uma licença dada para um terceiro, o empresário concede essa permissão por meio de contrato e essa outra pessoa utiliza a marca em outro local.

Diferente disso, a filial é a mesma empresa, gerenciada pelas mesmas pessoas. Dessa forma, terceiros não estão envolvidos, os mesmos gestores cuidam tanto de um ponto como do outro.

No entanto, ambas as estratégias são utilizadas para a propagação do negócio! A opção por uma ou pela outra depende do estilo e do objetivo de cada empresa.

Os personagens na estratégia de franquia

Para que possamos dar continuidade nos próximos tópicos, precisamos entender os personagens envolvidos nesse processo. Dessa forma, para que haja uma franquia, é necessário a presença do franqueador e do franqueado.

O franqueador é aquele que cede a marca para uso de terceiros, ou seja, é o empresário que idealizou aquele negócio. Dessa forma, ele ou ela possui os direitos sobre a marca ou patente.

O seu papel é cuidar das formalidades e burocracias necessárias para a segurança do negócio e imagem da marca.

Por outro lado, o franqueado é a parte que recebe o direito de uso da marca (proposta pelo franqueador) e adere ao negócio já existente. Para isso, é necessário o pagamento prévio de uma taxa que garante a cessão do direito de uso (abordaremos sobre isso em um tópico mais a frente).

Paralelo a isso, cabe ao franqueado prezar pelo padrão estabelecido pelo franqueador.

Vantagens da franquia para o franqueador

Para quem possui a sua empresa, existem algumas vantagens ao aderir ao sistema de franquia. Veja algumas delas a seguir:

Expansão da marca

É importante frisar que a marca não apenas irá se expandir, mas isso ocorrerá de forma muito mais rápida.

Outras possibilidades podem ser aplicadas para o crescimento da empresa, mas a estratégia de franquia proporciona isso de maneira muito mais independente, já que os franqueados utilizarão seus próprios recursos.

Além disso, por meio dos indicadores de qualidade, internos da empresa, fica muito mais simples mapear o aumento da lucratividade e satisfação dos clientes.

Independência e eficiência

Como a franquia fica responsável pelos seus respectivos franqueados, a estrutura central do franqueador opera de forma independente e mais eficiente. Isso ocorre pois o empenho e atividades se concentram em apenas “uma parte desse negócio”, diferente do que aconteceria na filial.

Alcance de novos consumidores e clientes

Com a expansão, um dos resultados mais satisfatórios é ver a marca sendo conhecida por mais pessoas e se popularizando no mercado. Dessa forma, a sustentabilidade e possibilidade de novas franquias de tornar mais palpável.

Vantagens da franquia para o franqueado

Existem pessoas que não se adequam ao perfil de contratação CLT, afinal, algumas simplesmente nasceram para liderar, gerir, empreender e não somente realizar a marcação de ponto e contribuir para o enriquecimento da uma empresa de um terceiro.

No entanto, sabemos que, na realidade, é muito difícil empreender do zero, afinal, aproximadamente 1 empresa a da 5 não conseguem se manter após um ano. Por isso, se interessar por uma empresa já existente por meio da franquia é muito mais interessante para quem não deseja correr riscos maiores.

No entanto, existem outras vantagens relacionadas além dessa, observe abaixo:

Vantagem competitiva

Uma vez que a matriz já existe, a pessoa que decide aderir a uma franquia já inicia com certa vantagem competitiva em relação ao mercado. Isso ocorre pois, nos casos tradicionais, a empresa passaria por todo o processo de adequação e adaptação para depois se consolidar.

Independência

Ser independente, tanto de forma jurídica como financeira, não é uma vantagem voltada apenas para o franqueador, mesmo que a liberdade não seja total. Isso acontece pois, um franqueado tem a sua própria razão social.

Propaganda

Outra vantagem que o franqueado possui é a economia com propaganda, já que os custos de propaganda são divididos  entre os franqueados da rede.

Dessa forma, o que foi economizado passa a servir como investimento para outros destinos, como workshops, treinamentos, eventos e outras finalidades com muito planejamento orçamentário.

No entanto, apesar das vantagens serem ótimas, é preciso frisar que a flexibilidade no trabalho não é algo comum quando estamos falando de franquias.

Como já citamos anteriormente, o padrão definido pelo franqueador precisa se manter em todos os negócios. Além disso, em muitos casos os franqueadores podem exigir uma localização específica para o franqueado abrir o novo ponto.

A taxa para o franqueado

No tópico sobre os personagens da franquia foi comentado sobre a taxa que o franqueado assume ao assinar o contrato, esse valor é visto como a “compra do uso da marca” e se mostra de forma fixa e única.

Para isso, o COF deve deixar claro quanto às informações sobre as taxas periódicas que devem ser pagas pelo franqueado. Além disso, o documento precisa  detalhar as respectivas bases do cálculo e a finalidade do valor.

Com relação a finalidade, muitos negócios incluem no valor da taxa de franquia uma série de serviços que serão fornecidos aos franqueados, como treinamento inicial, assistência na instalação do negócio e apoio na inauguração.

Para chegar a um valor final, a empresa a ser franqueada pode optar por algumas vias:

“Número mágico”

O “número mágico” é um tipo de taxa para o franqueado, nesse modelo é aplicado a cobrança de 10% do investimento feito para abrir a unidade.

No entanto, a demanda de trabalho e custo para a construção da loja, por exemplo, varia muito de empresa para empresa.

Cobrança com base nos concorrentes

A segunda opção para os franqueadores é realizar a cobrança dessa taxa com base nos valores cobrados pelos concorrentes, lembrando que precisa ser do mesmo setor para haver mais confiança no valor final.

Valor da marca

O valor da taxa ainda pode ser associado ao valor da marca, ou seja, na relevância que esta possui dentro do mercado. Neste caso, quanto mais a franquia for popular, conhecida e consolidada, mais ela valerá e isso pode elevar a taxa para que um franqueado consiga se associar.

Tempo de contrato

Por fim, as franquias também utilizam o tempo de contrato para se ter uma base do quanto cobrar ao franqueado.

Atualmente, no Brasil, as empresas cobram valores entre 2% a 5% do faturamento bruto das unidades. No entanto, a depender da negociação realizada no fechamento do contrato com o franqueado, tudo pode ser alterado.

Tipos de franquia

Franquia

Mas então, como garantir o sucesso da empresa? Quais são as alternativas que podem ser utilizadas quando o empreendedor opta por abrir sua empresa para franquias?

Bom, para que a expansão ocorra a empresa pode seguir algumas linhas, ou seja, tipos de franquias que podem se escolhidas com base no perfil da empresa ou pela missão, visão e os valores da empresa:

Franquia de conversão

O tipo de franquia por conversão é aquele utilizado por negócios já existentes e que objetivam a expansão, visando justamente a competitividade

Franquia combinada

Esse tipo de franquia é uma ótima opção para o franqueado que gosta de empreender. Nesse modelo, existe a possibilidade de uma franquia agregar outras no mesmo ponto comercial.

No entanto, vale ressaltar que, as condições para isso devem ser permitidas e ficam a cargo de cada um dos franqueadores.

Franquia unitária

Neste caso, como o próprio nome já informa, é o tipo de franquia liberada para atuar em determinado local informado pelo franqueador. Esse tipo de franquia, por exemplo, ocorre muito nos casos de lojas ou quiosques localizados em shoppings.

Microfranquias

A microfranquia é um tipo de franquia que exige um investimento inicial bem menor do que o exigido pelas franquias tradicionais, sendo muito benéficas para quem está começando agora com baixo capital de giro.

Elas possuem um baixo custo e operacional simplificado, as atividades podem até ser realizadas pelo próprio franqueado, além de que, muitas vezes, não exigem um ponto comercial físico.

Não podemos esquecer que, nesses casos, o retorno do capital que foi aplicado ocorre de forma mais rápida do que em franquias de maior valor agregado, mas o faturamento tende a ser compatível com o investimento feito.

Franquia business in

Também conhecida como franquia store in store, que na tradução significa “loja dentro de loja”, se refere a um tipo de modelo em que um estabelecimento comercial funciona dentro de um outro, sendo o ramo e as diferentes atividades.

Essa é uma ótima opção para quem busca otimizar o espaço e oferecer opções complementares de produtos para o cliente.

Franquia social

Para quem nunca ouviu falar, ainda podemos citar a franquia social. Neste caso, o lucro não é prioridade como nas franquias de forma geral, afinal, se trata de uma rede sem fins lucrativos.

Dessa forma, seu objetivo é distribuir serviços sociais. Aqui, as pessoas não irão buscar dicas para aumentar o faturamento e sim estarão focados na sustentabilidade do projeto social e seu conceito. Para exemplificar, podemos citar o Projeto Pescar e o Telecurso – Fundação Roberto Marinho, franquias sociais populares no nosso país.

Franquia master

Por fim, a master franquia ou franquia master foi deixada por último de propósito! Afinal, para quem pensa grande, essa pode ser a “última etapa”.

Com isso, podemos olhar para o nome e perceber do que se trata, já que “master” traz uma ideia de algo grande.

Esse é o tipo de franquia para quem deseja a internalização do seu negócio, ou também para as empresas que desejam alcançar todas as regiões de países continentais como o Brasil.

Dessa forma, o franqueado assina um contrato e este confere o direito de implantar outras unidades da franquia em uma determinada região.

3 franquias de sucesso

Ficou curioso ou curiosa para saber qual franquia foi sucesso no ano de 2022/2023? De acordo com a Associação Brasileira de Franchising, o ranking de 2021 teve como 1º, 2º e 3º lugar as seguintes franquias:

  1. O Boticário –  com 3.652 filiais;
  2. McDonald’s – com  2.585 filiais;
  3. Cacau Show –  2.827 filiais.

Com isso, o segmento de beleza e alimentício estiveram em alta este ano e a tendência será permanecer, já que existe uma forte ascensão desse mercado ao analisar e comparar os últimos anos.

Conclusão

Finalizou a leitura?, agora ficou muito mais fácil entender os principais conceitos que envolvem o mundo da franquia!

Além disso, é quase impossível citar facilidade e não lembrar do Genyo, afinal, essa é a opção perfeita para os gestores e líderes que buscam otimizar e simplificar alguns processos dentro da empresa.

Dessa forma, é possível fazer isso com o registro de ponto dos funcionários, bem como organizar o calendário da empresa incluindo folgas, férias, licenças e férias! Tudo de maneira muito mais simplificada e com benefícios que atendem tanto o negócio como os colaboradores.

Conheça mais sobre nossas funcionalidades e aproveite 15 dias totalmente gratuitos!

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.