Governo divulga novo prazo para revisão de benefício INSS

Confira o prazo atualizado para revisão de benefício INSS! Entenda também quem tem direito e como solicitar a revisão. Veja mais neste artigo!
Sumário
revisão de benefício inss

Em meio a um cenário econômico desafiador e a crescente demanda por uma gestão mais eficiente dos recursos públicos, o governo anunciou recentemente um novo prazo para a revisão dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Nesse sentido, quem têm direito a esse processo quer saber: qual é o prazo atualizado para revisão de benefício INSS? E, ainda mais importante, como solicitar essa revisão?

De antemão, podemos dizer que essa medida promete impactar milhares de beneficiários em todo o país. Muitas pessoas poderão receber benefícios mais expressivos e até mesmo pagamentos retroativos.

Portanto, se você é um dos milhões de brasileiros que dependem do INSS para sustentar sua família ou planejar o futuro, é essencial estar por dentro das mudanças.

No artigo abaixo, vamos explicar tudo que você precisa saber sobre o novo prazo para revisão de benefício INSS! Confira até quando você pode fazer o pedido, e entenda quem tem direito a esse tipo de revisão.

Quais são os benefícios do INSS?

Em primeiro lugar, antes de revelarmos como você pode garantir a revisão de benefício INSS, devemos lembrar que o Instituto Nacional do Seguro Social é responsável pelo pagamento de diversos benefícios previdenciários aos brasileiros.

Como o principal órgão da seguridade social no Brasil, o INSS tem uma importância inegável para o cenário econômico da nação. Abaixo, listamos os principais benefícios do INSS 2024:

  • Aposentadoria: A aposentadoria é um dos principais benefícios oferecidos pelo INSS e é destinada aos trabalhadores que contribuíram para o sistema previdenciário. Existem diferentes tipos de aposentadoria, como por idade, por tempo de contribuição, por invalidez, especial, entre outros.
  • Auxílio-doença: Este benefício é concedido aos segurados que estejam temporariamente incapazes de trabalhar devido a doença ou acidente, garantindo uma renda durante o período de afastamento.
  • Salário-maternidade: Destinado às seguradas gestantes, adotantes e às mulheres que se tornam mães por meio de guarda judicial, o salário-maternidade assegura uma fonte de renda durante o período de licença-maternidade.
  • Pensão por morte: Concedida aos dependentes do segurado falecido, a pensão por morte proporciona uma renda mensal para auxiliar financeiramente a família após a perda do provedor.
  • Auxílio-reclusão: Destinado aos dependentes do segurado que estiver recolhido à prisão em regime fechado ou semiaberto, o auxílio-reclusão visa garantir a subsistência da família durante o período de reclusão.
  • Benefício assistencial (LOAS): Conhecido como Benefício de Prestação Continuada (BPC), o LOAS é destinado a idosos e pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade socioeconômica, garantindo um salário mínimo mensal para suprir suas necessidades básicas.

Estes são alguns dos principais benefícios oferecidos pelo INSS em 2024, visando garantir a proteção social e o bem-estar dos brasileiros em diversas situações de vida.

O que é revisão de benefício INSS?

A revisão de benefício do INSS é uma ferramenta crucial para garantir que os beneficiários recebam o valor correto em seus pagamentos mensais.

Afinal, erros no cálculo ou na concessão de aposentadorias, pensões e outros benefícios são mais comuns do que se imagina. Esses equívocos podem resultar em prejuízos significativos para os segurados, que acabam recebendo menos do que realmente merecem.

A revisão de benefício, nesse sentido, é um processo que permite aos beneficiários solicitar uma reanálise detalhada dos valores recebidos.

Esta revisão tem o objetivo de identificar e corrigir possíveis erros que ocorreram durante a concessão do benefício. A correção pode resultar em um aumento no valor mensal recebido, mas também é possível que a revisão identifique inconsistências que podem levar à redução do valor ou, em casos mais graves, à suspensão do benefício.

Portanto, antes de solicitar a revisão, é necessário fazer cálculos para certificar-se que o pedido valerá a pena – e que não resultará em uma diminuição no valor do benefício.

Além disso, para solicitar a revisão, é fundamental que o beneficiário ou seu representante legal faça uma análise cuidadosa de todos os aspectos do benefício concedido, desde o tempo de contribuição considerado até a inclusão ou exclusão de dependentes.

A revisão de benefício INSS pode ser uma iniciativa do próprio beneficiário, mas também pode ser determinada por sentença judicial ou pelo próprio INSS, quando identificado algum erro.

Se você suspeita que há algum erro no valor do seu benefício, não deixe de solicitar uma reavaliação. Isso pode significar uma diferença significativa no valor que você recebe mensalmente, assegurando seus direitos e contribuindo para uma maior justiça previdenciária.

Para que serve a revisão de benefício INSS?

A revisão de benefício do INSS, como citamos anteriormente, é uma ferramenta crucial para garantir que os segurados recebam os valores corretos, conforme as regras estabelecidas pelo sistema previdenciário.

Erros no cálculo ou alterações na legislação podem resultar em pagamentos incorretos, prejudicando os beneficiários. A revisão busca corrigir esses problemas e assegurar a justiça nos pagamentos.

Entre os principais motivos para solicitar a revisão de benefício do INSS estão:

  • Inclusão de períodos de contribuição omitidos: Alguns períodos de trabalho ou contribuições podem não ser considerados no cálculo do benefício, especialmente aqueles relativos a vínculos empregatícios antigos que não estão no banco de dados do INSS. A revisão pode incluir esses períodos, ajustando o valor do benefício.
  • Correção de erros de cálculo: Durante a concessão do benefício, podem ocorrer erros que ignoram detalhes importantes do histórico de contribuição do segurado. A revisão visa identificar e corrigir esses erros para garantir um pagamento justo.
  • Atualização de informações pessoais e profissionais: Mudanças nos dados do beneficiário, como alterações em informações pessoais ou conquistas de direitos trabalhistas, podem influenciar o valor do benefício. A revisão permite que essas mudanças sejam refletidas corretamente.
  • Reconhecimento de tempo especial: Atividades insalubres, penosas ou perigosas podem não ser inicialmente reconhecidas pelo INSS. A revisão pode reavaliar essas condições, especialmente quando novos documentos comprovam essas atividades, ajustando o valor do benefício.
  • Correções para garantir direitos: A revisão pode corrigir questões como o Teto Previdenciário ou buscar a concessão do melhor benefício disponível, assegurando que os direitos dos segurados sejam plenamente respeitados.
  • Ajustes relacionados a dependentes: Mudanças na composição familiar, como a inclusão, alteração ou exclusão de dependentes, podem alterar o valor do benefício. A revisão garante que essas mudanças sejam corretamente refletidas no pagamento.

Quem tem direito à revisão de benefício INSS?

A revisão de benefício do INSS é um direito acessível a qualquer segurado que recebe benefícios previdenciários. Este processo permite a correção de possíveis erros nos pagamentos e garante que os segurados recebam o valor justo ao qual têm direito.

Os principais grupos de beneficiários que podem solicitar a revisão incluem:

  • Aposentados: Todos os tipos de aposentadoria concedidos pelo INSS, seja por idade, tempo de contribuição, invalidez ou especial, podem ser revisados. Se houver erros nos cálculos do benefício, os aposentados têm o direito de solicitar uma reavaliação.
  • Pensionistas: Dependentes que recebem pensão por morte também podem solicitar a revisão. Isso garante que o valor da pensão esteja correto e que todos os períodos de contribuição do falecido tenham sido considerados adequadamente.
  • Beneficiários de Auxílios por Incapacidade: Aqueles que recebem auxílio-doença ou auxílio-acidente podem pedir a revisão do benefício. A reavaliação pode identificar e corrigir possíveis erros no cálculo do valor ou no reconhecimento dos períodos de incapacidade.
  • Outros Beneficiários: Além dos grupos mencionados, segurados que recebem auxílio-reclusão ou salário-maternidade também têm o direito de solicitar a revisão de seus benefícios. Isso assegura que todas as condições e períodos contributivos relevantes sejam considerados corretamente.

Em essência, qualquer pessoa que receba um benefício previdenciário do INSS pode e deve verificar se está recebendo o valor correto.

A revisão de benefício é uma ferramenta importante para garantir a justiça e a precisão nos pagamentos previdenciários, corrigindo possíveis erros e ajustando os valores conforme necessário.

Quando pedir revisão aposentadoria INSS?

Atualmente, a maior parte dos pedidos de revisão de benefício INSS envolvem as aposentadorias do órgão. Vale lembrar que, dos 36 milhões de segurados da Previdência Social, cerca de 30 milhões recebem aposentadorias ou pensões.

Desse modo, em quais situações é válido pedir a revisão de aposentadoria do INSS? Segundo especialistas, pode valer a pena fazer o pedido nas situações que vamos mostrar abaixo:

Vínculo empregatício não contabilizado

  • Muitas vezes, ao se aposentar, o trabalhador não consegue comprovar todos os vínculos empregatícios devido à falta de documentação antiga, como carteiras de trabalho não apresentadas.
  • Quando o INSS não tem essa informação em seu sistema, as contribuições não são consideradas no cálculo do benefício.
  • Esse é um dos motivos mais comuns para solicitar uma revisão, pois pode corrigir omissões que prejudicam o valor da aposentadoria.

Atividade especial desconsiderada no cálculo

  • Se o trabalhador exerceu funções insalubres ou perigosas, como eletricista, bombeiro, enfermeiro, vigia armado ou professor, e essas atividades não foram reconhecidas pelo INSS como especiais, isso pode impactar negativamente o benefício.
  • A revisão pode incluir esses períodos especiais, resultando em um aumento do valor da aposentadoria.

Salários com valores inferiores ao cálculo

  • O INSS utiliza o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) para analisar os vínculos empregatícios e calcular os benefícios.
  • No entanto, o CNIS pode não refletir com precisão a vida contributiva do trabalhador devido a falhas ou falta de documentação.
  • Comparar o CNIS com os registros da Carteira de Trabalho pode revelar discrepâncias nos valores salariais considerados, justificando uma revisão.

Mais de um trabalho ao mesmo tempo

  • Trabalhadores que exerceram funções em mais de um emprego ao mesmo tempo, como médicos, professores e engenheiros, podem ter contribuições de múltiplos empregos não somadas corretamente pelo INSS.
  • A Lei nº 13.846/2019 determina que todas as contribuições devem ser consideradas juntas.
  • Quando o INSS considera apenas um dos empregos para o cálculo previdenciário, a revisão pode ajustar o benefício para refletir a soma de todas as contribuições.

Revisão do Teto Previdenciário

  • Aposentados e pensionistas que começaram a receber benefícios entre 5 de abril de 1991 e 1º de janeiro de 2004 e foram limitados pelo teto previdenciário, mas tinham rendas superiores ao teto antigo, têm direito à revisão.
  • As Emendas Constitucionais nº 20/1998 e 41/2003 aumentaram o valor máximo dos benefícios, mas aqueles que já estavam aposentados não tiveram seus benefícios recalculados automaticamente pelo INSS, podendo solicitar a revisão para corrigir essa injustiça.

Revisão da vida toda INSS

  • A revisão da vida toda permite que todas as contribuições feitas antes de julho de 1994 sejam incluídas no cálculo do benefício.
  • Esta revisão pode ser vantajosa para quem teve salários mais altos antes dessa data.
  • O Superior Tribunal Federal (STF) aprovou essa revisão em dezembro de 2022, e, caso o governo não consiga reverter a decisão, todos os tribunais do Brasil devem seguir essa regra. Novos julgamentos estão previstos para acontecer em breve.
  • Beneficiários que se enquadram nessa situação devem considerar solicitar essa revisão para obter um benefício mais justo.

Essas são algumas das principais situações em que pedir a revisão de aposentadoria do INSS pode ser vantajoso, garantindo que os segurados recebam o valor correto e justo de seus benefícios.

Novo prazo para revisão de benefício INSS: Atualização 2024

A revisão de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mais uma vez, é uma medida essencial para corrigir possíveis erros nos pagamentos previdenciários.

Este serviço pode ser solicitado tanto pelo beneficiário quanto por um representante legal, além de poder ser determinado por sentença judicial ou pelo próprio INSS.

O objetivo é retificar informações incorretas que possam afetar o valor do benefício, considerando reajustes, tempo de contribuição e alterações nos dados de dependentes.

É importante destacar o Governo Federal estabelece um prazo limite para solicitar essa revisão: dez anos a partir do mês seguinte ao recebimento do primeiro pagamento do benefício.

Dessa forma, em 2024, os beneficiários que começaram a receber aposentadoria em 2014 estarão no último ano para solicitar a revisão.

  • Por exemplo, se um segurado passou a receber seu benefício em setembro de 2014, o prazo para pedir a revisão expirará em outubro de 2024.

Em termos mais práticos, o prazo para revisão de benefício INSS é de 10 anos em 2024.

Portanto, é crucial que os aposentados e pensionistas verifiquem seus benefícios e considerem solicitar uma revisão antes que o prazo expire.

A revisão pode garantir que todos os direitos sejam respeitados e que os valores pagos estejam corretos, evitando perdas financeiras significativas.

Como solicitar a revisão de benefício INSS? Passo a passo

Por fim, agora que você já sabe qual é o novo prazo para revisão de benefício INSS, é hora de conferir o passo a passo completo para fazer a solicitação e recalcular os seus pagamentos.

Existem duas alternativas para solicitar a revisão de benefício INSS: o pedido administrativo, que é feito no app ou site do INSS, e o pedido judicial, que é realizado diretamente na Justiça.

Abaixo, temos o passo a passo de ambas as modalidades. Leia com atenção:

Solicitar revisão de benefício INSS no aplicativo e site

A maneira mais prática de solicitar a revisão de benefício INSS é usar o aplicativo Meu INSS, ou o site oficial do órgão. Seja como for, o passo a passo é o mesmo para ambas as modalidades. Veja abaixo:

  • Acesse o site ou o aplicativo Meu INSS;
  • Faça login com as suas credenciais;
  • No menu do app ou do site, clique em “Novo Pedido”;
  • No campo de busca, escreva “revisão”;
  • Nesse momento, a plataforma mostrará a lista de benefícios do INSS;
  • Clique no nome do benefício para o qual você deseja solicitar a revisão (aposentadoria, por exemplo);
  • Siga as instruções que aparecem na tela;
  • Pronto! Com isso, o pedido será registrado, e a solicitação será analisada pela equipe do INSS em tempo hábil.

Você também pode consultar o andamento do pedido de revisão de benefício INSS pelo aplicativo. É só acessar a plataforma, clicar em “consultar pedidos”, encontrar o processo na lista, e clicar em “detalhar”.

Solicitar revisão de benefício INSS na justiça

Quando um pedido de revisão de benefício é negado pelo INSS, o segurado tem a opção de buscar seus direitos na justiça. Esse processo envolve vários passos importantes para garantir que todas as informações e documentos necessários estejam adequadamente apresentados.

Primeiramente, é imprescindível que o pedido de revisão tenha sido avaliado pelo INSS administrativamente. Isso significa que não adianta apresentar novos documentos, como o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP), diretamente à justiça sem que o INSS tenha tido a oportunidade de analisá-los primeiro.

O processo pode correr em diferentes instâncias judiciais, dependendo da localização e das especificidades do caso. Geralmente, a revisão de benefícios previdenciários é tratada na Vara Federal, que é especializada em questões relacionadas ao INSS.

Para casos de menor complexidade, o Juizado Especial Federal é uma opção, onde não é necessário um advogado até a fase de recurso. No entanto, contar com um advogado especializado é sempre recomendado para aumentar as chances de sucesso.

Se não houver uma Justiça Federal próxima à residência do segurado (mais de 70 km de distância), é possível entrar com a ação na Justiça Estadual.

Embora o Juizado Especial Federal dispense a necessidade de um advogado até a fase de recurso, é altamente aconselhável contratar um advogado especializado em direito previdenciário.

Um profissional experiente pode oferecer a orientação necessária e garantir que todos os detalhes do caso sejam corretamente apresentados, aumentando as chances de uma decisão favorável.

Ao preparar a ação judicial, é fundamental reunir toda a documentação relevante. Isso inclui uma cópia da decisão administrativa do INSS negando a revisão, todos os documentos já apresentados ao INSS, como o PPP, comprovantes de contribuições e demais evidências necessárias para o caso, além de novos documentos que possam fortalecer a argumentação, desde que o INSS já tenha tido a oportunidade de analisá-los.

Com a documentação completa e o apoio de um advogado, a próxima etapa é protocolar a ação judicial na instância escolhida. O processo seguirá os trâmites legais até que uma decisão seja proferida.

FAQ

Qual é o prazo atualizado para revisão de benefício INSS em 2024?

O prazo para solicitar a revisão de benefício INSS é de dez anos a partir do mês seguinte ao recebimento do primeiro pagamento do benefício. Em 2024, isso significa que os beneficiários que começaram a receber aposentadoria em 2014 têm até o final do ano para solicitar a revisão.

Quem tem direito à revisão de benefício INSS?

Todos os segurados que recebem benefícios previdenciários do INSS têm direito à revisão. Isso inclui aposentados, pensionistas, beneficiários de auxílio-doença, salário-maternidade, auxílio-reclusão e outros.

O que é revisão de benefício INSS?

A revisão de benefício do INSS é um processo que permite aos beneficiários solicitar uma reanálise detalhada dos valores recebidos, visando corrigir possíveis erros no cálculo ou na concessão dos benefícios previdenciários.

Para que serve a revisão de benefício INSS?

A revisão de benefício INSS tem como objetivo garantir que os segurados recebam os valores corretos, corrigindo possíveis erros nos pagamentos previdenciários e assegurando a justiça nos benefícios concedidos.

Como solicitar a revisão de benefício INSS?

A revisão de benefício INSS pode ser solicitada de duas maneiras: através de um pedido administrativo feito no aplicativo ou site do INSS, ou através de uma ação judicial na Justiça Federal ou Estadual, caso o pedido administrativo seja negado.

Onde solicitar revisão de benefício INSS na justiça?

A solicitação de revisão de benefício INSS na justiça pode ser feita na Vara Federal ou no Juizado Especial Federal, sendo possível também na Justiça Estadual se não houver uma Justiça Federal próxima à residência do segurado (mais de 70 km de distância).

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog