Great place to work: Veja como ganhar o selo de empresa de qualidade para trabalho.

Entenda o que é o selo great place to work, e veja como isso pode contribuir para o prestígio da sua empresa no mercado de trabalho. Veja mais neste artigo!
Sumário
Great place to work

Atualmente as empresas estão cada vez mais à procura de estratégias para conseguir destaque no mercado de trabalho. O motivo dessa busca está no fato de se consolidar no mundo corporativo, e atrair e reter os melhores profissionais disponíveis.

Por isso, cada vez mais se nota o desenvolvimento de estratégias que busquem garantir que a sua empresa seja um ótimo lugar para trabalhar. O conceito de great place to work compartilha dessa filosofia, pois nessa filosofia é primordial a garantia de um trabalho agradável.

Assim, empresas que se destacam podem até mesmo conseguir um selo great place to work, o que impacta positivamente a sua reputação perante o mercado de trabalho. Quer saber como é possível adquirir esse selo, e quais são as vantagens do great place to work na sua empresa? Então fica ligado no artigo, pois será abordado tudo sobre o tema.

O que significa great place to work?

O termo “great place to work” é derivado na língua inglesa, e pode ser traduzido como um “ótimo lugar para trabalhar”, ou seja, aquele ambiente de trabalho ideal para os colaboradores.

Assim, empresas que utilizam o great place to work são aquelas que preocupam-se com o bem-estar corporativo de seus colaboradores. Para garantir isso, as empresas lançam mão de várias estratégias, como a concessão de benefícios, de conforto no ambiente de trabalho, dentre outras coisas.

Empresas que valorizam essa prática buscam ativamente oferecer um trabalho justo, em que o reconhecimento do colaborador é uma preocupação constante. Isso faz com que as empresas consigam transmitir aos seus funcionários as idéias de confiança e pertencimento.

Entretanto, ao contrário do que se pensa, essa valorização do colaborador não é à toa, e faz parte de estratégias respaldadas em dados confiáveis. Isso porque alguns estudos realizados comprovaram que os indivíduos buscam mais benefícios e conforto no trabalho do que necessariamente um bom salário.

Por isso, muitas pessoas preferem trabalhar em empresas que oferecem boas condições de trabalho, do que necessariamente aquelas que pagam bem. Um exemplo disso é a flexibilização da jornada de trabalho, uma estratégia que atrai o interesse de grande parte dos candidatos a uma vaga de emprego.

De onde surgiu o conceito de great place to work?

A ideia do great place to work deu as caras por volta da década de 80, principalmente com o incentivo do autor Robert Levering. Nesse período, o autor publicou um livro que revolucionou a ideia de conforto no trabalho, iniciando um movimento que cresceu durante os anos.

Após esse ato, Robert fundou a empresa Great Place to Work, uma organização responsável por prestar consultorias para outras empresas. Com isso, o foco era auxiliar corporações que desejavam melhorar a qualidade de vida durante as atividades laborais de seus colaboradores.

Essa ideia deu tão certo que atualmente o Great Place to Work elevou seu alcance para diversas nações espalhadas pelo mundo. Hoje em dia a iniciativa ganhou a forma de um programa cujo objetivo é aferir quais são os melhores lugares para prestar serviços.

Assim, é com base na opinião de trabalhadores de todo o mundo que se consegue concluir quais as empresas que se destacam no quesito “ótimo lugar para se trabalhar”. Para efetivar isso, existem diversos critérios que são levados em consideração, e são validados por colaboradores.

Dessa forma, as empresas que cumprem os critérios especificados pelo programa passam a adquirir o selo de great place to work. Essas corporações são consideradas, então, como ótimos ambientes de trabalho, ou seja, os lugares mais cobiçados pelos colaboradores.

Quais corporações podem adquirir esse selo?

Para adquirir esse tipo de verificação é necessário que a empresa se inscreva no programa e seja submetida às avaliações e análises pertencentes. Sendo assim, como o próprio Robert já afirmou, absolutamente qualquer empresa poderá se inscrever no programa.

Em outras palavras, não existe um requisito mínimo, como o tamanho da empresa, o seu setor, o capital de giro, ou qualquer outro atributo. Assim, empresas de pequeno, médio e grande porte podem se inscrever e participar da iniciativa.

Portanto, independente das características da empresa, o que se avalia no programa great place to work são os locais nos quais é gratificante de se trabalhar. Para avaliar isso, o programa cria uma espécie de ranqueamento, classificando as melhores empresas dessa maneira.

Como funciona esse ranking no Brasil?

No cenário nacional, o processo classificatório é dividido em diversas categorias, nas quais diversas empresas disputam posições mais favoráveis. Dessa maneira, é necessário um veículo da mídia que possibilite a divulgação e o ranqueamento dessas categorias.

Assim, a revista época negócios é o veículo jornalístico que possui parceria com o programa, e está responsável por divulgar as classificações e o ranking no Brasil.

Como mencionado, existem diversas categorias, que avaliam, por exemplo,empresas de médio porte como é o caso da categoria Multinacional. Além dessa categoria há nacional, regional, setorial e temáticas, cada qual avaliando algumas especificidades.

No caso da categoria nacional, participam aquelas empresas de todo o Brasil, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte. Por outro lado, a categoria regional classifica especificamente levando em consideração o ranking estadual.

Além disso, a categoria setorial cria o ranking das empresas que fazem parte do mesmo setor de atuação, ou seja, da mesma área de influência. Por último, a categoria “temático” leva em consideração as pautas sociais, oriundos da causa LGBT, das questões racial e de gênero.

Great Place to Work: A premiação

Com base na opinião dos funcionários que trabalham nas empresas cadastradas, um ranking com as melhores empresas para se trabalhar é criado. Ocorre então uma premiação, que condecora as empresas com os melhores indicadores.

Para efetivar essa condecoração, um evento é criado com o objetivo de premiar todas aquelas empresas que foram classificadas. Portanto, essas empresas são convidadas para o evento, acontecimento em que acontece o reconhecimento da organização e a entrega do selo.

Essa premiação acontece todos os anos, e por isso, todas as empresas podem realizar suas inscrições para concorrerem à classificação. Só para se ter uma ideia, já ocorreu em média a inscrição de 3 mil empresas no ano de 2020, e apenas 150 delas foram incluídas no ranking.

Vale ressaltar que o intuito da premiação não é fornecer gratificação financeira, ou algum tipo de recompensa de valor material para os classificados. Por outro lado, a idéia do evento é dar notoriedade, prestígio e reconhecimento para as melhores empresas que se possam trabalhar.

O processo de avaliação passa por algumas etapas essenciais, iniciando com a inscrição da empresa e o recebimento da certificação por parte do programa. Em seguida, a empresa apresenta as informações, que serão  em seguida analisadas pelo programa.

A finalização desse processo é a premiação, que ocorre com a entrega do selo para aquelas empresas que se classificaram após as avaliações.

Great place to work
Foto: Peopleimages

O que uma empresa precisa para ser bem avaliada nesse ranking?

Uma dúvida muito recorrente é sobre os critérios que são utilizados para a avaliação das empresas no processo de análise do programa. Assim, são utilizados alguns atributos como parâmetro para considerar o elevado padrão do programa.

Dessa maneira, os colaboradores das empresas são ouvidos e avaliados de acordo com uma série de parâmetros pré-determinados pelo programa. Esses parâmetros são concedidos em 5 grandes dimensões, sendo explorados em 58 questões afirmativas.

As 5 grandes dimensões que fazem parte do parâmetro de avaliação são: Credibilidade, respeito, imparcialidade, orgulho e camaradagem. Para abordar melhor cada um desses pilares, criamos os tópicos a seguir.

1- Credibilidade

Esse quesito avalia o quanto os colaboradores de uma empresa depositam sua confiança, ou seja, diz respeito à relação direta entre os líderes, gestores e os funcionários. Assim, gestores e funcionários que passam confiança e segurança aos seus colaboradores concedem credibilidade à empresa.

A credibilidade é avaliada levando em conta a maneira na qual se dá a comunicação entre os gestores e colaboradores, analisando principalmente a acessibilidade. Além disso, é avaliada ainda a competência desses gestores, o seu espírito de liderança e o poder de coordenar a equipe.

De outra maneira, credibilidade também diz respeito à integridade da empresa, e por isso, a honestidade dos gestores e profissionais atuantes. Dessa maneira, a transparência é um elemento essencial para garantir a integridade da empresa perante seus colaboradores.

2- Respeito

Nessa dimensão é avaliado como os colaboradores sentem-se em relação ao respeito por parte dos seus líderes. Vale ressaltar que o respeito pode envolver uma série de atributos, como a valorização dos colaboradores, e até mesmo a consideração.

Se tratando da valorização, é avaliado o quanto o colaborador sente-se estimulado ou reconhecido pelas suas atividades realizadas. Além disso, a consideração diz respeito à compreensão por parte dos gestores sobre a vida pessoal e possíveis intercorrências dos colaboradores, auxiliando-os nesses momentos.

3- Imparcialidade

A imparcialidade é visualizada pelos colaboradores como as ações que são realizadas de forma justa por parte de seus gestores, levando em consideração os ideais de equidade.

São inúmeros exemplos que podem ser citados nessa dimensão, e todos dizem respeito a agir de forma justa perante as situações, independente de outros atributos. Ou seja, a isonomia salarial e o tratamento igualitário são alguns dos casos que podem ilustrar situações que fomentam a imparcialidade.

4- Orgulho

O orgulho, por sua vez, diz respeito ao sentimento de percepção do colaborador acerca da sua empresa, sua atividade e sua equipe. Ou seja, é aquele sentimento de satisfação com o empenho realizado, e a autovalorização de seu trabalho e empresa.

Portanto, o trabalhador que pensa que a sua atividade faz diferença, causa impacto, e se honra de exercê-la possui uma percepção de orgulho de seu trabalho. Outro exemplo de orgulho está relacionado com a valorização do colaborador pela empresa, quando esse sente-se honrado em fazer parte de determinada corporação.

5- Camaradagem

Como o próprio nome sugere, a camaradagem diz respeito ao clima de companheirismo e cordialidade compartilhado no ambiente de trabalho. Assim, aquele trabalho onde as relações interpessoais se dão de maneira harmônica e amistosa pontuam no quesito camaradagem .

Por isso, vale a pena as empresas incentivarem  happy hour com o objetivo de criar esse sentimento de camaradagem e de ambiente acolhedor. Isso impacta principalmente na proximidade dos colaboradores, e podem estar relacionados também com a hospitalidade desses indivíduos.

Como a tecnologia pode ajudar nessa avaliação?

Existem diversas estratégias para melhorar os parâmetros de uma empresa que pretende concorrer à classificação do programa de Great Place to Work. A tecnologia pode ser uma aliada muito importante nesse quesito, e por isso pode ser utilizada a favor da empresa.

Através da utilização de um software de ponto eletrônico é possível implementar diversas melhorias que podem melhorar a avaliação dos funcionários. Com a ferramenta do genyo é possível acessar o chat com os usuários, promover interações entre as equipes e incentivar a camaradagem.

Além disso, o software do Genyo permite com o ponto eletrônico digital um aumento da flexibilidade de local de trabalho, e até mesmo de horário. Isso pode conferir avaliações positivas no quesito respeito, já que os colaboradores vislumbram a valorização da sua vida pessoal conciliada ao trabalho.

Por que a minha empresa precisa desse selo?

As empresas buscam cada vez mais se destacar no mercado de trabalho, e o selo Great place to work é uma dos atributos que conferem credibilidade à organização.Imagine sua empresa sendo destacada por possuir um ótimo ambiente para se trabalhar?

Os impactos disso são inúmeros, mas são muito significativos quando são relacionados com a retenção e atração de novos talentos. Isso acontece porque empresas com esse selo possuem prestígio e são muito cobiçadas, o que pode atrair os melhores profissionais e reter os talentos que já ocupam cargos.

Outro atributo muito vantajoso está relacionado a como ser mais produtivo em empresas que possuem melhores ambientes de trabalho e garantem a satisfação dos colaboradores. Isso acontece porque os funcionários tornam-se cada vez mais engajados com a empresa, e passam a realizar as suas atividades com mais motivação.

Dessa forma, as vantagens de se investir nesse tipo de estratégia são inúmeras, e podem trazer ótimos frutos para uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog