Dinâmica de Integração: Conheça os modelos

A dinâmica de integração é uma atividade que melhora o relacionamento interpessoal. Aprenda como aplicá-la na sua empresa neste artigo. Veja mais neste artigo!
Sumário
Dinâmica de Integração

A dinâmica de integração é uma estratégia importante no arsenal de qualquer líder ou gestor. Por meio de práticas que estimulam a colaboração entre os profissionais, é possível cultivar uma cultura organizacional mais agradável e produtiva.

Na verdade, um estudo recente descobriu que 7 em cada 10 funcionários valorizam a colaboração em seu local de trabalho. No entanto, apenas 1 em cada 10 sente que isso é uma realidade.

Outro ponto importante é que, atualmente, conforme dados estatísticos, 62% dos profissionais entre 22 e 65 anos em todo o mundo afirmam trabalhar remotamente com grande frequência. Sendo assim, jogos e dinâmicas de integração, tanto virtuais quanto presenciais, são fundamentais para a construção de vínculos duradouros.

Por isso, nós do Genyo preparamos este artigo para que vocês gestores entendam tudo a respeito das dinâmicas de integração e conheçam alguns modelos. Fique esperto!

O que é dinâmica de integração?

As dinâmicas de integração são atividades de grupo que são usadas para motivar os colaboradores, avaliar seu comprometimento e a ética das suas ações e comportamentos no trabalho quando eles interagem uns com os outros.

As dinâmicas de integração também buscam estimular a colaboração dos membros do grupo para atingirem um objetivo comum. Eles são especialmente úteis no contexto empresarial, pois muitas vezes as pessoas precisam trabalhar em parceria para alcançar os resultados esperados em suas funções.

Sendo assim, é muito comum que as empresas utilizem dinâmicas de integração de grupo, seja porque querem fazer uma avaliação durante um processo seletivo, seja como forma de treinamento e qualificação de profissionais.

Características das dinâmicas de integração

As dinâmicas de integração de grupo costumam ser realizadas com o intuito de oferecer uma lição, seja ela moral, educativa ou de confraternização. Os participantes das dinâmicas são convidados a refletir sobre o que fizeram com a atividade e a explicar como se sentem.

As dinâmicas de integração, embora também sejam usadas em outras áreas como educação, são muito mais comuns no campo empresarial, pois permitem melhorar a relação entre os trabalhadores de uma mesma companhia, quebrando barreiras interpessoais.

Para que uma dinâmica de integração grupal seja realizada corretamente, é necessário ter um ou mais facilitadores. Essas pessoas se encarregam de indicar os passos a seguir, além de ser quem elabora a dinâmica depois de estudar as características do grupo onde vão aplicá-la.

Como preparar um plano de integração laboral?

Reúna as informações que pretende transmitir aos seus colaboradores

Ao planejar as atividades da dinâmica de integração que você realizará em sua empresa, é importante que você aproveite essas oportunidades como momentos para compartilhar e reforçar em seus colaboradores aspectos centrais do negócio, como visão, missão e valores.

Estabeleça quais são os elementos da cultura corporativa que você deseja comunicar. Em seguida, leve-os em consideração ao planejar as dinâmicas e considere como elas podem girar em torno dessa informação.

Defina as dinâmicas de integração

Com base nas informações coletadas, é hora de estabelecer atividades que comporão a dinâmica de integração. Para isso, pense primeiro quem será o público alvo da dinâmica, se serão novos colaboradores ou funcionários que já trabalham na sua empresa.

Pense também a quantidade de pessoas para atividade e de que forma funcionará, se de forma presencial ou remota. Por fim, leve em consideração quantas sessões levarão para concluir a dinâmica de integração.

Com base nessas informações, algumas dinâmicas serão mais apropriadas do que outras. Por exemplo, se quiser quebrar o gelo e apresentar sua empresa a novos funcionários, você pode organizar um tour durante um dia inteiro pela empresa. Leve os novatos para conhecer os departamentos, a equipe, compartilhe com eles apresentações sobre seus processos de negócios e quais são seus valores, etc.

Estabeleça os métodos de análise ou avaliação dos resultados

As dinâmicas de integração não servem apenas para unir seus colaboradores. Eles também servem como um mecanismo para você avaliá-los e ter uma ideia do quanto eles estão comprometidos com sua empresa – ou estarão, se forem novos.

Por exemplo, se for uma dinâmica de integração baseada em perguntas e respostas sobre a empresa, você pode medir o desempenho de acordo com quantas perguntas foram respondidas corretamente.

Já para dinâmicas de integração que exigem que os funcionários tragam materiais ou documentos específicos, você pode analisar o compromisso vendo quem atendeu e trouxe tudo o que foi solicitado.

Nas dinâmicas de integração que se estendem por várias sessões, a participação é muito importante. Você pode avaliar a taxa de participação de cada colaborador, analisar em quantas sessões ele esteve presente, etc.

No caso de dinâmicas de integração que se estendem por várias sessões, você pode monitorar a presença dos colaboradores através do sistema de registro de ponto digital. Conheça as funcionalidades do Genyo para ajudá-lo nesse momento.

Execute seu plano

É chegado o momento de executar a dinâmica de integração. É necessário que você siga todas as etapas de acordo com o plano traçado, e que se certifique de que seus colaboradores não estão pulando nenhuma etapa.

Se você perceber que alguém não entende a atividade ou não está tão envolvido com ela, dê o suporte necessário e ajude-o a se posicionar no mesmo nível dos demais. Garanta que todos os seus funcionários tenham uma boa experiência.

Prepare previamente o espaço onde decorrerá a atividade. Seja digital ou presencial, a dinâmica de integração acontece em um espaço comum a todos os participantes. Certifique-se de que as áreas, equipamentos e ferramentas estejam bem acondicionados e dispostos para que a atividade se desenvolva sem contratempos.

Peça feedback

Solicite o feedback de seus colaboradores assim que acabar as dinâmicas de integração laboral. Só assim você conseguirá ter noção da eficácia dessas dinâmicas e ajustar conforme necessário para que as próximas atividades sejam melhores.

O feedback pode ocorrer de diversos modos. Alguns desses podem ser por meio de entrevistas individuais com os participantes, formulário de pesquisa sobre a dinâmica de integração ou até mesmo reuniões para que os participantes deem o feedback.

Acompanhe os resultados de longo prazo das atividades de integração do trabalho

Os resultados da dinâmica de integração não acabam a partir do momento que as atividades se encerraram. A depender da sua eficácia, as dinâmicas de integração podem gerar mudanças de atitude de longo prazo, bem como na produtividade dos colaboradores.

Você pode acompanhar esses resultados de longo prazo através de reuniões quinzenais, mensais ou trimestrais; avaliações periódicas de desempenho; pesquisas de engajamento; ou também pode realizar novas dinâmicas de integração, de forma que você possa analisar como os funcionários se sentem motivados para realizá-las em comparação com às dinâmicas anteriores.

Modelos de dinâmica de integração

Dinâmica de Integração

Existem alguns modelos de dinâmica de integração que podem ser usados nas empresas. A diferença entre elas é que algumas envolvem estratégias específicas, trabalhando áreas e necessidades diferentes dos colaboradores e da empresa. Vamos listar aqui alguns dos modelos que podem ser utilizados:

Verdade ou mentira

Essa dinâmica de integração tem como objetivo quebrar o gelo e criar uma integração entre os colaboradores, além de compartilhar conhecimento entre eles. A dinâmica da verdade da mentira consiste em o seguinte:

Cada colaborador, munido de uma folha de papel em branco e uma caneta. A partir disso, os colaboradores precisam escrever 3 características sobre eles mesmos, sendo 2 delas verdade e 1 mentira.

Feito isso, cada colaborador deve mostrar o seu papel ao restante do grupo, com suas características listadas. Logo após, os colaboradores devem votar qual característica eles acreditam que é verdade e qual é mentira.

Quebra gelo

Essa é uma excelente forma de gerar confiança entre desconhecidos, principalmente se houver novos profissionais ingressando em uma equipe já consolidada.

Cada indivíduo deve se apresentar, mencionando seu nome, função, idade e algum fato interessante sobre ele. Para facilitar esse tipo de jogo, você pode incluir algumas perguntas como “fale sobre uma de suas qualidades, começando com a letra inicial do seu nome”.

O jogo termina quando todos terminarem de falar.

Estimular empatia

Reúna um grupo de pelo menos 10 pessoas e peça a cada uma que escreva um segredo que não se sinta à vontade para contar em voz alta. Para que os participantes não possam ser identificados, todos devem receber uma folha de papel do mesmo tamanho e formato, além de uma caneta esferográfica da mesma cor.

Em seguida, faça um sorteio para que cada um leia em voz alta um segredo que foi escrito por outra pessoa e o tome como seu. A pessoa deve então emitir um parecer sobre o segredo e propor uma solução para a situação apresentada. O exercício termina depois que todos tiverem comentado.

Ilha deserta

Esta dinâmica é muito simples. Nela, é necessário aplicar um pequeno questionário aos participantes, pedindo-lhes que respondam o seguinte: se estivesse perdido em uma ilha deserta, com qual dos participantes gostaria de estar; se ganhasse uma viagem e pudesse escolher 3 acompanhantes, quais participantes escolheria; e, por último, caso você precisasse organizar um evento, com qual participante você dividiria a tarefa.

É importante orientar os colaboradores para que as respostas contenham não apenas o nome dos colegas, mas também uma justificativa. Cada pessoa preencherá seu cartão sem se identificar.

Depois de preenchidos, os questionários devem ser colocados em um envelope. O coordenador da dinâmica pedirá que todos se sentem em roda e apresentem suas justificativas para as escolhas, sem citar os nomes dos colegas que foram escolhidos.

As palavras-chave apresentadas nessas justificativas serão anotadas em uma tabela e se tornarão importantes valores de colaboração, sendo as características necessárias para desenvolver e aprimorar com o trabalho em equipe.

Semelhança

Esta dinâmica de integração ajuda a desenvolver a empatia, a capacidade de comunicação e a união entre os colaboradores, permitindo que trabalhem juntos com respeito, paciência e tolerância na rotina.

Nessa dinâmica, você deve dividir os participantes em duplas ou trios, dependendo das pessoas que participarão da atividade.

Estabelecida a divisão, peça aos times que conversem entre si sobre gostos profissionais e pessoais. Durante este processo, é indicado que as equipes percebam pelo menos 2 ou 3 características e habilidades que tenham em comum.

Essa atividade também ajudará os funcionários a se relacionar com essas características compartilhadas entre si e até encontrar maneiras de aproveitar essas semelhanças em sua rotina de trabalho.

Benefícios de se realizar dinâmicas de integração

Quando pensamos na aplicação das dinâmicas de integração nas empresas, é comum obtermos resultados incríveis que incluem o aprimoramento das competências dos colaboradores, maior comprometimento entre eles, maior proatividade, produtividade e comprometimento. Contudo, existem muito mais benefícios de se realizar dinâmicas de integração. Vamos mostrar aqui algumas das principais vantagens:

Ensina sobre os valores da empresa

As dinâmicas de integração são uma forma para levar os valores da empresa aos colaboradores. Neles podem ser fornecidas, de forma dinâmica e lúdica, informações sobre a missão e visão da empresa, seus objetivos, percepção do mundo e do mercado de trabalho, produtos e serviços que oferece.

Ajuda os funcionários a se conhecerem

As dinâmicas de integração são muito úteis para promover a colaboração dentro de uma empresa, pois promovem a interação e o trabalho em equipe entre os funcionários.

Além disso, devido ao seu alto dinamismo, muitas vezes essas atividades fazem com que os colaboradores se soltem e mostrem outros aspectos de sua personalidade. Conduzido da maneira correta, humaniza o ambiente de trabalho e aprofunda as relações trabalhistas.

É uma ferramenta de motivação

As dinâmicas de integração servem como motivação, pois alegram o ambiente de trabalho e proporcionam aos colaboradores novas tarefas a desempenhar.

Se combinar as tarefas diárias dos seus colaboradores com atividades regulares de integração laboral, eles podem sentir-se menos cansados ​​com o seu trabalho e mais motivados para desempenharem as suas responsabilidades com esforço e excelência.

Dinâmica de grupo de apresentação e integração

Trata-se de um tipo de atividade que visa gerar interação entre os membros de um time, proporcionando a oportunidade para que eles se conheçam melhor e trabalhem a comunicação. O objetivo é diminuir a tensão e o receio em situações como integração de novas contratações, criação de novas equipes ou estreitamento de vínculos entre departamentos. Em outras palavras, como vimos anteriormente, estamos lidando com uma situação de “quebra gelo”.

Existem diversos exemplos de dinâmicas de apresentação e integração. A escolha da dinâmica depende do objetivo e do contexto de cada situação. Abaixo, você confere algumas das mais comuns no dia a dia das empresas.

1. Dinâmica do autorretrato

Essa é uma dinâmica de apresentação e integração que visa fugir das apresentações tradicionais e promover momentos descontraídos entre os participantes. Dessa forma, essa atividade estimula a comunicação, a reflexão e a empatia entre os participantes

A ideia é distribuir aos participantes alguns papéis e lápis coloridos e pedir que eles façam um desenho que os represente como pessoa, que identifique a sua maneira de ser ou de sentir. Em seguida, cada participante deve mostrar o seu autorretrato ao grupo, sem fazer comentários. Os demais devem observar o desenho e descrever o que enxergam na imagem do colega.

2. Dinâmica da bolinha

Essa atividade serve para apresentar as pessoas, mas também para testar a memória e a concentração de indivíduos que já se conhecem. Essa dinâmica estimula a atenção, a memorização e a interação entre os participantes.

Para praticar essa dinâmica de integração de equipe, você deve reunir o grupo em um círculo e entregar uma bolinha (de tênis ou pingue-pongue) para alguém. A pessoa que estiver com a bolinha deve se apresentar brevemente e jogar a bolinha para outra pessoa, que vai repetir o processo. A dinâmica pode ser feita de forma mais desafiadora, pedindo que cada participante repita o nome e uma característica das pessoas que já se apresentaram antes dele.

3. Dinâmica do campo minado

Essa atividade visa exercitar a comunicação e a confiança entre os participantes. Com ares lúdicos, como se fosse uma brincadeira infantil, essa dinâmica consiste em espalhar objetos por uma sala e formar duplas, onde um dos integrantes é vendado e precisa atravessar o espaço sem esbarrar nos obstáculos, enquanto o outro o orienta pela voz.

Observe como esse aparente jogo de jardim de infância é uma excelente dinâmica de integração de equipe: em primeiro lugar, essa atividade trabalha a comunicação verbal e não verbal, pois os participantes precisam se expressar e se entender de forma clara e objetiva. Além disso, estimula a confiança mútua entre os membros da equipe, pois eles dependem um do outro para cumprir o desafio. Por fim, aperfeiçoa as capacidades de liderança e de planejamento, pois é preciso definir estratégias e orientações para atravessar o campo minado.

4. Dinâmica das entrevistas

Entre as dinâmicas de apresentação e integração, essa é uma das que mais funcionam durante processos seletivos. Dessa forma, pode trazer vantagens tanto para os empregadores quanto para os candidatos, pois permitem economizar tempo e recursos, comparar diferentes perfis, observar as habilidades na prática e reduzir a imprecisão das entrevistas individuais.

Na prática, tratam-se de atividades em grupo que simulam situações reais do trabalho ou que testam habilidades como comunicação, criatividade, liderança, trabalho em equipe, etc. Nesse sentido, podem assumir diferentes formatos e objetivos, dependendo do cargo e da empresa que está contratando. Alguns exemplos de dinâmicas de entrevista são:

  • Telefone sem fio: os candidatos sentam-se em uma roda e devem passar uma frase adiante, sussurrando no ouvido do colega ao lado. O último deve dizer a frase em voz alta e comparar com a original. Essa dinâmica avalia a dicção e a escuta dos candidatos.
  • Anúncio classificado: os candidatos devem se apresentar como se fossem um anúncio de emprego, destacando suas qualidades e competências. Essa dinâmica avalia a autoconfiança, a fluência verbal e a organização de ideias dos candidatos.
  • Simulação de vendas: os candidatos devem criar um manual técnico para um produto fictício e vendê-lo para outras equipes. Essa dinâmica avalia a criatividade, a flexibilidade, a clareza e o conhecimento da área comercial dos candidatos.
  • História rápida: os candidatos devem se dividir em grupos e escrever uma história que contenha palavras aleatórias em ordem. Depois, cada grupo deve apresentar sua história para os demais. Essa dinâmica avalia o trabalho em equipe, o foco, a criatividade e o raciocínio lógico dos candidatos.

5. Dinâmica das afinidades e semelhanças

Essa atividade é uma forma de apresentação e integração entre os participantes de um grupo, que visa promover a conexão e a empatia entre eles. Pode ser usada em diferentes contextos, como reuniões, workshops, treinamentos ou processos seletivos.

Essa dinâmica consiste em formar duplas ou trios e descobrir características, gostos ou interesses em comum entre os membros. Depois, cada dupla ou trio deve compartilhar com o restante do grupo as semelhanças que encontraram. Por fim, entre outros benefícios, essa atividade pode trazer benefícios como melhorar o clima e a motivação do grupo, aumentar a integração, desenvolver a comunicação e a escuta entre os participantes e estimular o respeito.

Dinâmica sobre compromisso e responsabilidade

Uma dinâmica sobre compromisso e responsabilidade é uma atividade que visa estimular a reflexão e o debate sobre esses valores essenciais para o trabalho em equipe e o desenvolvimento pessoal. Logo, essas atividades configuram numa espécie de recurso característico dos métodos ágeis que busca a resolução de problemas e dúvidas relacionadas às tarefas de cada membro de uma equipe.

Esse tipo de dinâmica de grupo de integração tende a esclarecer e reforçar as atribuições e deveres de cada papel, evitando conflitos, abandonos e sobreposições de responsabilidades. Além disso, estimula a confiança, a comunicação, o engajamento e o trabalho em equipe entre os envolvidos.

Abaixo, você confere três formas de fazer dinâmica sobre compromisso e responsabilidade:

1. Dinâmica do círculo de responsabilidades

É uma atividade que visa resolver conflitos de responsabilidades entre diferentes papéis de um time ou grupo. Nesse sentido, pode ajudar a melhorar a comunicação, a confiança e o trabalho em equipe entre as pessoas envolvidas.

Essa dinâmica consiste em desenhar um círculo para cada papel e distribuir post-its com as responsabilidades que cada um deveria assumir. Em seguida, os participantes devem identificar as interseções (responsabilidades compartilhadas ou conflitantes) e as lacunas (responsabilidades abandonadas ou não assumidas) entre os círculos. O objetivo é esclarecer e alinhar as atribuições de cada papel, evitando situações como “deixa que eu deixo” e “todo mundo na mesma bola”.

2. Dinâmica dos papéis e responsabilidades

Eis uma dinâmica sobre compromisso e responsabilidade que propõe uma revisão das atribuições dos membros de um time. Nesse sentido, o objetivo é reforçar a responsabilidade do papel de cada um e a importância de desenvolver um trabalho com eficiência em equipe.

Para aplicar a dinâmica dos papéis e responsabilidades, você vai precisar de post-its, mesa, lousa ou quadro branco. A atividade consiste em listar os papéis existentes no time e as devidas atividades relacionadas e escrever cada um deles em um cartão. Em seguida, os participantes devem pegar um cartão e posicioná-lo na coluna que corresponde ao papel responsável pela atividade, explicando os motivos da escolha.

Por fim, essa é uma dinâmica de integração que pode ajudar a esclarecer e alinhar as expectativas, as metas e os objetivos de cada papel, evitando confusões e conflitos.

3. Dinâmica do rolo de barbante

Essa é uma atividade que intenciona relaxar e integrar os participantes de um grupo ou equipe. Em suma, trata-se de uma dinâmica que pode ajudar a promover o relacionamento interpessoal, a confiança, a cooperação e o clima organizacional.

A ideia aqui é formar um círculo com os participantes e distribuir um rolo de barbante. O primeiro participante deve segurar a ponta do barbante e jogar o rolo para alguém, fazendo uma pergunta, um elogio, um agradecimento ou uma mensagem positiva. A pessoa que recebe o rolo deve responder e segurar o barbante, jogando o rolo para outra pessoa, repetindo o processo. Ao final, forma-se uma teia de barbante que simboliza a união e a comunicação do grupo.

Conclusão

As dinâmicas de integração são uma ferramenta extraordinária para gerar maior harmonia na sua equipe, ao mesmo tempo em que proporcionam uma experiência prazerosa e desafiadora.

Com tantos benefícios, como a possibilidade de melhorar a produtividade, proatividade, convivência e trabalho em grupo, é interessante que os gestores analisem a possibilidade de inserir técnicas de dinâmica de grupo quando julgarem necessário, garantindo que os colaboradores e a empresa colham os benefícios desta prática.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog