Rotina de recursos humanos: as atividades comuns em toda empresa

A rotina de recursos humanos é necessária para um bom funcionamento de uma empresa, mas é necessária muita discussão sobre essa área. Veja mais neste artigo!
Sumário
Rotina de Recursos Humanos

O setor de Recursos Humanos é indispensável em uma empresa, sem ele a organização, sobretudo as médias e grandes, não conseguiriam dar conta de todas as demandas relacionadas aos funcionários. Por isso, assim como estes colaboradores, a rotina de recursos humanos é extremamente valiosa para uma empresa.

Pensando nisso, o Genyo desenvolveu o presente texto justamente para trazer mais conhecimento sobre o assunto. Dessa forma, pessoas da área, como os próprios funcionários do RH podem aproveitar os temas, mas além destes, os trabalhadores também poderão conhecer mais como funciona e o que eles podem aproveitar dessas atividades.

Além disso, aqueles que visam entrar para o mercado de trabalho também podem consumir desse conteúdo para começarem a se ambientar no que diz respeito aos processos administrativos de qualquer empresa. Convergente a isso, estes podem já iniciar a trajetória de forma consciente.

Dessa forma, para atingir tal objetivo, é necessário abordar alguns tópicos para que os assuntos sejam organizados e guiados. Por isso, será trazido informações gerais sobre o setor de RH, o RH dentro da empresa, o que são as rotinas de RH e 6 rotinas comuns em todo setor desse tipo.

O setor de Recursos Humanos

Com o surgimento e avanço da Revolução Industrial, foi percebido que passou a existir uma necessidade de se “criar” um setor responsável pelos funcionários da empresa. Dessa forma, o setor de Recursos Humanos nasce e começa a fazer a verdadeira diferença dentro das instituições.

Depois de muita evolução e atualização, atualmente o setor de RH está diretamente envolvido em tudo que se diz respeito ao colaborador. Dessa forma, sua função envolve etapas desde a seleção de trabalhadores até mesmo a demissão destes.

Para entendermos a etimologia do termo, “recursos humanos” é, literalmente, os recursos de uma empresa que envolve o colaborador e o que ele pode proporcionar para a empresa com base no seu serviço. Assim como os recursos materiais, os recursos humanos também precisam ser zelados e é para isso que o setor está à sua disposição.

Apesar de ser relativamente antigo, o setor vem utilizando de muitas tecnologias e ferramentas de gestão para que o trabalho nele desenvolvido seja o mais completo possível. Isso é necessário para que, cada vez mais, as respectivas empresas consigam vencer os seus desafios e atingir as metas e objetivos previamente estipulados.

A importância do setor

Muitos se perguntam a necessidade de um setor como este, para visualizar de forma mais concreta a importância do RH basta realizarmos uma tarefa simples:

Imagine uma empresa sem os funcionários de RH. Quem realizaria as seleções e admissões? Ou então quem seria a ponte entre colaborador e empresa? Quem iria cuidar de todas as necessidades dos funcionários, bem como orientá-los? É claro que isso só é possível por conta do setor de Recursos Humanos.

Percebe que o setor iria se formar mais cedo ou mais tarde? Existe uma necessidade clara de pessoas capacitadas e direcionadas para essas atividades, assim como o restante da rotina de recursos humanos que acaba estando dentro da alçada do setor – pontos estes que iremos abordar ao decorrer do texto.

Dessa forma, de maneira direta, o setor é importante para que a empresa cresça de forma direta, já que para isso acontecer é necessário a plena administração de todo o seu corpo de funcionários.

Recursos Humanos dentro da empresa

Mas como funciona o setor dentro da empresa? Sabemos que existe uma demanda enorme para eles cumprirem e nem sempre sabemos como isso ocorre. Por isso, é possível realizar dois tipos de RH dentro de um negócio:

Setor de RH de forma internalizada

A maioria das empresas grandes possuem a sua própria equipe de RH, existe um andar ou sala específica para que estes profissionais possam atuar. Além disso, podem ocorrer de eles estarem em um anexo associado à empresa, normalmente em escritório próximo.

Uma das vantagens mais óbvias desse modelo de implementação de setor dentro da empresa é o fato dele, literalmente, estar dentro da empresa. Assim, qualquer demanda pode ser enviada para o pessoal responsável de forma muito direta, já que eles estão próximos dos trabalhadores que desempenham as atividades diariamente.

Isso é o que chamamos de internalização do RH, que é o que a maioria das grandes empresas fazem. No entanto, ainda há uma outra opção para aquelas outras que não possuem tantos recursos assim.

Setor de RH de forma terceirizada

Assim como diversas atividades atualmente podem ser terceirizadas, o setor de RH também pode ter essa possibilidade. Dessa forma, uma outra empresa, especializada nisso, se responsabilizará por alguns serviços.

A opção de terceirização de serviços administrativos é viável para aqueles negócios que precisam economizar dinheiro e espaço, já que  terceirizar, de toda forma, traz certa economia. Com isso, atividades como folha de pagamento, recrutamento e seleção de novos colaboradores, treinamento corporativo e muitos outros.

Outra vantagem desse processo é poder ter uma equipe especializada, já que empresas que trabalham com isso se atualizam constantemente sobre como oferecer o melhor serviço, utilizar os melhores softwares e entender sobre todas as ferramentas de uso do RH para facilitar e contribuir para o melhor serviço para a empresa contratante.

Pontos importantes sobre os dois tipos RH dentro da empresa

Vale ressaltar que a empresa pode contratar serviços pontuais das empresas terceirizadas. Para isso, é muito comum a solicitação apenas dos serviços de seleção, por exemplo. Certamente você já participou de um recrutamento ou já viu anúncios de vagas que não foram feitas diretamente pelas empresas contratantes.

Isso acontece pois a agência de recrutamento e seleção é responsável apenas por essa etapa do processo, ou seja, reunir pessoas com o perfil exigido e aplicar entrevistas e provas para resultar nos profissionais a serem contratados com o perfil solicitado.

De uma forma ou de outra, o RH deve funcionar plenamente para atender todas as demandas e necessidades que os colaboradores possam ter. No entanto, entender exatamente como a rotina de Recursos Humanos funciona será possível no próximo tópico:

O que é a rotina de Recursos Humanos

Uma rotina é algo que ocorre de forma recorrente, ou seja, a rotina matinal de uma criança pode ser: acordar, tomar banho e café da manhã para ir até a escola. Dessa forma, a rotina pode ser aplicada para qualquer objetivo, inclusive aquelas voltadas para o RH.

Portanto, a rotina de Recursos Humanos envolve aplicar atividades (ou responsabilidades) de forma frequente dentro de uma empresa, ou seja, são aquelas funções realizadas com frequência. Por isso, elas acabam sendo características desse setor e formando a rotina que muitos podem conhecer.

É importante ressaltar que a rotina de Recursos Humanos não se limita apenas às questões burocráticas, é necessário muita criatividade e gerenciamento para que estes profissionais possam fazer a administração da forma correta e mais atual possível.

6 etapas da rotina de Recursos Humanos comuns em toda empresa

Rotina de Recursos Humanos
Rotina de Recursos Humanos

Como vimos, o RH possui rotinas próprias para exercer as suas funções. No entanto, existem aquelas mais comuns entre as empresas, ou seja, as que mais se repetem dentro do setor. Dessa forma, para cumprir com o objetivo do artigo, trouxemos aqui 6 etapas da rotina de Recursos Humanos que são frequentes nas empresas de qualquer ramo.

Antes de adentrar neste tópico de forma mais incisiva, é importante reconhecermos que além dessas que serão descritas a seguir existem algumas outras que compõem o exercício. Essa adição ou exclusão de etapas pode variar de empresa para empresa, a opção por terceirização ou internalização também podem influenciar nisso.

Tendo esses pontos em mente, veja abaixo 6 etapas da rotina de Recursos Humanos consideradas fortes na maioria das empresas:

Recrutamento, seleção e admissão de novos talentos

É inegável a necessidade de haver recrutamento e seleção de novos trabalhadores, afinal, nenhum funcionário fica eternamente naquela função. Alguns podem se demitir, subir de cargo, serem demitidos pela empresa e até mesmo, infelizmente, ocorrer o falecimento de empregado.

Dessa forma, é necessário que haja a captação de novas pessoas para contratação imediata ou até mesmo para cadastro reserva, sendo comumente chamado de banco de talentos. Para isso, o RH está pronto para realizar essa atividade e “peneirar” as melhores pessoas, realizando uma triagem, para identificar aqueles que mais se adequam para a vaga.

Essa normalmente é a rotina inicial do RH, é por meio dela que tudo começa, afinal, sem funcionários o setor de RH não se movimenta. Dessa forma, ela é considerada uma das mais importantes, além disso, ela recebe esse título pois selecionar bem um perfil facilita muito os processos futuros e traz mais benefícios para a corporação.

Feito isso, todo o processo burocrático e de papelada, que envolve assinatura de contrato, carteira de trabalho e passagem de informações também é dever do pessoal de RH, fazendo parte assim da sua rotina.

Treinamento de funcionários

Depois de iniciar o trabalho, é comum que a equipe de RH organize um treinamento para igualar o nível de conhecimento entre os que estão chegando com aqueles que já trabalham na empresa. Dessa forma, um curso completo ou um momento de ambientação podem ser realizados.

Além disso, também são feitos processos de educação continuada, que são treinamentos periódicos para que o conhecimento do funcionário seja reforçado e atualizado de forma progressiva.

Com isso, a empresa alcança uma melhor prestação de serviço e seus funcionários ficam cada vez mais capacitados.

Controlar os horários dos funcionários

O controle de horários é outra rotina essencial dentro de uma empresa, já que é necessário que haja o cumprimento do que foi previsto no contrato para que ocorra uma jornada de trabalho ideal. Para isso, os funcionários de RH podem ter uma ajuda de sistemas automatizados de controle de ponto digital.

Dessa forma, o trabalho não fica tão pesado e ainda é possível associar essa funcionalidade com o potencial de organizar férias, feriados, licenças e qualquer outra atividade em que o funcionário precise se ausentar.

Além disso, é preciso relembrar que empresas com mais de 20 colaboradores o controle de ponto eletrônico passa a ser obrigatório.

Folha de pagamento e benefícios

Não podemos esquecer que a rotina de RH, ela  também envolve gerenciar a parte que envolve os pagamentos dos funcionários, além dos seus benefícios como vale transporte e alimentação. Dessa forma, salário, comissão, adicionais, horas extras e qualquer outro tipo de pagamento deve ser de responsabilidade do RH.

São eles que fazem o processamento de liberação desses valores e qualquer dúvida relacionado a isso, como valores incondizentes, pode ser esclarecida com tal pessoal.

A gestão de benefícios, que não são relacionados diretamente com dinheiro a ser recebido, como assistência médica e odontológica, férias, auxílio-educação e outros, também são de responsabilidade do RH.

Plano de carreira

A perspectiva de crescimento é algo que todo funcionário que gosta de trabalhar na empresa almeja, e, não diferente das outras rotinas citadas, este momento também faz parte das atribuições do setor de Recursos Humanos.

Neste caso, o funcionário pode traçar uma trajetória de ascensão dentro da empresa, de forma a valorizar o funcionário que realmente se dedica e objetiva crescer junto com a empresa.

Processo de desligamento

Como podemos perceber, o setor de RH acompanha o funcionário desde a sua entrada na empresa até a sua saída. No processo de desligamento ele também está presente, assim como as burocracias de início precisaram ser aplicadas, alguns documentos também precisam ser aplicados para que o funcionário seja demitido.

É claro que muitos pontos podem ser alterados a depender do tipo de demissão aplicada na situação, mas uma constante irá permanecer: a mediação do RH em todas estas situações.

Conclusão

Após a leitura do artigo acima, conseguimos compreender um pouco mais sobre a rotina de Recursos Humanos dentro de uma empresa, bem como as etapas desta. Com isso, vimos que tecnologias podem auxiliar o trabalho do pessoal do RH, como o controle de ponto eletrônico, e nesse quesito o Genyo pode ajudar e muito!

A partir de um aplicativo tecnológico a sua empresa pode evoluir muito com relação a organização do calendário, bem como muitas outras vantagens proporcionadas.

Não fique de fora e venha consultar as nossas funcionalidades!

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.