O que é auditoria e como ela funciona?

Você sabe o que é auditoria e como ela funciona? A resposta para essa e muitas outras perguntas você encontra aqui! Veja mais neste artigo!
Sumário
o que é auditoria

Quando o assunto é a contabilidade da empresa, um dos questionamentos que pode ser feito por quem ainda não entende muito bem sobre o tema é: o que é auditoria? Bom, podemos dizer que ela se baseia em transparência, confiabilidade e consistência.

Ou seja, através desses objetivos centrais a contabilidade da empresa vai orientar a sua conduta, para que esses aspectos sejam observados, avaliando práticas, números e resultados.

Pensando em te ajudar a entender um pouco mais sobre o para conseguir aplicar esses conhecimentos em sua empresa, o Genyo preparou este artigo, que vai detalhar o que é auditoria, como ela funciona, quais as diferenças entre auditoria interna e externa, entre outras coisas.

Então, acompanhe a leitura do texto até o final e para não perder nenhuma informação!

O que é auditoria?

Como já mencionamos acima, a auditoria é um processo que envolve inspeção e análise de atividades desenvolvidas por uma empresa. O setor da contabilidade é o responsável por cuidar do tema e verificar se as tarefas estão de acordo com o planejamento e se ainda apresentam eficácia.

Como se trata de uma inspeção que vai examinar e certificar a veracidade dos registros, a auditoria deve ser feita para oferecer mais transparência ao negócio, evitando que informações importantes da operação sejam ocultadas ou manipuladas.

Na prática, a auditoria é uma atividade gerencial de responsabilidade administrativa e, portanto, uma ferramenta de compliance.

Essa análise é promovida por uma equipe, interna ou externa, que se dedica a examinar documentos, registros, notas, demonstrativos, balanços e tudo mais que esteja sujeito a uma avaliação detalhada sobre sua veracidade e precisão contábil.

O principal objetivo de uma auditoria é ampliar a transparência da empresa, garantindo que os seus resultados sejam verídicos e coerentes com a realidade do negócio.

Diferenças entre auditoria interna e auditoria externa

Depois de entender o que é auditoria e descobrir que existem dois modelos, interna e externa, vamos aprender para que serve cada um desses modelos. Confira a seguir!

Interna

A auditoria interna envolve investigações contábeis ou financeiras e a revisão de processos de natureza interna, além de políticas e regimentos estabelecidos pela empresa, que são de responsabilidade da alta administração.

Isso quer dizer que, são os próprios funcionários da companhia que realizam essas atividades. Eles ficam responsáveis por analisar os procedimentos, as práticas de controles internos, os regulamentos, além de avaliarem os registros.

O foco de uma auditoria interna está na melhoria dos diferentes processos de rotina, na correção de possíveis falhas e no monitoramento das atividades empresariais.

Por isso, seu principal objetivo é encontrar meios para garantir o cumprimento dos regimentos, das normas e das políticas internas da empresa.

Para que isso seja possível, é necessário fazer uma avaliação que tem como resultado um relatório de recomendações de periodicidade permanente.

Externa

Diferente da auditoria interna, a externa, como o próprio nome já diz, deve ser feita por auditores independentes, ou seja, empresas que têm alto conhecimento nesse tipo de análise e são contratadas para fazerem um serviço específico.

Esse procedimento tem o objetivo de tornar válidos os dados financeiros, patrimoniais e contábeis da empresa em um período em especial, garantindo aos acionistas e gestores uma maior segurança em relação ao empreendimento, bem como proteção aos ativos da companhia.

Na auditoria externa, o foco principal está em comprovar a veracidade dos dados. Para tanto, o documento final é um parecer técnico que pode ser feito periodicamente.

Companhias que têm receita bruta acima de R$300.000.000 são legalmente obrigadas a passar por auditorias externas, submetendo suas demonstrações contábeis para análise, com o objetivo de mostrar a sua veracidade para os acionistas.

Como funciona uma auditoria?

Que a auditoria tem como objetivo ampliar a transparência da empresa, garantindo que os seus resultados sejam verídicos e coerentes com a realidade do negócio, sem ocultações, distorções ou qualquer outro artifício que manipule a realidade operacional da atividade, você já sabe.

Mas ela também pode ser adotada em casos específicos, como para avaliar alguma tarefa que está passando por modificações, por exemplo.

Além disso, é possível fazer uma auditoria completa, com foco em toda a operação, viabilizando uma avaliação do plano geral. Dessa forma, fica mais fácil determinar onde estão as falhas e, assim, indicar alternativas para corrigi-las e otimizá-las.

Se você é gestor e/ou profissional de RH, um dos seus principais focos é reduzir erros e otimizar processos, e uma excelente forma para isso é fazendo uso de um sistema de controle de ponto eletrônico digital, como o Genyo. Clique aqui e conheça as suas funcionalidades!

Tipos de auditoria

o que é auditoria
o que é auditoria

Agora que você já sabe o que é auditoria, a diferença entre auditoria interna e externa e como ela funciona, chegou a hora de conhecer os tipos de auditoria existentes.

Como a auditoria avalia as atividades desenvolvidas pela empresa, de maneira a conferir a ela a devida adequação em relação aos valores previamente estabelecidos, é importante pensar nesse recurso como uma ferramenta útil para diferentes propósitos.

Além disso, vale destacar que essa inspeção tem diferentes tipos, muitos deles capazes de se complementar. Conheça cada um deles a seguir!

Auditoria Operacional

Em uma auditoria operacional, junto aos funcionários da administração, presta-se assessoria ao desempenho das funções e responsabilidades da gestão, sempre em função do planejamento e do programa de trabalho.

A auditoria operacional avalia se as metas e os objetivos estão sendo alcançados pela empresa, considerando seus diferentes departamentos, as atividades que exercem, os sistemas (ERP), seus controles, suas funções e operações.

Seu foco está na eficiência, economicidade e eficácia. De modo que o objetivo desse processo pode ser dividido nas seguintes metas:

  • identificação das causas de ineficiência ou de desperdícios;
  • busca por falhas e irregularidades presentes no ciclo operacional;
  • verificação da adequação e eficácia dos controles gerenciais internos;
  • validação do desempenho do setor auditado, bem como de seu ciclo operacional;
  • compatibilidade entre as ações operacionais administrativas e as políticas, os planos e as diretrizes;.

Na prática, a auditoria operacional serve para que todos os membros da administração tenham subsídios para melhorar a gestão, buscando eficiência por meio da economicidade para alcançar a eficácia.

Auditoria Contábil

O principal foco da auditoria contábil é o patrimônio da empresa, por isso ela se encarrega de realizar uma análise minuciosa para conferir se o patrimônio da organização está sendo administrado de acordo com as diretrizes criadas pela companhia.

Além disso, com essa análise é possível averiguar se as ações têm respeitado os princípios contábeis. O resultado dessa auditoria é dar à empresa condições para reduzir seus índices de improbidade corporativa.

Com a análise dos documentos contábeis é possível também conferir se a conta das demonstrações contábeis é compatível com a situação financeira, econômica e patrimonial da organização. Por meio de técnicas e procedimentos específicos, o analista verifica se os registros contábeis estão em ordem, bem como os controles internos da empresa a ser auditada.

Outro ponto que pode ser destacado, é que a auditoria contábil pode identificar eventos que têm comprometido o patrimônio da empresa, por meio de exames dos registros contábeis.

Auditoria Ambiental

Essa talvez seja a menos conhecida, mas que também é muito importante para o funcionamento da empresa. Trata-se de uma ferramenta de gestão ambiental com foco na necessidade de as empresas avaliarem passivos ambientais em processos de fusões e aquisições.

De modo geral, a auditoria ambiental representa um meio para que as organizações verifiquem de maneira sistemática os cuidados com o meio ambiente. Com ela é possível verificar se a entidade auditada atende a um conjunto de critérios previamente estabelecidos, que respeitam a legislação vigente.

Auditoria Financeira

No caso da auditoria financeira, seu papel é garantir que os valores físicos existentes sejam compatíveis com os saldos registrados nos extratos bancários, bem como nos registros contábeis e no boletim de caixa. Esse processo envolve também a análise a respeito de toda a movimentação financeira da empresa.

De modo geral, a auditoria financeira encontra meios para aumentar o grau de confiança nas demonstrações dos usuários. Por conta disso, é feito o mapeamento dos mais diversos processos do departamento, entre eles podemos citar as transferências bancárias, o pagamento de fornecedores, as conciliações, entre outros.

Dessa forma, com uma auditoria financeira é possível ter benefícios, como contribuir para que as leis fiscais sejam respeitadas, dificultar ações que comprometam o caixa da empresa, garantir a eficiência do controle financeiro, garantir maior segurança nos controles internos do departamento financeiro e apresentar soluções mais adequadas, como a implementação de um sistema de gestão financeiro.

Auditoria Fiscal e Tributária

Este talvez seja o tipo de auditoria mais conhecido e mais falado no mundo corporativo. A auditoria fiscal tem seu foco em garantir que as obrigações tributárias de uma empresa estejam sendo cumpridas conforme a legislação. Para isso, o auditor vai analisar os aspectos fiscais e tudo o que envolve a gestão administrativa da companhia.

É graças a auditoria fiscal que a empresa reúne condições para evitar erros tributários, ao fazer isso e tendo um controle adequado dos procedimentos legais, esse recurso torna possível também recuperar impostos pagos de maneira indevida.

Vale destacar que uma das principais características da legislação tributária brasileira é sua complexidade. Então, se a empresa não fizer um bom controle a respeito das questões legais, ela tende a se tornar uma presa fácil para a alta carga tributária presente no país e, assim, ter maiores dificuldades para exercer suas atividades.

Esse tipo de auditoria é fundamental para que a empresa tenha condições de fazer a devida gestão tributária, impedindo que o gasto com impostos, taxas e tarifas evolua como uma bola de neve e interfira na busca por seus objetivos.

Por que é importante fazer uma auditoria?

Se você acompanhou a leitura do texto até aqui, pôde ter uma noção de como uma auditoria, seja ela interna ou externa, é importante para o funcionamento adequado de uma empresa.

Apesar de ser um processo cheio de burocracias, são as auditorias que possibilitam o funcionamento das empresas e previne que elas tenham problemas fiscais.

Além disso, a auditoria é fundamental para melhorar a maneira como a empresa lida com suas atividades e também no combate a problemas como fraudes e até roubos dentro da companhia.

Isso permite que os gestores tenham uma melhor compreensão a respeito da realidade da empresa e da eficácia dos diferentes processos que fazem parte da rotina dela.

Portanto, a auditoria não só visa amenizar problemas, mas também atua como uma aliada estratégica para a empresa, pois permite uma maior eficiência operacional nos processos e oferece segurança para que o empreendimento cresça com as atividades sob controle e sem riscos do ponto de vista legal.

Por que optar por um sistema de controle de ponto eletrônico digital na sua empresa?

Se você é um gestor ou profissional de RH deve saber que toda empresa com mais de 20 funcionários tem obrigação de fazer o controle da jornada de trabalho dos seus funcionários.

Por isso, poder contar com uma solução prática que permite o acesso diretamente do smartphone ou tablet do trabalhador otimiza o processo e dá segurança.

Fazer uso de um sistema de controle de ponto eletrônico digital é a melhor escolha para quem quer gerir o seu negócio com segurança e qualidade, além de diminuir as muitas demandas que fazem parte do dia a dia de uma empresa. O Genyo está entre os melhores sistemas de controle de ponto do mercado.

Com ele é possível fazer o registro de ponto pelo computador, celular ou tablet, seu funcionamento é online e offline, ou seja com ou sem internet. Além disso, através do aplicativo o funcionário consegue ser notificado na hora que deve fazer o registro do ponto, evitando esquecimento e gastos com horas extras que não eram necessárias.

São muitas as funcionalidades e vantagens que este sistema oferece. Inclusive, é possível fazer um teste grátis. Ou seja, você não paga nada para experimentar e ver se realmente funciona. Bom, o difícil é não se apaixonar pelo sistema que é inteligente até no nome.

Ficou interessado? Clique aqui e conheça o Genyo!

Outros artigos relacionados

recusar atestado médico
Gestão de negócios

Quando a empresa pode recusar atestado médico?

Descubra em quais situações uma empresa pode recusar atestado médico e o que a legislação brasileira diz sobre essa contestação. Veja mais neste artigo!

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.