Doenças do Trabalho: Confira a lista e veja como prevenir

Conheça as principais Doenças do Trabalho e aprenda estratégias para prevenção e promoção da saúde ocupacional no ambiente laboral. Veja mais neste artigo!
Sumário
doenças do trabalho

O Ministério da Saúde atualizou a lista de doenças do trabalho, adicionando 165 novas patologias. Isso inclui doenças de saúde mental, cânceres e a COVID-19.

Essa atualização levanta discussões sobre segurança e qualidade de vida no trabalho. Sendo assim, como prevenir as principais doenças ocupacionais.

No artigo abaixo, vamos compreender as atualizações propostas pelo Ministério da Saúde, as principais doenças relacionadas ao trabalho e como evitá-las. Leia com atenção!

Atualização do Ministério da Saúde sobre doenças do trabalho

O Ministério da Saúde anunciou recentemente uma atualização importante em relação às doenças do trabalho. Foram adicionadas 165 novas patologias à lista, que agora conta com um total de 347 enfermidades que podem ser enquadradas como doenças relacionadas ao trabalho.

Essa atualização abrange uma ampla variedade de doenças, incluindo a COVID-19, doenças de saúde mental, cânceres e outras condições relacionadas ao ambiente ocupacional. Isso reflete a crescente conscientização sobre os efeitos negativos que o trabalho pode ter na saúde geral dos trabalhadores.

Uma das novidades mais significativas nessa atualização é a inclusão de comportamentos relacionados a exposições ocupacionais como fatores de risco para o desenvolvimento de certas doenças.

Além disso, outras categorias de doenças também foram atualizadas com base em novas pesquisas e avanços científicos.

A atualização do Ministério da Saúde é um marco importante no reconhecimento das doenças do trabalho e visa proporcionar uma melhor proteção e suporte aos trabalhadores afetados.

Para conferir a lista atualizada de Doenças do Trabalho, de acordo com os dados oficiais do Governo, não há segredo: basta clicar aqui.

O que são doenças do trabalho?

Doenças do trabalho são condições de saúde adversas desenvolvidas em função de fatores especiais presentes no ambiente de trabalho, relacionadas diretamente a ele.

Essas enfermidades podem ser adquiridas ou desencadeadas devido às condições especiais do local de trabalho.

É importante comprovar que a saúde piorou devido às atividades laborais para que seja reconhecida como uma doença do trabalho. Tal comprovação permite ao colaborador afastar-se temporariamente pelo INSS e receber suporte para tratamento.

Na tabela abaixo, você pode conferir os principais impactos das doenças do trabalho, exemplos de condições relacionadas à vida laboral e métodos práticos de tratamento e suporte:

Impacto das Doenças do Trabalho Exemplos de Doenças Tratamento e Suporte
Afeta a saúde e qualidade de vida dos trabalhadores Lesão por Esforço Repetitivo (LER), Síndrome de Burnout, distúrbios musculares Afastamento temporário pelo INSS, acompanhamento médico, reabilitação
Prejudica a produtividade e desempenho no trabalho Dermatoses ocupacionais, doenças respiratórias relacionadas a substâncias químicas Adequação do ambiente de trabalho, controle dos agentes nocivos
Aumenta os custos para as empresas Surdez ocupacional, intoxicação por agentes químicos Cobertura dos gastos médicos pela empresa, programas de prevenção

Impacto das doenças do trabalho no ambiente laboral

As doenças do trabalho têm um impacto significativo tanto para os trabalhadores quanto para as empresas. Elas podem afetar a saúde física e mental dos colaboradores, comprometendo sua capacidade de trabalho e qualidade de vida.

Da mesma forma, essas doenças também resultam em custos financeiros consideráveis para as empresas, devido aos gastos com tratamentos médicos, afastamentos e até mesmo redução da produtividade.

Por isso, é de extrema importância reconhecer e prevenir as doenças do trabalho, garantindo um ambiente laboral saudável e seguro.

Além de proporcionar um local de trabalho adequado, é essencial oferecer suporte médico e acompanhamento aos trabalhadores afetados. Com isso, é possível minimizar o impacto negativo dessas doenças e promover a saúde e bem-estar no ambiente de trabalho.

Principais doenças relacionadas ao trabalho

Como você já sabe, as doenças do trabalho podem ter um impacto significativo na saúde e bem-estar dos colaboradores. Nesse sentido, reconhecer e prevenir essas enfermidades para garantir a segurança e qualidade de vida no ambiente de trabalho.

Abaixo estão algumas das principais doenças ocupacionais a serem observadas:

  • Lesão por Esforço Repetitivo (LER): Provocada por movimentos repetitivos, como digitação, esse tipo de lesão afeta principalmente as mãos e os membros superiores.
  • Distúrbio Relacionado ao Trabalho (DORT): Similar à LER, o DORT também é causado por movimentos repetitivos, mas pode afetar diferentes partes do corpo, como braços, pescoço e costas.
  • Surdez definitiva ou temporária: Exposição a ruídos excessivos no ambiente de trabalho pode levar à perda de audição, temporária ou permanente.
  • Sofrimentos psíquicos: Ansiedade e estresse são problemas comuns relacionados ao trabalho e podem ter um impacto significativo na saúde mental dos colaboradores.
  • Síndrome de Burnout: Causada pela exaustão emocional e física, essa síndrome é frequentemente relacionada a condições de trabalho estressantes e sobrecarga de tarefas.
  • Dermatose ocupacional: Condição inflamatória da pele causada pela exposição a substâncias químicas ou irritantes no ambiente de trabalho.
  • Asma ocupacional: Desenvolvida devido à exposição a substâncias irritantes ou alérgenos no local de trabalho, a asma ocupacional pode causar dificuldades respiratórias.

Essas são apenas algumas das principais doenças relacionadas ao trabalho. É importante estar ciente dos riscos associados a cada ocupação e adotar medidas preventivas adequadas.

Isso inclui fornecer treinamento adequado, garantir ergonomia adequada, promover pausas regulares e oferecer equipamentos de proteção individual quando necessário.

Doença Causas Sintomas Prevenção
Lesão por Esforço Repetitivo (LER) Movimentos repetitivos, postura inadequada Dor e inflamação nos membros superiores Uso de equipamentos ergonômicos, pausas regulares
Distúrbio Relacionado ao Trabalho (DORT) Movimentos repetitivos, postura inadequada Dor nos braços, pescoço e costas Uso de equipamentos ergonômicos, pausas regulares
Surdez definitiva ou temporária Exposição a ruídos excessivos Perda temporária ou permanente da audição Uso de protetores auriculares, limitação da exposição a ruídos intensos
Sofrimentos psíquicos Estresse, pressão excessiva no trabalho Ansiedade, estresse, exaustão emocional Promoção de um ambiente de trabalho saudável, apoio psicológico
Síndrome de Burnout Sobrecarga de trabalho, condições estressantes Fadiga extrema, exaustão emocional Gestão adequada da carga de trabalho, suporte emocional
Dermatose ocupacional Exposição a substâncias químicas ou irritantes Irritação, vermelhidão, coceira na pele Uso de EPIs, medidas de higiene adequadas
Asma ocupacional Exposição a substâncias irritantes ou alérgenos Falta de ar, chiado no peito Redução da exposição a agentes causadores, uso de EPIs

Como evitar doenças do trabalho?

Para evitar doenças do trabalho, é importante seguir as normas regulamentadoras que proporcionam parâmetros para adaptar as condições laborais às características dos trabalhadores, visando conforto e segurança.

Sob o mesmo ponto de vista, a promoção de ações educativas em saúde, como ginástica laboral e pausas regulares durante o trabalho, pode ser eficaz na prevenção.

É essencial fornecer equipamentos de proteção individual adequados, oferecer treinamentos e capacitações, e criar um ambiente de trabalho saudável e seguro.

Abaixo, temos as principais normas reguladoras estabelecidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego:

Normas Regulamentadoras Descrição
NR-6 Fornecedor de Equipamentos de Proteção Individual (EPI)
NR-7 Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO)
NR-17 Ergonomia
NR-9 Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)
NR-32 Segurança e saúde no trabalho em serviços de saúde

A adoção dessas normas e regulamentações é fundamental para garantir a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais.

A consulta a profissionais especializados em medicina do trabalho e a realização de exames periódicos também podem ajudar a identificar precocemente possíveis doenças relacionadas ao trabalho.

Vale salientar que a prevenção é sempre o melhor caminho para garantir a saúde e o bem-estar dos colaboradores.

Doenças do trabalho possuem CID?

Sim! As doenças do trabalho possuem classificações específicas na CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde).

Essas classificações permitem identificar e registrar as doenças relacionadas ao trabalho de forma padronizada. A CID facilita o estudo da relação entre adoecimento e trabalho, permitindo o diagnóstico, tratamento e ações de vigilância e promoção da saúde.

Veja abaixo o CID de algumas da principais doenças do trabalho em 2024:

Doença do Trabalho Código CID
Lesão por Esforço Repetitivo (LER) M75.1
Distúrbio Relacionado ao Trabalho (DORT) G56
Surdez definitiva ou temporária H90-H91
Sofrimentos psíquicos como ansiedade e estresse F40-F42
Síndrome de Burnout Z73.0
Dermatose ocupacional L23-L25
Astma ocupacional J67

Conscientização sobre as doenças do trabalho

Após a atualização das doenças do trabalho, é crucial que seja realizada a conscientização dos profissionais de saúde, dos empregadores e dos colaboradores sobre as mudanças e atualizações na lista.

Sob a mesma perspectiva, é muito importante promover a prevenção e cuidar da saúde ocupacional, além de garantir o cumprimento das normas regulamentadoras para criar um ambiente de trabalho mais seguro e saudável.

A conscientização dos profissionais de saúde é o primeiro passo para identificar e diagnosticar adequadamente as doenças do trabalho, permitindo um tratamento eficaz e o suporte necessário aos trabalhadores afetados.

Sendo assim, os médicos e especialistas devem estar atualizados sobre a lista de doenças e suas características para oferecer um atendimento qualificado.

Para os empregadores, é instrumental compreender as implicações das doenças do trabalho e implementar medidas de prevenção adequadas em seus locais de trabalho.

Isso envolve fornecer treinamentos regulares sobre saúde ocupacional, equipamentos de proteção individual adequados e criar um ambiente que valorize a segurança e o bem-estar dos colaboradores.

Os colaboradores também desempenham um papel importante. Eles devem estar cientes das mudanças na lista de doenças do trabalho e compreender os riscos e sintomas dessas enfermidades.

Por fim, devem adotar medidas de prevenção, como o uso correto de equipamentos de proteção individual e a busca por ajuda médica quando necessário.

Colaboração para evitar doenças do trabalho

A colaboração entre todos os envolvidos – profissionais de saúde, empregadores e colaboradores – é imprescindível para garantir a segurança e o bem-estar no ambiente de trabalho.

A troca de informações, o trabalho em equipe e o cumprimento das normas regulamentadoras criam um ambiente mais saudável e previnem o surgimento de doenças ocupacionais.

Também é importante promover uma cultura de cuidado com a saúde ocupacional, onde todos se sintam responsáveis pelo bem-estar de si mesmos e de seus colegas. Esse compromisso compartilhado contribui para a criação de um ambiente de trabalho mais seguro, saudável e produtivo.

Profissionais de Saúde Empregadores Colaboradores
Acompanhar as atualizações e características das doenças do trabalho Implementar medidas de prevenção e promover a saúde ocupacional Conhecer os riscos, adotar medidas preventivas e buscar ajuda médica
Diagnosticar corretamente as doenças e oferecer tratamento adequado Fornecer treinamentos e equipamentos de proteção individual adequados Utilizar corretamente equipamentos de proteção individual e seguir as orientações
Oferecer suporte e orientações aos trabalhadores afetados Criar um ambiente de trabalho seguro, saudável e produtivo Compartilhar informações sobre sintomas e riscos com colegas e empregadores

FAQ

O Ministério da Saúde atualizou a lista de doenças do trabalho?

Sim, o Ministério da Saúde atualizou a lista de doenças do trabalho, adicionando 165 novas patologias.

Quais são as principais doenças relacionadas ao trabalho?

As principais doenças relacionadas ao trabalho incluem Lesão por Esforço Repetitivo (LER), Distúrbio Relacionado ao Trabalho (DORT), surdez definitiva ou temporária, sofrimentos psíquicos como ansiedade e estresse, Síndrome de Burnout, dermatose ocupacional e asma ocupacional.

O que são doenças do trabalho?

Doenças do trabalho são condições de saúde adversas desenvolvidas em função de fatores especiais presentes no ambiente de trabalho. Essas enfermidades podem ser adquiridas ou desencadeadas devido às condições especiais do local de trabalho.

Como evitar doenças do trabalho?

Para evitar doenças do trabalho, é importante seguir as normas regulamentadoras que proporcionam parâmetros para adaptar as condições laborais às características dos trabalhadores, além de promover ações educativas em saúde e fornecer equipamentos de proteção individual adequados.

As doenças do trabalho possuem classificações específicas?

Sim, as doenças do trabalho possuem classificações específicas na CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde), o que facilita o estudo da relação entre adoecimento e trabalho, permitindo o diagnóstico, tratamento e ações de vigilância e promoção da saúde.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog