CEO é o dono da empresa? Tire essa e outras dúvidas

Vamos entender neste artigo se o CEO é o dono da empresa e quais são as atribuições desse cargo. Vem com a gente! Veja mais neste artigo!
Sumário
CEO é o dono da empresa

Existem muitas dúvidas na internet no que diz respeito a qual título se dar ao fundador da empresa. Dessa maneira, ainda surge a pergunta daqueles que trabalham no ambiente empresarial: CEO é o dono da empresa?

O cargo que você se dá enquanto dono da sua empresa diz muito sobre quais suas competências dentro da organização e o que podem os funcionários, clientes e terceiros esperar de você. Por isso, os empresários devem ficar atentos na nomenclatura certa a se usar, já que embora muito parecida as suas atribuições, possuem ligeiras diferenças entre cada uma.

Pensando em ajudar os empresários que ainda não sabem muito bem qual cargo ocupa em sua empresa, tendo também dúvidas sobre qual a função do CEO e se ele é o verdadeiro dono da empresa, o Genyo redigiu esse artigo para você.

O que significa CEO?

CEO nada mais é do que um anglicismo que aplicamos na língua portuguesa que é uma abreviação do termo em inglês “Chief Executive Officer”, podendo ser chamado também de “diretor executivo”.

Tradicionalmente, o CEO supervisiona todo o negócio, gerenciando as operações do cotidiano, ao mesmo tempo em que elabora e implementa estratégias para impulsionar a empresa em direção às suas visões de longo prazo.

Uma parte fundamental disso é a delegação. Isto é, o CEO não pode tentar alcançar tudo com suas próprias mãos, devendo encontrar as pessoas certas no negócio para confiar tarefas específicas.

Ter uma sólida formação em finanças ajuda na criação e gestão de objetivos estratégicos. Como o objetivo da maioria das empresas é obter lucro, um CEO deve saber como garantir um fluxo de caixa suficiente, investir o excesso de caixa da empresa e controlar a dívida.

Um CEO geralmente precisa ter uma compreensão completa de como cada departamento da empresa funciona. Isso ocorre porque eles se envolvem em um pensamento geral. Para fazer isso efetivamente, eles devem saber como todas as peças se encaixam para criar uma máquina bem oleada.

Excelentes habilidades interpessoais geralmente são um pré-requisito para a função. O executivo-chefe de uma empresa deve ser capaz de se comunicar, educar e motivar os membros da equipe que lidera.

Você pode encontrar CEOs de todos os setores e tamanhos de empresa. Isso é tudo, desde empresas em estágio inicial com três funcionários até enormes conglomerados globais com milhares de funcionários.

Agora que já aprendemos um pouco sobre o que faz um CEO, vamos entender sobre o dono da empresa e suas atribuições.

O que faz o dono da empresa?

O dono de uma empresa é um indivíduo que inicia uma empresa e a leva do estágio de planejamento para uma operação lucrativa. Eles reconhecem uma oportunidade de mercado para um produto ou serviço e a agarram.

Um proprietário pode ter propriedade total ou parcial de uma empresa. Se um indivíduo possui 100% de uma empresa, essa pessoa é seu único proprietário. Se um proprietário de negócios tiver um sócio com participação acionária na empresa, esse sócio é um coproprietário.

Alguns proprietários de empresas estão ativamente envolvidos, enquanto outros adotam uma abordagem mais indireta. O proprietário de uma empresa pode optar por trabalhar diretamente em seus negócios. Outro pode nomear um gerente para supervisionar as tarefas do cotidiano.

Em empresas menores, os donos geralmente não têm recursos financeiros para contratar um CEO. Isso significa que, quando uma empresa está começando, o proprietário normalmente também é o CEO, sem realmente ter o título. Na verdade, eles podem assumir ainda mais funções além da de CEO..

Assim que o negócio crescer o suficiente, o proprietário pode decidir conferir o título de CEO a si mesmo. No entanto, ao contrário do CEO de uma empresa pública que se reporta a um conselho, o CEO de uma empresa privada que também é proprietário não responde a ninguém.

O dono de uma empresa nem precisa desempenhar nenhuma função gerencial para ser considerado um. Na verdade, se um dono de empresa deseja que seu negócio alcance todo o seu potencial, ele deve estar disposto a delegar responsabilidades a outras pessoas quando for a hora certa.

Qual a diferença entre um CEO e o dono da empresa?

CEO é o dono da empresa

Como vimos nos tópicos anteriores, o CEO e o dono da empresa possuem definições diferentes. Embora ambos os papéis sejam fundamentais em uma grande empresa, dono e CEO não são a mesma coisa. O dono é o criador do negócio, que pode contratar um CEO mais adiante.

Uma das principais diferenças entre os cargos de dono e CEO são suas responsabilidades. Quando o proprietário de uma empresa começa a criar planos para sua empresa, uma das primeiras coisas que ele precisa decidir é qual título dar a si mesmo e a qualquer outro funcionário.

Eles também precisam criar um plano de negócios e definir metas. Por outro lado, o CEO precisa gerenciar o banco de talentos dos funcionários e ajudar a escalar o negócio.

Essencialmente, as responsabilidades de dono da empresa e CEO são diferentes. Sendo assim, vamos elencar quais são as responsabilidades de cada cargo nos tópicos seguintes:

Quais as responsabilidades do dono da empresa?

Os donos de empresas fazem o que for preciso para tornar seu empreendimento um sucesso. Isso significa fazer as pequenas coisas das quais algumas pessoas podem não gostar, como trabalho administrativo, levar pedidos aos correios ou criar uma estratégia de marketing.

As tarefas diárias de um dono de empresa dependem do tipo de negócio e de como ele escolhe gastar seu tempo. Mas eles normalmente se resumem às seguintes funções e responsabilidades:

●     Planejamento e estratégia

Proprietários de pequenas empresas são responsáveis ​​pela direção de sua própria empresa. Eles são responsáveis ​​por criar e gerenciar seu plano de negócios, desenvolver suas campanhas de marketing e encontrar maneiras de manter a empresa competitiva e lucrativa.

Pesquisa e planejamento são habilidades essenciais para um empresário. Muitos proprietários de empresas também usam aplicativos de gerenciamento de tempo para cumprir prazos, diminuir o estresse e criar um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

●     Finanças e contabilidade

Os donos de empresas precisam gerenciar as finanças adequadamente para dar uma chance de sucesso ao negócio. O dono da empresa é responsável por obter capital inicial para estabelecer o negócio, seja por meio de um empréstimo para pequenas empresas ou financiamento coletivo, além de despesas de financiamento para desenvolvimento de produtos, ativos de marketing e contratação de funcionários.

Outro ponto importante que o dono da empresa deve ficar atento é não esquecer de manter contas bancárias comerciais, processamento de pagamentos, impostos e contabilidade geral.

●     Compliance e serviço jurídico

Os donos das empresas também são responsáveis ​​pelo cumprimento das leis do seu país e estado. Além disso, o dono da empresa deve adequar o seu negócio à legislação e entender os requisitos legais para operá-lo, que é o que chamamos de compliance.

O dono da empresa também deve conhecer o básico das leis trabalhistas e deve ter um advogado disponível se tiver algum problema com funcionários ou clientes. Tudo, desde contratos legais e acordos de vendas, é escrito, revisado e assinado pelo dono da empresa.

●     Marketing e vendas

O dono da empresa também precisa operar o marketing e as vendas dos seus produtos para ganhar dinheiro como um negócio. Dependendo do tipo de negócio, o dono da empresa será responsável por participar de ligações de vendas e fechar negócios nos estágios iniciais.

O dono da empresa também será a pessoa certa para criar campanhas, aprovar anúncios, executar marketing de mídia social e marketing por e-mail e conduzir outras atividades de marketing para a empresa.

●     Serviço ao cliente

Nos estágios iniciais da empresa, é comum que os donos sejam o principal agente de suporte ao cliente. As tarefas incluem atender telefones e e-mails.

Cabe ao dono da empresa nesse estágio construir uma reputação positiva para sua empresa e encantar os clientes para que deixem avaliações positivas e façam compras repetidas. À medida que o negócio cresce, ele pode contratar um funcionário para ajudar nas tarefas de atendimento ao cliente.

●     Contratação e Recursos Humanos

Os donos de empresas também são responsáveis ​​por formar uma grande equipe para operar o negócio. Isso inclui encontrar e contratar novos funcionários e treinar e desenvolver os existentes.

O dono da empresa criará as descrições de cargo, fará análises de desempenho e controlará o pagamento, os benefícios e as promoções dos funcionários em sua empresa.

Quais as funções de um CEO?

Agora que já sabemos quais as responsabilidades de um dono de empresa, vamos entender um pouco quais as funções desempenhadas por um CEO. Embora muito parecidas com as funções de um dono da empresa, há algumas diferenças entre elas. Vamos dar uma olhada em cada uma delas:

●     Desenvolver objetivos e direcionamentos estratégicos

O CEO é responsável por elaborar novos planos estratégicos e políticas para tornar suas visões realidade. Ao definir metas e objetivos claros, o CEO ajuda os funcionários a entenderem melhor as expectativas futuras de crescimento dos negócios, tanto a curto quanto a longo prazo.

●     Implementar planos propostos

Os CEOs dirigem e supervisionam o direcionamento estratégico geral do negócio, desenvolvendo estratégias e planos de negócios de alta qualidade que se alinham com seus objetivos de curto e longo prazo.

É seu dever comunicar sua abordagem para toda a empresa a fim de garantir que suas operações estejam funcionando de acordo com sua estratégia abrangente, com o objetivo final de maximizar lucros, aumentar o valor do acionista e melhorar a posição no mercado.

●     Orçamento

O CEO deve primeiro definir um orçamento anual para alocar capital em consideração a fatores como lucro líquido, fluxo de caixa e a avaliação que desejam alcançar.

Com a ajuda do departamento financeiro, os CEOs consideram variáveis, como flutuações do setor, ao calcular possíveis despesas, receitas e lucratividade para o próximo ano. Só então, com o departamento financeiro gerenciando o fluxo de caixa e realizando análises fiscais e financeiras ao longo do ano

●     Relações públicas

O público naturalmente associa o CEO como sendo a cara da empresa, tornando-o uma ferramenta de marketing quase obrigatória. Como principal representante do negócio, espera-se que o CEO exemplifique o comportamento exemplar, com seus valores públicos e ações, boas e más, tendo um grande impacto na reputação da empresa.

●     Comunicar-se com os diretores

A diretoria pode facilmente se tornar uma das duas coisas – a maior aliada de um CEO ou a causa de sua morte. Assim como as expectativas devem ser comunicadas aos funcionários, a diretoria deve ser mantida informada sobre importantes e até mesmo difíceis decisões de negócios por meio de reuniões regulares.

●     Acompanhar o desempenho da empresa

O CEO deve ter um acompanhamento dos desempenhos da empresa para orientar os ajustes necessários e ajudar a empresa a atingir suas novas metas. Além disso, é necessário também  monitorar o mercado é crucial para ajudar a empresa a resistir a forças externas e progredir em direção a seus objetivos de longo prazo.

●     Estabelecer uma cultura de trabalho

Existe uma certa admiração dos demais funcionários para com o CEO. Sendo assim, criar uma cultura de trabalho saudável significa liderar pelo exemplo. Ao exibir as mesmas atitudes de trabalho que você espera dos outros, os CEOs ganharão respeito e servirão como uma melhor motivação para que os funcionários retribuam e façam o mesmo por eles.

Um ambiente de trabalho positivo e saudável deve estar alinhado com os valores, visões e objetivos da empresa. Com uma cultura de trabalho produtiva – e um conjunto claro de valores da empresa, os CEOs são capazes de conduzir melhores níveis consistentes e altos de desempenho em toda a empresa.

Conclusão

Diante do exposto neste artigo que preparamos para vocês, vimos que o CEO não necessariamente é o dono da empresa. Em verdade, o CEO é o Diretor Executivo, sendo o cargo mais alto dentro da hierarquia das operações de uma organização.

Assim, nada impede que o CEO seja também o dono da empresa. Contudo, isso não é uma regra. O CEO pode ser contratado para o cargo ou ser nomeado pela Diretoria da empresa, podendo também ser o próprio dono da empresa a ocupar esse cargo.

Seja você CEO ou dono da empresa, são inúmeros os benefícios de se contratar o serviço do Genyo para sua organização.

Confira as nossas funcionalidades!

 

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.