Assiduidade: o que é, qual a importância e como calcular?

Você quer saber como anda a assiduidade dos seus funcionários? Descubra mais sobre esse artigo que preparamos para você! Veja mais neste artigo!
Sumário
assiduidade

Se você quer medir como anda a produtividade e o engajamento  dos seus funcionários, assiduidade é um dos indicadores mais importantes para isso.

Existem muitos indicadores importantes a serem acompanhados pelo RH e olhar para a assiduidade dos colaboradores é um deles. Um colaborador assíduo faz toda a diferença no desempenho das atividades e estratégias da empresa

Esse critério trata da frequência dos colaboradores, já que um colaborador assíduo é aquele que se preocupa em honrar seus compromissos, evitando faltas e atrasos, e que executam suas tarefas com afinco. E é exatamente por esse motivo que colaboradores assíduos são valorizados e estimulados dentro das empresas.

Além disso, a assiduidade pode revelar dados interessantes sobre o comportamento dos funcionários e a qualidade do ambiente de trabalho.

Pensando em ajudar a sua empresa, o Genyo preparou este artigo, que vai esclarecer o que é, qual a importância e como calcular a assiduidade dos funcionários de uma empresa. Então, acompanhe a leitura até o final para não perder nada!

O que é assiduidade?

Por definição assiduidade significa: constância, regularidade, consistência e frequência. Isso quer dizer que um indivíduo assíduo é  aquele que cumpre suas ações e obrigações com esforço e frequência.

Se pensarmos no ambiente de trabalho, assiduidade tem a ver com comprometimento, desempenho, entrega, produtividade, engajamento e tantas outras características do profissional com a empresa.

Um funcionário assíduo, não só se mantém presente no ambiente de trabalho, mas também cumpre os compromissos estabelecidos em seu posto e tem um desempenho constante e confiável com suas tarefas da empresa.

Essa é uma soft skill, ou seja, uma habilidade comportamental muito valorizada no mercado de trabalho, afinal, contar com pessoas comprometidas, que desempenham bem a suas funções é fundamental para o crescimento da empresa.

Características que um funcionário assíduo deve ter

  • Preciso: comete poucos erros;
  • Persistente: não desanime na frente dos obstáculos;
  • Desempenho confiável: mantém a qualidade do trabalho;
  • Obstinado: está sempre em busca de uma evolução profissional;
  • Comprometido: não falta ao trabalho sem justificativa e não se atrasa;
  • Qualidade e consistência das entregas acima da média: se esforça diariamente para entregar bons resultados;
  • Senso de dono: sempre dá o seu máximo e sempre procura se aprimorar, visando os bons resultados da empresa.

Diferenças entre assiduidade e pontualidade

É comum que as pessoas confundem esses dois termos que, apesar de complementares, não significam a mesma coisa. A assiduidade, como falamos, tem a ver com dedicação e comprometimento com suas obrigações de forma constante e confiável.

Já a pontualidade está associada ao horário, ou seja, ao estar nos compromissos na hora certa. Elas são características complementares, mas que por si só não atestam que os funcionários que as possuem terão um bom desempenho das suas funções da empresa.

É importante destacar que embora as palavras não signifiquem a mesma coisa, ambas andam de mãos dadas. Por serem características que andam de mãos dadas, é extremamente difícil que um profissional seja extremamente assíduo se chegar atrasado ao trabalho todos os dias, por exemplo. Como também, o colaborador que é extremamente pontual, mas não se dedica com afinco à realização de suas tarefas.

Qual a importância da assiduidade?

A assiduidade é uma característica que vários profissionais devem desenvolver, já que ela é muito valorizada nas empresas. Afinal, o trabalhador que tem essa soft skill, de comprometimento com os negócios, é um profissional valioso para qualquer organização.

Além disso, um profissional assíduo costuma gerar um impacto positivo nos demais colaboradores. Ele se torna uma referência a ser seguida e pode acabar contaminando os demais funcionários, positivamente. Por isso, ter um funcionário que projeta tais qualidades para o restante da empresa é uma vantagem para qualquer negócio.

A assiduidade é importante pois fomenta:

  • Aumento da produtividade;
  • Fortalecimento da cultura organizacional;
  • Aumento do “senso de dono” dos colaboradores;
  • Aumento dos resultados e crescimento do negócio;
  • Facilidade na integração e onboarding de novos talentos;
  • Aumento da credibilidade das equipes e da empresa como um todo;
  • Lideranças que confiam no desempenho de suas equipes e vice-versa;

Ao fazer o exercício constante da assiduidade na empresa, muito provavelmente você terá como resultado o aumento da produtividade e a melhoria dos negócios como um todo.

O que diz a CLT sobre assiduidade

Funcionários que são regidos pelo regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), possuem direitos e deveres. De acordo com a lei, a assiduidade pode ser vista como um adicional e ser considerada uma gratificação para os colaboradores, desde que respeite a lei ou acordos coletivos.

Como podemos ver no artigo 457 da CLT e seus incisos:

Art. 457 – Compreendem-se na remuneração do empregado, para todos os efeitos legais, além do salário devido e pago diretamente pelo empregador, como contraprestação do serviço, as gorjetas que receber.

  • 1o Integram o salário a importância fixa estipulada, as gratificações legais e as comissões pagas pelo empregador.
  • 2o As importâncias, ainda que habituais, pagas a título de ajuda de custo, auxílio-alimentação, vedado seu pagamento em dinheiro, diárias para viagem, prêmios e abonos não integram a remuneração do empregado, não se incorporam ao contrato de trabalho e não constituem base de incidência de qualquer encargo trabalhista e previdenciário.

Isso quer dizer que, sempre que esse adicional for utilizado pelo funcionário, deve ser contabilizado, também, na base de cálculos relacionados a benefícios como 13° salário e férias, por exemplo.

Sabe qual é a melhor forma de ter garantias sobre o cálculo da assiduidade e demais direitos e deveres do funcionário? Optando por um sistema de controle de ponto eletrônico digital como o Genyo. Clique aqui e conheça as suas funcionalidades!

Como estimular a assiduidade dos funcionários?

assiduidade

Para que você possa estimular a assiduidade dos seus funcionários, primeiro você precisa conhecer o comportamento dos mesmos e mapear circunstâncias e possíveis problemáticas relacionadas à essa questão.

Para ter uma compreensão melhor sobre como anda o nível de assiduidade dos seus colaboradores, o ideal é fazer o monitoramento da taxa de ausências. Mas é claro que também existem outras alternativas disponíveis para mensurar a situação de sua corporação.

Com o resultado em mãos, você saberá se enfrenta grandes problemas com faltas ou atrasos de colaboradores. Se as taxas forem altas, significa que a assiduidade precisa ser trabalhada na sua empresa e você precisa desenvolver ações para sanar essa possível problemática.

Para te ajudar, separamos algumas dicas que você pode utilizar para estimular a assiduidade dos seus funcionários. Confira!

Dê reconhecimento aos seus colaboradores

Os colaboradores de uma empresa só terão interesse em ser assíduos se ela reconhecer seus esforços e evidenciar que eles são parte importante na construção e no crescimento do negócio. Dessa forma, além de aumentar a assiduidade, também é um amenizador de estresse e desmotivação.

Crie metas e objetivos

Ao criar metas e objetivos para os funcionários da sua empresa, além de ser uma forma de os manter motivados a desempenhar suas funções, também estimula a assiduidade porque traz clareza aos colaboradores sobre as atividades que eles precisam cumprir, e como sua parte é importante para que os interesses da empresa sejam atendidos.

Cuide do clima organizacional

Independente do objetivo que você tenha, essa é uma das primeiras práticas que você pode adotar na sua empresa, trabalhar o clima organizacional, que precisa ser agradável a todos.

Na hora de pensar em estimular a assiduidade do seu funcionário, também é importante levar em consideração como ele se sente, isso vai influenciar em todos os aspectos do seu trabalho.

Se ele está satisfeito e confortável naquele ambiente, consequentemente será mais produtivo, irá se empenhar para sempre chegar no horário e se dedicará ao máximo às suas atividades.

Faça uso do adicional de assiduidade

Essa pode ser uma das melhores formas de estimular a assiduidade dos seus funcionários: o chamado adicional de assiduidade. De maneira geral, ele é uma bonificação para os funcionários que apresentam comprometimento em suas atividades e baixos níveis de falta ou atraso.

Esta bonificação fica a critério da empresa, mas basicamente ela é uma gratificação estimulava, ou seja, aquele funcionário que possui uma boa assiduidade esse sabe uma gratificação em dinheiro, prêmio, viagem, etc. Essa gratificação é o que vai estimular o funcionário a se manter assíduo na empresa. Mas vale lembrar que essa é apenas uma alternativa, há também, por exemplo, o treinamento comportamental.

Crie planos de carreira

Não adianta você tentar estimular a assiduidade do seu funcionário, se ele não enxergar que tem possibilidades de crescimento dentro da empresa. Planos de carreira são essenciais para a assiduidade do seu funcionário, dessa forma ele vai perceber que quanto maior a entrega, maior seu crescimento dentro da empresa.

Invista em educação corporativa

Outra forma de estimular os colaboradores é demonstrando o quanto a empresa valoriza e investe no crescimento de cada um deles é a melhor forma de demonstrar isso é investindo em educação corporativa. Proporcionar treinamentos, jornadas e trilhas de conhecimento faz com que seu colaborador se sinta mais preparado para suas funções e se comprometa cada vez mais em entregar bons resultados.

Existem diversas metodologias para investir em educação corporativa de modo que ela seja uma cultura forte dentro da empresa, como microlearning, inteligência artificial, gamificação, entre outros.

Faça uso de feedback

As pessoas precisam entender o que estão fazendo de certo ou errado no ambiente de trabalho, e o feedback é uma excelente forma para fazer isso. Por se tratar de um processo de comunicação que acontece entre duas ou mais pessoas, a percepção, de quem está sendo avaliado, pode ser tanto positiva como negativa e pode contemplar vários aspectos como, suas ações, seus comportamentos, as tarefas que realiza, entre outros.

Dessa forma, o profissional pode ver os pontos que precisam ser melhorados para que ele passe a atuar em alta performance e assim, trazer melhores resultados para empresa e ser reconhecido por isso.

Como calcular a assiduidade?

É inegável que a melhor forma de conseguir acompanhar e calcular a assiduidade dos funcionários é investindo em um sistema de controle de ponto eletrônico digital como o Genyo. Com esse tipo de ferramenta o RH da empresa consegue saber os horários de entrada, intervalos intrajornada e saída dos colaboradores, bem como suas horas extras.

Para fazer a análise da assiduidade e pontualidade dos seus funcionários de forma precisa, é fundamental ter esses dados guardados de uma maneira segura.

Além disso, com um sistema de controle de ponto também também é possível calcular a taxa de ausências (absenteísmo) dos seus funcionários.

Que nada mais é do que a quantidade de faltas e atrasos que o colaborador apresentou naquele período, geralmente contabilizado em horas.

Na hora de fazer o cálculo, é necessário levar em conta as seguintes informações:

  • A quantidade de colaboradores;
  • O tempo de jornada diário de cada colaborador;
  • A quantidade de dias a serem trabalhados no mês;
  • O número de faltas e o tempo de atraso dos seus colaboradores durante o período.

Com essas informações em mãos, pega-se o total de horas não trabalhadas, dividido pelo total de horas que deveriam ter sido trabalhadas e multiplicadas por 100.

Exemplo

Digamos que em sua empresa tem 25 colaboradores e cada um deles deve trabalhar 8 horas por dia; no determinado mês a ser analisado, há 22 dias úteis, o que implica em 4.400 horas trabalhadas.

Através do espelho-ponto, seu RH identifica que destas horas, 158 horas não foram trabalhadas (inclui-se aqui as faltas e os atrasos), considerando este cenário, a taxa de absenteísmo, portanto, seria:

  • 158/4.400 x 100 = 3,59%

Você já imaginou ter que fazer esse cálculo todos os meses com planilhas ou até mesmo na mão? Pois é, muito cansativo!

O Genyo está aqui para te ajudar! Com ele é possível fazer o registro de ponto pelo computador, celular ou tablet, seu funcionamento é online e offline, ou seja com ou sem internet. Além disso, através do aplicativo o funcionário consegue ser notificado na hora que deve fazer o registro do ponto, evitando esquecimento e gastos com horas extras que não eram necessárias.

São muitas as funcionalidades e vantagens que este sistema oferece. Inclusive, é possível fazer um teste grátis. Ou seja, você não paga nada para experimentar e ver se realmente funciona. Bom, o difícil é não se apaixonar pelo sistema que é inteligente até no nome.

Ficou interessado? Clique aqui e conheça o Genyo!

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.