Aprenda a chamar mais atenção no anúncio de vaga de emprego

O anúncio de vaga de emprego é uma das etapas fundamentais para que se inicie o processo de recrutamento na empresa. Veja mais neste artigo!
Sumário
anúncio de vaga de emprego

Sabemos que descobrir profissionais específicos para preencher um cargo na empresa nem sempre é uma tarefa tão simples. Mas, ao criar um anúncio de vaga de emprego bem elaboradas, você pode conseguir solucionar problemas com mais facilidade.

As primeiras impressões são aquelas que vão impactar bastante e elas são essenciais no decorrer do processo de atração, tanto para o candidato quanto para a empresa contratante.

Sendo assim, no início da comunicação com o candidato, é importante que o anúncio de emprego esteja claro e coerente sobre o que a companhia está procurando e reflita diretamente nos deveres e responsabilidades próprias da função.

Por isso, nós do Genyo, trouxemos este guia completo de como fazer um anúncio de emprego conquistador!

Confira a seguir!

Como fazer um anúncio de vaga de emprego?

Anúncios de vagas de emprego funcionam muito além de levar a informação para os candidatos. Corresponde a uma etapa de convencimento, quase como se a companhia contratante tivesse que realizar a venda da oferta de emprego para a pessoa, o que será muito relevante para facilitar o processo de admissão.

Diante disso, não é à toa que os profissionais de Recursos Humanos estão buscando e trazendo cada vez mais técnicas e referências no momento do processo seletivo.

Sendo assim, uma oferta de emprego bem proposta pode atrair diversos talentos com experiência e habilidade específicas que conseguem captar e cumprir os deveres da função desejada.

Por esse motivo, é necessário investir em detalhes certeiros no momento do anúncio da vaga de emprego. Veja, agora, algumas informações que podem ser úteis para que o candidato se interesse pela vaga.

  • Padrão de trabalho da empresa;
  • Prazo limite para realizar a candidatura;
  • Informações para contato;
  • Informações sobre a etapa de candidatura;
  • Benefícios concedidos;
  • Experiências e qualificações fundamentais;
  • A quem eles se reportam;
  • Descrição detalhada do trabalho e suas responsabilidades;
  • Tipo de emprego;
  • Cultura da empresa.

10 dicas para fazer um anúncio de vaga de emprego chamativo

Agora que trouxemos algumas informações sobre anúncios de vagas de emprego, vamos avançar para mais uma etapa de atração de candidatos. Confira, agora, algumas dicas para fazer a sua comunicação com o profissional se tornar vencedora!

1 – Escolha o seu público alvo

O primeiro fator que você precisa se atentar antes de iniciar a escrita de um anúncio de vaga de emprego é: qual o perfil de profissional que estou querendo chamar atenção?

Observe, logo abaixo, algumas perguntas que poderão te aproximar da persona desejada:

  • Quais são as soft e hard skills fundamentais?
  • É necessário que o profissional resida próximo ao local do trabalho?
  • Este anúncio é para uma vaga afirmativa?
  • Qual o nível de senioridade requerido?
  • Em qual área o profissional irá atuar?

Ao saber exatamente qual é o seu target, é o momento certo de adaptar a linguagem do anúncio da vaga ao estilo de comunicação que funciona para o candidato que você quer aproximar.

2 – Elabore um título que facilmente poderá ser encontrado

anúncio de vaga de emprego

Você sabia que a maioria das pessoas que estão à procura de uma vaga de emprego utilizam palavras-chaves em buscadores ou até mesmo redes sociais? Sendo assim, é necessário que você elabore um título que pode ser encontrado com mais facilidade.

Tal como, se você está procurando alguém que queira trabalhar como professor de educação na academia, então o título pode ser bem direto como “Personal Trainer”.

Uma outra dica, se você não conhece como o possível candidato irá realizar a busca pela vaga, procure em uma base de dados alguns modelos de currículos de pessoas que você acha pertinente para uma entrevista.

Note com o que essas pessoas preenchem o “objetivo profissional” e outros campos. Utilize as informações coletadas para se basear no título do anúncio da vaga de emprego.

Algumas dicas para título são:

  • Para simplificar o resultado das buscas, jamais utilize termos abreviados para os cargos. Exemplo: GTE REL (Gerente de Relacionamento);
  • Quando pesquisamos no Google e o mesmo recomenda um termo a ser buscado? Aproveite essa correção para encontrar termos genéricos que podem definir a sua vaga;
  • Não escolha termos que são utilizados internamente nas empresas, como “Analista de ERP Nível lll”. É recomendado deixar esses códigos específicos de fora do título.

3 – Deixe a leitura mais leve possível

Imagine como seria ler este artigo, sem divisão alguma. A leitura do mesmo seria bem caótica e nada interessante, não é mesmo? A ideia para um anúncio de vaga de emprego é a mesma.

Pense na estrutura que o conteúdo estará dividido. Exemplificando: sobre a empresa, cultura, descrição do cargo, atividades desenvolvidas, requisitos mínimos, habilidades, faixa salarial, benefícios, etapa de seleção e muito mais.

Certamente o profissional vai iniciar a leitura do anúncio e ao decorrer não entenderá todos os detalhes, se sentindo com as vistas cansadas, consequentemente perdendo o interesse pela vaga.

4 – Saiba vender a sua empresa

Logo de início, no anúncio da vaga, em poucas palavras, traga aos possíveis candidatos informações positivas sobre a sua empresa e por que seus funcionários gostam de trabalhar lá.

É nesse momento que você tem a oportunidade de atrair candidatos com perfis lineares à cultura e aos valores da sua companhia. Veja, alguns exemplos logo abaixo:

“Na (Nome da empresa), o objetivo é proporcionar um futuro de energia sustentável para todas as pessoas. Levando energia para as casas, escolas, fábricas, hospitais e muito mais. Junte-se a nós e comece a trabalhar com profissionais fantásticos, enquanto aprende e se aperfeiçoa em projetos que causam impactos reais na sociedade. Traga sua paixão, energia e faça parte de uma equipe preparada que admira a verdade simples e objetiva”.

5 – Especifique a vaga de forma compreensível para o leitor

Logo após o título, você pode trazer uma pequena especificação da vaga de emprego. A ideia é que isso auxilie o candidato a avaliar de forma rápida se é um papel conveniente para ele ou não.

Assim sendo, você pode trazer uma lista com algumas das principais responsabilidades que o candidato selecionado deverá realizar. A seguir, listamos alguns exemplos que poderão te ajudar, veja:

Pré-requisitos

  • Ensino superior completo em (Curso da sua escolha);
  • Experiência de no mínimo 6 meses na área;
  • Dispor de veículo próprio;
  • Estar com a Carteira Nacional de Habilitação em dias com a lei;
  • Disponibilidade total para viagens dentro e fora do estado.

Diferencial

  • Pós-graduação em uma área relacionada a vaga.

Principais atividades da vaga

  • Essa especificação irá variar de uma vaga ou função para outra.

Lugar de atuação: cidade, estado, bairro, rua, etc.

Horário: dias da semana e horários específicos

Tipo de trabalho: Contrato temporário ou efetivo

Benefícios

  • Auxílio-creche;
  • Assistência odontológica;
  • Assistência médica;
  • Gympass;
  • Academia;
  • Vale-alimentação;
  • Vale-refeição;
  • Vale-transporte ou estacionamento.

6 – Seja específico no modelo de trabalho

Após esse período de pandemia que vivenciamos no mundo, uma das primeiras coisas que o candidato irá observar nos anúncios de vagas de emprego é se a mesma é trabalho sobreaviso, remoto ou não.

Na maioria dos casos, esse é o primeiro critério para seleção. Sendo assim, seja claro qual o modelo de trabalho da sua empresa. Isso se trata de explicar se o trabalho é presencial, híbrido ou home office.

Se por acaso ser presencial, o diferencial é indicar se existem benefícios relacionados, como, por exemplo: auxílio com gasolina, vaga gratuita para estacionamento ou vale-transporte.

Se tratando do modelo híbrido, informe quantos dias da semana será realizado o trabalho presencial e quantos serão em home office.

Por fim, quando o emprego for totalmente em home office, é necessário providenciar informações para o candidato saber quais são os auxílios oferecidos, como notebook cedido pela empresa ou auxílio financeiro para ajudar nos custos com a internet e outros fatores.

7 – Individualize “habilidades desejáveis” de “habilidades obrigatórias”

Na etapa de definir as habilidades que você procura em um candidato, seja específico nas que são desejáveis para a função e as que são obrigatórias. Assim como na demonstração abaixo:

Habilidades desejáveis

  • Disciplina e cumprimento da rotina;
  • Competência analítica;
  • Boa relação interpessoal;
  • Facilidade em se comunicar;
  • Capacidade em organização.

Habilidades obrigatórias

  • Disponibilidade para trabalho externo;
  • Possuir Carteira Nacional de Habilitação definitiva;
  • Inglês avançado;
  • Internet avançado;
  • Pacote Office avançado.

8 – Apresente a faixa salarial

Essa informação irá ajudar a atrair profissionais que são adequados ao cargo e, mais uma vez, realizar um filtro dos candidatos que não estão satisfeitos com o salário ofertado pela sua empresa.

Posto isso, essa é uma característica que pode ser crucial para o profissional aceitar ou não a proposta. Logo, se o salário encontra-se definido e não existe a possibilidade para negociações, o recomendado é divulgar logo no anúncio ou na fase inicial do processo.

9 – Definia o local de trabalho (caso não seja o modelo de trabalho remoto)

Como aprendemos as diferenças sobre os modelos de trabalho, quando se trata do presencial, é um diferencial incluir a localização da empresa. Ao menos o estado, cidade e bairro podem ser mencionados, visto que, podem existir empresas com o mesmo nome espalhadas pelas proximidades.

Com isso, o candidato conseguirá avaliar o tempo de percurso que ele teria. Então, isso também seria um filtro para aqueles que não possuem tanta disponibilidade para chegar até o local da empresa com facilidade.

Se atente que, quanto mais detalhes o anúncio da vaga possuir, mais filtrado e otimizado o processo seletivo fica.

10 – Apresente um Call To Action (CTA)

Por fim, um fator determinante, mas que poucos levam em consideração é o CTA no final dos anúncios de vagas de emprego.

Bem utilizado na área de marketing, este termo em inglês é importantíssimo para realizar uma chamada para ação. É necessário que esta etapa seja clara e leve o candidato a clicar no famoso botão “Candidatar-se a vaga”.

Informações extras

Algumas informações adicionais importantes:

Como o profissional pode se candidatar a vaga?

Seja claro e direto em relação às informações para não eliminar possíveis candidatos com o perfil que você procura por algum acidente.

Por exemplo, se o profissional precisa também realizar o preenchimento de uma ficha com os dados, ou fornecer seu e-mail ou algum outro número para contato, informe no anúncio da vaga.

Perguntas adicionais ao candidato para fazer no anúncio de vaga de emprego

A adição de perguntas no anúncio da vaga de emprego auxilia na filtragem de candidatos aventureiros ou que não se encaixem no perfil.

As respostas poderão te ajudar a conhecer melhor os profissionais e, ao mesmo tempo, fazer com que alguns que não estão totalmente interessados já sejam eliminados.

O recomendado é trazer perguntas bem específicas para o cargo, ou abordar questões comportamentais para conhecer o perfil dos candidatos antes mesmo de iniciar as próximas etapas do processo.

Sendo assim, seja direto, na maioria dos casos, o melhor jeito de descobrir as características e qualificações dos profissionais interessados pela vaga, é simplesmente perguntando. Exemplo:

“Você possui algum tipo de desconforto ao ficar sentado e conversar durante todo o seu expediente com clientes descontentes e rudes ao telefone?”

“Você está apto para se mudar e trabalhar em outro estado distante do seu?”

Vale lembrar, essas perguntas são métodos de triagem e, se você escolher com sabedoria, profissionais que não possuírem o perfil provavelmente não irão concorrer a vaga.

Formalizou a contratação? Inclua o profissional na folha de ponto

Você já conhece o controle de ponto do Genyo? Por meio do próprio computador ou aparelho celular, o funcionário externo ou interno da empresa consegue bater o ponto de forma rápida, prática e totalmente segura sem a precisão de adquirir equipamentos caros!

Além disso, oferecemos teste grátis por 15 dias, para você e seus funcionários aprenderem a manusear o software com bastante tranquilidade.

O nosso software é o mais econômico e eficiente encontrado no mercado da atualidade, com ele você não precisa gastar com relógio de ponto e nem realizar manutenções periódicas no equipamento.

Além disso, somos tidos como a forma mais segura do mercado, pelo fato de todos os registros de pontos dos funcionários ficarem salvo na ferramenta da nuvem e disponibilizado em tempo real no momento que quiser.

Economize o seu tempo no fechamento de ponto, cálculo de horas extras ou férias. Realize todas as funções com apenas alguns cliques, de forma simplificada.

Contamos com três tipos de planos, mensal, semestral e anual, com preços a partir de R$ 3,67 por colaborador, sem adicional por funcionário ou taxa de implantação.

E aí, gostou do artigo? Acesse o nosso blog e encontre vários outros artigos relacionados ao tema.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog