Capital de giro: GUIA DEFINITIVO para saber tudo sobre esse recurso financeiro!

Confira tudo sobre o capital de giro, sua importância, como calcular e como conseguir ter capital de giro em sua empresa! Veja mais neste artigo!
Sumário
Capital de giro

Sua empresa possui capital de giro? Extremamente importante para a saúde financeira de todo negócio, o capital de giro é essencial para garantir o funcionamento saudável da empresa, além de possibilitar o seu crescimento.

Se você ainda não conhece esse termo, aprenda abaixo tudo sobre o capital de giro, seu objetivo, importância, tipos existentes e como calcular esse importante ponto financeiro de sua empresa.

O que é o capital de giro?

O capital de giro pode ser entendido como um recurso financeiro necessário para garantir o funcionamento contínuo e eficiente de uma empresa.

Ele representa o montante de dinheiro disponível para cobrir as despesas operacionais diárias, como pagamento de fornecedores, salários, aluguel, impostos, entre outros.

Esse valor é essencial para conseguir manter a saúde financeira de uma organização, pois permite que ela mantenha suas operações em andamento, mesmo quando ocorrem flutuações de receitas ou despesas.

Portanto, o capital de giro é entendido como uma medida de liquidez que indica a capacidade da empresa de honrar seus compromissos financeiros de curto prazo.

Quando uma empresa não possui capital de giro suficiente, pode enfrentar dificuldades em sua operação diária. Ela pode não conseguir pagar fornecedores em dia, resultando em falta de matéria-prima ou mercadorias para a produção ou venda

Além disso, quando não há capital de giro é possível que a empresa enfrente dificuldades em cumprir suas obrigações trabalhistas, como pagar salários e benefícios aos funcionários, resultando em problemas ainda maiores.

Por outro lado, quando uma empresa realiza o capital de giro adequado ela consegue enfrentar as adversidades com mais tranquilidade, conseguindo aproveitar as oportunidades de negócio, manter seus funcionários motivados e investir em outros projetos.

Principais tipos de capital de giro

Existe mais de um tipo de capital de giro e ele se diferencia com base na necessidade de aplicação do dinheiro armazenado. Conheça as principais:

Capital de Giro Positivo

O capital de giro positivo ocorre quando uma empresa possui recursos financeiros disponíveis o suficiente para cobrir todas suas despesas operacionais diárias.

Isso significa que ela tem uma reserva de capital que pode ser utilizada para pagar fornecedores, salários e outras despesas. No entanto, um capital de giro positivo mesmo indicando uma saúde financeira sólida pode ser sinônimo de estagnação.

Capital de Giro Negativo

Por outro lado, o capital de giro negativo acontece quando os recursos financeiros disponíveis são insuficientes para cobrir as despesas operacionais diárias.

Dessa forma, a empresa não possui uma reserva de capital adequada e pode enfrentar dificuldades em honrar seus compromissos financeiros de curto prazo.

Um capital de giro negativo é um sinal de alerta, indicando a necessidade urgente de buscar fontes adicionais de financiamento ou reestruturar as operações para equilibrar as finanças da empresa.

Capital de Giro Líquido

O capital de giro do tipo líquido é visto como o resultado do valor dos “ativos circulantes” e dos “passivos circulantes”. Como ativos circulantes estão todos os recursos disponíveis na empresa para custos a curto prazo, como estoque, dinheiro em caixa e contas a receber.

No caso dos passivos circulantes estão os valores que são pagos a curto prazo de forma obrigatória, como empréstimos, conta de energia e água. Portanto, o capital de giro líquido é a relação desses valores, quando está positivo significa que há mais ativos circulantes.

Capital de Giro de Investimentos

Por fim, como o nome já indica, o capital de giro de investimentos é um tipo específico de capital direcionado para financiar projetos de expansão, aquisição de novos ativos ou qualquer investimento de longo prazo em uma empresa.

Ele é diferente do capital de giro tradicional, pois não se destina a cobrir as despesas operacionais diárias, mas sim a impulsionar o crescimento e o desenvolvimento da organização.

Dessa forma, esse tipo de capital é ideal para as empresas que desejam expandir suas operações, adquirir equipamentos ou realizar investimentos estratégicos para fortalecer sua posição no mercado.

Por que é importante ter capital de giro?

Capital de giro

O objetivo do capital de giro é garantir a liquidez e a continuidade das operações diárias de uma empresa. Como foi dito acima, somente o capital é capaz de fornecer os recursos financeiros necessários para cobrir as despesas operacionais e cumprir com as obrigações financeiras.

Portanto, o capital de giro é importante para trazer maior flexibilidade de mercado, poder negociar com clientes e fornecedores de forma tranquila, além de otimizar todos os custos financeiros.

Como calcular o capital de giro

O valor do capital de giro é calculado a partir do resultado da subtração entre o ativo circulante (AC) e passivo circulante (PC). Chamado de capital de giro líquido, é esse valor que representa o capital de giro mensal, podendo ser utilizado pela empresa da forma que bem entender. A sua fórmula é

Capital de giro líquido (CPL) = AC – PC

Para entender um pouco mais sobre quais valores fazem parte do ativo e do passivo circulante, confira abaixo:

Ativo circulante (AC)

São os valores a receber a curto prazo e que são convertidos em dinheiro, como por exemplo:

  • Despesas pré-pagas;
  • Estoque;
  • Contas a receber;
  • Caixa;
  • Despesas antecipadas;
  • Créditos a receber.

Passivo circulante (PC)

São os valores das obrigações que precisam ser pagos dentro de um determinado período assim como os impostos. Alguns exemplos são:

  • Contas (água, energia, gás, etc.);
  • Aluguel;
  • Parcela de empréstimos;
  • Taxas e impostos;
  • Fornecedores;

Para saber o real valor a se pagar de acordo com a hora trabalhada pelos colaboradores é preciso contar com um sistema de ponto digital, como o Genyo. Através de sua plataforma moderna, o trabalhador registra o ponto e o somatório de suas horas trabalhadas, horas extras e noturnas é calculado automaticamente. Confira como obter o Genyo em nosso site!

Exemplo de cálculo

Para calcular, basta somar todos os valores dos ativos circulantes, que são os valores a receber, e subtrair do somatório dos passivos circulantes, que são todas as despesas referentes.

O valor final pode ser multiplicado pela quantidade de meses para se ter uma projeção do capital de giro. Por exemplo, ao multiplicar por 6 é possível ter a projeção semestral do capital de giro.

No entanto, é preciso reconhecer que esse valor é uma estimativa, e pode não refletir com a realidade dos próximos meses.

Por exemplo, digamos que sua empresa possui:

Valor em caixa = R$2000,00; Despesas antecipadas = R$1500,00 e Créditos a receber = R$2000,00. Totalizando = R$ 5500,00.

Além disso ela também possui: Custos com aluguel = R$3000,00; Taxas e impostos R$ 500,00; Contas de água e luz = R$ 300,00. Totalizando = R$ 3800,00.

Assim, aplicando a fórmula de capital de giro seria:

CPL = R$ 5500,00 – R$ 3800,00

CPL = R$ 1700,00.

Vantagens de possuir capital de giro

Agora que você já aprendeu a importância do capital de giro, os tipos existentes e como calcular o seu valor. Conheça abaixo quais são as vantagens para a empresa que possui capital de giro.

Liquidez financeira

O capital de giro cria uma base financeira mais sólida para a empresa. Dessa forma, ela consegue manter recursos disponíveis para cobrir despesas imediatas e imprevistas.

Isso promove maior liquidez financeira, oferecendo flexibilidade para lidar com situações emergenciais, aproveitar oportunidades de negócio e enfrentar as flutuações de mercado.

Negociações favoráveis

Uma empresa está sempre em negociação com os fornecedores e clientes. Através do capital de giro ela consegue propor os melhores prazos de pagamento com fornecedores, além de obter descontos por compras volumosas.

Da mesma forma, uma empresa com capital de giro pode oferecer prazos mais flexíveis aos clientes, aumentando a competitividade e a atração de novos negócios, já que ela possui uma reserva financeira.

Continuidade operacional

Já imaginou manter a operações e negociações de sua empresa sem nenhuma interrupção por motivo financeiro? Isso é possível através do capital de giro, onde o pagamento de todas as obrigações financeiras de curto prazo permite maior liberdade para seguir com as operações.

Melhoria na gestão de estoques

Uma gestão eficiente de estoques contribui para a redução de custos de armazenamento e obstrução do fluxo de caixa. Como o capital de giro permite a compra a curto prazo para manter o estoque em níveis seguros, a empresa consegue gerenciar melhor essa questão.

Resiliência financeira

A resiliência financeira significa não se abalar durante as crises ou períodos de baixa. Quando uma empresa possui um volume adequado de capital de giro, ela consegue lidar com segurança um momento de aperto, em que normalmente as receitas diminuiriam e as despesas aumentariam.

Redução da dependência de financiamento

Incontáveis empresas sobrevivem por meio de financiamentos com instituições financeiras. No entanto, todo financiamento possui juros, o que não é interessante a longo prazo. Por esse motivo, manter um capital de giro adequado reduz a necessidade de financiamento.

Dessa forma, a empresa passa a ter maior autonomia em suas finanças e controle do caixa, aumentando assim a rentabilidade do negócio.

Capacidade de investimento

Por fim, é importante lembrar que toda empresa que possui capital de giro conquista a segurança de poder investir e crescer. O capital de giro possui como objetivo na maioria das vezes o investimento em novas tecnologias, equipamentos, desenvolvimento de produtos, marketing, etc.

Como conseguir capital de giro

O grande problema de muitas empresas é de como conseguir capital de giro. Mesmo sendo bastante importante, é comum enfrentar dificuldades para conseguir manter um dinheiro em reserva, principalmente quando a empresa passa por dificuldades financeiras.

Por esse motivo, é importante reconhecer a necessidade de um bom planejamento financeiro, pois, a empresa sem capital de giro esta suscetível a perdas e até a falência. Confira abaixo o que fazer:

Planejamento financeiro

Como falamos acima, um planejamento financeiro sólido é essencial para garantir capital de giro adequado. Por esse motivo, avalie quais são as necessidades financeiras de seu empreendimento, identifique as fontes de receita e despesas, e projete fluxos de caixa para prever períodos de maior demanda de capital de giro.

Empréstimo empresarial

Nos casos em que o caixa está paralisado e não há perspectivas de receitas, você pode recorrer a um empréstimo empresarial. É importante avaliar todas opções de empréstimo para capital de giro e escolher aquela no qual as taxas de juros são menores, os bens da empresa não são usados como garantia e é liberado rapidamente.

Melhore a operacionalização de sua empresa

Busque formas de melhorar a eficiência operacional da sua empresa. Isso pode incluir redução de desperdícios, otimização de processos, negociação de melhores termos com fornecedores, etc.

Ao conseguir melhorar a eficiência operacional da empresa é possível liberar recursos financeiros internos que antes estavam sendo utilizados para outras funções ou desperdiçados.

Redução de custos

Juntamente com o tópico anterior, ao melhorar a eficiência operacional da empresa, identifique as oportunidades de redução de custo.

Avalie suas despesas e procure as principais áreas em que é possível cortar gastos desnecessários ou otimizar recursos. Assim, reduzir os custos operacionais pode liberar capital que pode ser destinado ao capital de giro.

Negocie com fornecedores

Seja transparente sobre suas necessidades financeiras e mostre aos fornecedores que você é um cliente confiável. Se possível, busque obter prazos mais longos para pagamento, o que permitirá que você use o capital de giro para outras finalidades antes de liquidar suas obrigações com fornecedores.

Financiamento alternativo

Além do empréstimo empresarial feito por instituições financeiras tradicionais, é possível recorrer a financiamentos alternativos. Alguns exemplos são os crowdfunding, investidores de capital de risco e programas de aceleração empresarial.

Antecipação de recebíveis

O programa de antecipação de recebíveis é aquele em que você fornece um desconto para devedores que pagar antecipadamente. Isso é interessante para poder utilizar o valor para investimentos e crescimento da empresa, permitindo criar um capital de giro a curto prazo.

Como manter o capital de giro saudável?

Manter um capital de giro saudável é essencial para a estabilidade financeira e operacional de uma empresa. Para isso, é importante monitorar de perto o fluxo de caixa da empresa, mantendo os registros das entradas e saídas de dinheiro o mais fieis e atualizados para identificar padrões e tendências.

Além disso, é importante gerenciar os estoques de forma eficiente, evitando excessos ou falta de produtos, negociando prazos favoráveis com fornecedores para alinhar os fluxos de entrada e saída de caixa.

Reduzir gastos desnecessários e planejar antecipadamente também são estratégias cruciais para preservar o capital de giro disponível e enfrentar desafios financeiros.

Outra medida fundamental é o gerenciamento eficaz das contas a receber, estabelecendo políticas claras de crédito e cobrança para controlar o ciclo de recebimento de valores devidos.

Por fim, mantenha um relacionamento saudável e próximo com instituições financeiras parceiras, fornecedores e clientes, para poder aplicar as estratégias para conseguir capital de giro de maneira facilitada.

Gostou desse conteúdo? Você encontra muitas outras dicas para empresas aqui no Blog do Genyo!

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.