13 dez 2021

Turbine resultados com este minicurso de gestão de pessoas

minicurso de gestão de pessoas

Equipe bem gerida, quase sempre, é sinônimo de bons resultados, concorda? Para aprimorar seu trabalho, o gestor precisa de apêndices como um minicurso de gestão de pessoas. Afinal, o conhecimento não se dá por osmose, ou seja, doses de leitura são essenciais para o autodesenvolvimento profissional.

A grande questão, no entanto, é buscar conhecimentos que realmente fazem a diferença no cotidiano de um gestor. Se essa dúvida paira sobre seus pensamentos, não se preocupe! Este artigo vai clarear sua mente, ou seja, a nossa conversa de hoje é toda trabalhada em informações que são confiáveis, pertinentes e que fazem a diferença.

Brotou um interesse de reafirmar suas capacitações? Então, continue por aqui e aproveite o conteúdo.

 

Minicurso de gestão de pessoas: as boas práticas

Neste minicurso, a equipe do controle de ponto digital Genyo elencou as boas práticas infalíveis para você otimizar a gestão de pessoas na sua equipe.

Vamos lá?

 

1. Conte com um sistema de controle de ponto digital

Longas horas fechando folha de ponto, ou elaborando escalas de trabalho, ou gastando fosfato nas parametrizações de produtividade, comprometem a qualidade da gestão de pessoas. Em outras palavras, o cenário corporativo atual demanda que o gestor canalize a própria jornada em atividades menos mecânicas e mais intelectuais. Dessa forma, chegou a hora de aposentar o relógio de ponto analógico e adotar o controle de ponto digital.

Nesse sentido, existe controle de ponto digital desenvolvido para suavizar o trabalho do gestor de pessoas. Disponível para desktop e aplicativo, o sistema oferece métricas gerenciais que automatizam 100% do trabalho manual do gestor de pessoas. Em suma, é possível resolver toda parte burocrática de uma folha de ponto com poucos cliques. Além disso, o sistema é blindado e de fácil manuseio, ou seja, o departamento de TI da empresa não precisará ser acionado para instalações e manutenções.

Por fim, a automatização do controle de ponto libera a gestão de pessoas para pensar em tarefas que priorizem humanizar a relação entre colaborador e empregador. Ou seja, o gestor terá tempo hábil para elaborar treinamentos, otimizar feedbacks, prospectar talentos e conhecer mais cada um dos colaboradores da empresa.

 

2. Abrace a cultura do feedback

A cultura do feedback na empresa é uma das boas práticas essenciais para este minicurso de gestão de pessoas. Afinal, essa é a forma de avaliar e opinar sobre a realização de uma determinada tarefa. Em suma, essa avaliação foca no resultado em si, bem como no desempenho do avaliado. Logo, as constatações são utilizadas para nortear a busca por performances cada vez melhores.

É importante frisar que o feedback deve ser conduzido com empatia, comunicação assertiva e transparência. A ideia não é punir, mas sim incentivar engajamento, aprimorar pontos fortes e desenvolver os pontos negativos.

 

3. Saiba alinhar metas e competências técnicas

Uma gestão de pessoas eficiente consegue enxergar as habilidades dos profissionais e alinhá-las aos objetivos da empresa. Afinal, nem todo colaborador é um líder em potencial ou desenvolve apuro técnico impecável em uma determinada função.

Para conseguir colocar metas e competências técnicas numa mesma página, o gestor precisa trabalhar a avaliação de desempenho nas equipes e promover treinamentos. Ademais, é imprescindível saber trabalhar com plano de carreira. Essas ações tendem a refletir em performances mais consistentes e, por consequência, impactam positivamente os resultados da empresa.

 

4. Priorize a liderança democrática

Entre outras premissas, o gestor de pessoas competente busca desenvolver um ambiente de trabalho leve, bem como incentiva o engajamento da equipe. Além disso, há um cuidado com a retenção de talentos e a qualidade do trabalho é reflexo do relacionamento dos funcionários com seus líderes.

Para conseguir trabalhar esses fundamentos, recomenda-se que a gestão de pessoas desenvolva o conceito de liderança democrática. Nesse cenário, a relação entre líder e liderado é horizontalizada, ou seja, há abertura para diálogos, opiniões e participação nas tomadas de decisões.

 

5. Invista nas práticas de retenção de talentos

O mercado é fluente e a concorrência é implacável. Dessa forma, os profissionais mais qualificados tendem a ser disputados. Logo, os “craques” do seu time podem ter vaga no plantel concorrente. Dito isso, a retenção de talentos é essencial para uma boa gestão de pessoas.

Para conseguir manter um colaborador extraclasse na empresa, a gestão de pessoas precisa saber desenvolver um clima organizacional agradável, bem como investir em políticas de desenvolvimento. Além disso, é essencial defender uma remuneração justa e benefícios que valorizem o trabalho desenvolvido. Em contrapartida, o gestor deve desafiar e motivar o time para que as melhores performances sejam alcançadas.

 

6. Releve o perfil comportamental durante processos seletivos ou de recrutamento

Já ouviu algum caso sobre um profissional extremamente qualificado, experiente, mas que não se deu bem em uma determinada equipe? Isso costuma acontecer quando o funcionário acaba indo parar em uma vaga errada ou se o seu fit cultural não é compatível com a empresa. Por isso, o perfil comportamental deve ser visto como ferramenta essencial nos processos seletivos.
Portanto, o perfil comportamental do candidato passa a ser tão importante quanto suas habilidades técnicas. Se assim for, são maiores as chances de não haver turnover. Para que essa estratégia funcione, no entanto, a empresa precisa ter uma cultura organizacional bem clara e sólida.

 

A importância das boas práticas de gestão das pessoas

A aplicação das boas práticas de gestão de pessoas proporcionam várias formas de retorno para a empresa. Em primeiro lugar, elas estimulam um melhor aproveitamento dos recursos e, consequentemente, aumentam o retorno dos investimentos. Dessa forma, há uma substancial contribuição para elevar os índices de produtividade e facilitar o alcance, bem como a superação, de metas.

Por fim, o conhecimento apresentado neste minicurso de gestão de pessoas te ajudarão a extrair ao máximo das habilidades e potencialidades dos funcionários. Dessa forma, haverá possibilidades para que os colaboradores busquem constante desenvolvimento e impulsionem o crescimento da empresa.

4 Comentários
  1. Roberto Dias Santos dia 17/12/2021 às 15:45 - Responder

    Como Vai, Maravilha seu conteudo… Seu texto me ajudou muito. Desejo uma maravilhosa

    • admin dia 17/12/2021 às 18:14 - Responder

      Muito obrigada pela consideração ao nosso conteúdo, Roberto!

  2. Roberto Santos dia 21/12/2021 às 19:26 - Responder

    Ola, Adorei seu artigo, viu! Obrigado!

    • admin dia 22/12/2021 às 14:30 - Responder

      Muito obrigada pelo comentário, Roberto!

Qual sua opinião sobre o assunto?

Seu email não será publicado ;)