Trabalho presencial, híbrido ou remoto: Como escolher o modelo ideal?

Entenda como escolher entre o trabalho presencial, híbrido ou remoto para manter sua produtividade e eficiência operacional. Veja mais neste artigo!
Sumário
trabalho presencial

A pandemia de COVID-19 causou uma grande transformação no mercado de trabalho brasileiro, levando à adoção massiva do trabalho remoto pelas empresas.

Com a estabilização da situação sanitária, surge agora um dilema sobre qual modelo adotar: presencial, remoto ou híbrido.

Cada opção apresenta suas próprias vantagens e desafios, e a escolha do melhor modelo dependerá de diversos fatores, como a natureza das atividades, as preferências dos colaboradores e as metas estratégicas da empresa.

Neste artigo, iremos explorar em profundidade os principais modelos de trabalho, as tendências para 2024 e as considerações-chave para que as empresas possam tomar a decisão mais adequada para seu negócio e sua equipe.

O efeito da pandemia no trabalho presencial, híbrido e remoto

Com o início da pandemia de COVID-19 em 2020, as empresas brasileiras foram forçadas a adotar de forma repentina o modelo de trabalho remoto, como forma de atender às exigências de distanciamento social e garantir a continuidade das atividades.

Essa transição acelerada para o home office representou um desafio, mas também abriu os olhos das organizações para as possibilidades do trabalho a distância.

Embora inicialmente o trabalho remoto tenha sido uma solução de emergência, muitas empresas e colaboradores se adaptaram positivamente a essa nova realidade.

Um estudo da empresa de consultoria Korn Ferry revelou que 85% das empresas brasileiras adotaram o home office como seu principal modelo de trabalho durante a pandemia, demonstrando uma boa aceitação desse modelo.

Quatro anos após o início da quarentena, com a melhora nos índices de transmissão da COVID-19 e o avanço da vacinação, surge agora uma pressão constante sobre o retorno ao modelo de trabalho presencial tradicional.

Nesse cenário, as empresas precisam avaliar cuidadosamente os prós e contras de cada modalidade, buscando encontrar o equilíbrio ideal entre as necessidades do negócio e o bem-estar de seus colaboradores.

Trabalho Presencial: Características e Vantagens

O trabalho presencial é o modelo tradicional, onde os colaboradores exercem suas atividades no ambiente físico do escritório.

Esse modelo promove o fortalecimento da cultura corporativa, agiliza a comunicação e o desenvolvimento de habilidades interpessoais.

No entanto, também enfrenta desvantagens como custos operacionais elevados e menor flexibilidade para os funcionários.

O modelo também é muito criticado por prejudicar o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal dos colaboradores, que muitas vezes passam horas no trânsito para chegar ao trabalho.

Trabalho Remoto: Flexibilidade e Desafios

O trabalho remoto, popularizado durante a pandemia, oferece maior flexibilidade e autonomia aos colaboradores, além de reduzir custos operacionais para as empresas.

No entanto, o home office também apresenta desafios, como dificuldades na comunicação e o risco de isolamento dos funcionários.

Da mesma forma, o trabalho remoto exige uma adaptação considerável por parte dos colaboradores, que devem desenvolver disciplina e autonomia para realizar as atividades laborais sem a vigilância constante de patrões e superiores.

Trabalho Híbrido: Equilíbrio entre Presencial e Remoto

O modelo híbrido combina elementos do trabalho presencial e remoto, permitindo que os colaboradores alternem entre dias no escritório e dias em home office.

Esse modelo busca oferecer o melhor dos dois mundos, com flexibilidade e redução de custos, mantendo a interação e a cultura organizacional.

O que a CLT diz sobre trabalho presencial, remoto e híbrido?

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estabelece termos legais como trabalho remoto e teletrabalho para se referir a formas de prestação de serviços fora do ambiente físico da empresa.

Mesmo que a empresa opte pelo home office, mas não se caracterize como teletrabalho ou trabalho remoto, é fundamental que haja uma formalização dessa modalidade por meio de contrato ou políticas internas.

Essa formalização é especialmente importante em situações adversas, como enchentes e greves, para garantir a segurança jurídica de todas as partes envolvidas.

Por outro lado, se a empresa optar pelo trabalho presencial, deverá fornecer aos funcionários um ambiente laboral saudável e em conformidade com todas as Normas Regulatórias do Governo. Também será obrigada a disponibilizar vale transporte e outros benefícios aos colaboradores.

Ascensão do Trabalho Home Office na Pandemia

A pandemia acelerou a adoção do home office pelas empresas brasileiras, levando-as a encontrar soluções para apoiar a adaptação de seus funcionários a esse novo modelo.

Esse processo envolveu desde a ajuda na estruturação do ambiente de trabalho em casa até a implementação de ferramentas e políticas para manter a produtividade.

As empresas tiveram que se adaptar rapidamente ao modelo de trabalho remoto durante a pandemia da COVID-19.

Elas precisaram encontrar formas de auxiliar seus funcionários na estruturação de seus espaços domésticos para trabalhar com eficiência, além de implementar ferramentas e políticas internas para manter a produtividade da equipe a distância.

Nesse cenário, o trabalho remoto acabou por trazer benefícios tanto para as empresas quanto para os funcionários.

Para as organizações, houve a redução de custos com espaço físico e insumos, além de acesso a um pool de talentos mais amplo. Para os colaboradores, houve a eliminação do tempo de deslocamento e maior flexibilidade na gestão do tempo.

Trabalho presencial, híbrido ou remoto: Tendências para 2024

A principal tendência para 2024 é que as empresas adotem o modelo híbrido de trabalho, permitindo que os colaboradores alternem entre dias no escritório e dias em home office.

Desse modo, o modelo híbrido de trabalho, que combina elementos do presencial e do remoto, ganhou força durante a pandemia e deve se expandir ainda mais após esse período.

Essa tendência reflete a necessidade de encontrar um equilíbrio entre a flexibilidade proporcionada pelo trabalho à distância e a importância da interação presencial para a colaboração e a cultura corporativa.

Desafios da Gestão de Equipes em Modelos Híbridos

A adoção do modelo híbrido de trabalho, que combina elementos do presencial e do remoto, representa um desafio significativo na manutenção da cultura organizacional.

Com os colaboradores dividindo seu tempo entre o ambiente físico do escritório e o home office, as empresas precisarão encontrar formas de fortalecer o senso de pertencimento e o alinhamento dos valores entre a equipe.

Manutenção da Cultura Organizacional

A cultura organizacional, tão importante para o engajamento e a produtividade dos colaboradores, pode ser impactada pela adoção do modelo híbrido.

As empresas precisarão investir em estratégias deliberadas para manter a coesão da equipe, promover a interação entre os membros e preservar os valores e princípios que norteiam a organização, independentemente do local de trabalho.

Comunicação e Colaboração Eficazes

Garantir uma comunicação e colaboração eficazes entre os membros da equipe, sejam eles presenciais ou remotos, é outro desafio crucial para a gestão de modelos híbridos.

Investimentos em tecnologia e ferramentas de gestão serão essenciais para manter a produtividade, o engajamento e a conexão entre os colaboradores.

Infraestrutura Tecnológica para Suporte Remoto

Para suportar o modelo híbrido de trabalho, as empresas precisarão investir em uma infraestrutura tecnológica robusta, capaz de garantir a conectividade, a segurança e o acesso remoto aos sistemas e ferramentas necessários para o desempenho das atividades.

Essa infraestrutura será fundamental para que os colaboradores, independentemente de sua localização, possam trabalhar de maneira eficiente e produtiva.

Como escolher o modelo de trabalho ideal?

Na escolha do modelo de trabalho presencial, híbrido ou remoto mais adequado, as empresas devem considerar diversos fatores, como a natureza das atividades desempenhadas por seus colaboradores, as preferências e necessidades da equipe, além de suas metas estratégicas e a cultura organizacional que desejam cultivar.

Algumas funções podem se beneficiar mais do trabalho presencial, como aquelas que envolvem maior interação e colaboração entre os membros da equipe.

Por outro lado, atividades que demandam foco individual e produtividade podem prosperar no ambiente remoto. As empresas devem avaliar cuidadosamente a natureza do trabalho realizado por seus colaboradores.

Compreender as preferências e necessidades dos colaboradores é também é instrumental. Afinal, algumas pessoas podem se adaptar melhor ao trabalho remoto, enquanto outras podem se sentir mais produtivas e engajadas no ambiente presencial.

Ouvir a voz dos funcionários e considerar suas opiniões pode ajudar a empresa a tomar a decisão mais acertada.

Sob o mesmo ponto de vista, as empresas devem considerar suas metas estratégicas e a cultura organizacional que desejam cultivar.

O modelo de trabalho escolhido deve estar alinhado com os objetivos da empresa e a experiência que deseja proporcionar a seus funcionários.

Isso pode envolver desde o fortalecimento da interação e colaboração até a promoção de uma maior flexibilidade e autonomia.

Impacto das mudanças do trabalho no setor imobiliário

As mudanças nas modalidades de trabalho adotadas pelas empresas também têm impactado o mercado imobiliário.

Pesquisas da consultoria JLL mostram que a ocupação dos prédios de escritórios deve aumentar em 2024, com o setor financeiro e de serviços liderando esse movimento de retorno ao presencial.

No entanto, o segmento de tecnologia ainda tende a manter uma presença forte do home office.

O setor imobiliário tem se adaptado a essa nova realidade, com incorporadoras e imobiliárias investindo em ferramentas de gestão online e integração de ecossistemas.

De acordo com Fábio Garcez, CEO do CV, a implementação da tecnologia no modelo de trabalho remoto é considerada mais segura, fácil e econômica.

Dito isso, as empresas do setor imobiliário têm favorecido modelos de trabalho híbridos, combinando dias no escritório com dias em home office.

Esse equilíbrio entre presencial e remoto tem se mostrado a opção preferida pela maioria dos profissionais da área, com 76% deles considerando o modelo híbrido como o mais ideal.

Mais tendências para o futuro do trabalho

À medida que exploramos as perspectivas para o futuro do trabalho, além dos modelos presenciais, híbridos e remotos, é crucial considerar outras tendências que moldarão o cenário profissional nos próximos anos.

Estas incluem a evolução das tecnologias emergentes, mudanças nas expectativas dos colaboradores, transformações na cultura organizacional e a crescente importância da sustentabilidade e responsabilidade social corporativa.

Vamos explorar essas tendências e como elas impactarão o futuro do trabalho de maneira abrangente e significativa:

  • Tecnologias Emergentes: Avanços em inteligência artificial, automação, realidade aumentada e virtual, Internet das Coisas (IoT) e blockchain continuarão a transformar os processos de trabalho e criar novas oportunidades de emprego em setores diversos.
  • Expectativas dos Colaboradores: Os colaboradores valorizam cada vez mais a flexibilidade, autonomia, propósito no trabalho, aprendizado contínuo e um equilíbrio saudável entre vida pessoal e profissional. As organizações precisarão adaptar suas políticas e práticas para atender a essas expectativas.
  • Cultura Organizacional e Trabalho Remoto: A cultura organizacional se tornará um diferencial competitivo, com empresas que promovem inclusão, diversidade, transparência, feedback contínuo e um ambiente de trabalho positivo atraindo e retendo talentos de alto nível, independentemente do local de trabalho.
  • Sustentabilidade e Responsabilidade Social Corporativa (RSC): A preocupação com o meio ambiente e o impacto social das organizações continuará a crescer. Empresas que adotam práticas sustentáveis e promovem a RSC não apenas contribuem para um mundo melhor, mas também atraem consumidores e talentos que compartilham desses valores.
  • Flexibilidade e Adaptação Constante: A capacidade de se adaptar rapidamente a mudanças, sejam elas tecnológicas, econômicas, sociais ou ambientais, será essencial para o sucesso das organizações e dos profissionais. A flexibilidade se tornará uma competência cada vez mais valorizada.
  • Aprendizado Contínuo e Reskilling: Com o ritmo acelerado das mudanças tecnológicas, os profissionais precisarão estar sempre atualizados e prontos para adquirir novas habilidades. Programas de aprendizado contínuo e reskilling serão fundamentais para garantir a empregabilidade e o sucesso no futuro do trabalho.
  • Colaboração Virtual e Trabalho em Equipe: A colaboração virtual se tornará ainda mais importante à medida que equipes globais e distribuídas se tornarem mais comuns. Ferramentas de colaboração online, comunicação eficaz e habilidades de trabalho em equipe à distância serão essenciais para o sucesso das organizações.

FAQ

Quais são os principais modelos de trabalho e suas características?

Os principais modelos de trabalho são: trabalho presencial (realizado no ambiente físico do escritório), trabalho remoto (home-office) e trabalho híbrido (que combina elementos presenciais e remotos).

O que a CLT diz sobre modelos de trabalho?

A CLT traz os termos “trabalho remoto” e “teletrabalho” para se referir a formas de prestação de serviços fora do ambiente físico da empresa. Esses modelos exigem a formalização por meio de contrato de trabalho.

Como a pandemia de COVID-19 o trabalho remoto?

A pandemia forçou as empresas brasileiras a adotarem repentinamente o modelo de trabalho remoto. Esse processo envolveu a ajuda na estruturação do ambiente de trabalho em casa e a implementação de ferramentas e políticas para manter a produtividade.

Qual a tendência para as modalidades de trabalho em 2024?

A principal tendência para 2024 é que as empresas adotem o modelo híbrido de trabalho, permitindo que os colaboradores alternem entre dias no escritório e dias em home office. Essa abordagem busca equilibrar as vantagens do presencial e do remoto.

Quais os principais desafios na gestão de equipes em modelos de trabalho híbridos?

Alguns dos principais desafios incluem a manutenção da cultura organizacional, a garantia de uma comunicação e colaboração eficazes entre a equipe, e o investimento em uma infraestrutura tecnológica robusta para suportar o trabalho remoto.

Quais fatores as empresas devem considerar na escolha do modelo de trabalho mais adequado?

As empresas devem considerar a natureza das atividades desempenhadas, as preferências e necessidades dos colaboradores, além de suas metas estratégicas e a cultura organizacional que desejam cultivar.

Como as modalidades de trabalho têm impactado o mercado imobiliário?

Pesquisas mostram que a ocupação dos prédios de escritórios deve aumentar em 2024, com o setor financeiro e de serviços liderando esse movimento de retorno ao presencial. No entanto, o segmento de tecnologia ainda tende a manter uma presença forte do home office.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog