Subsistemas de RH: Quais são e suas funções

Descubra os principais subsistemas de RH e entenda como cada um contribui para a gestão eficaz de talentos e a saúde organizacional. Veja mais neste artigo!
Sumário
subsistemas de rh

Os subsistemas de RH desempenham um papel crucial na gestão de pessoas e no bom funcionamento do departamento pessoal de uma organização. Cada subsistema possui funções específicas que contribuem para o desenvolvimento e aprimoramento do recurso humano.

O primeiro subsistema é o de recrutamento e seleção, responsável por atrair talentos qualificados e escolher os candidatos ideais para as vagas disponíveis na empresa. É por meio dessa função que são feitas as entrevistas e avaliações para garantir a contratação dos profissionais mais adequados.

Outro subsistema importante é o de treinamento e desenvolvimento. Ele se dedica a capacitar os colaboradores, oferecendo programas de aprendizagem contínua e possibilitando o desenvolvimento de novas habilidades. Esse subsistema é essencial para o crescimento profissional dos colaboradores e o aprimoramento dos processos internos.

O subsistema de remuneração e benefícios é responsável por gerir as políticas de salários e benefícios oferecidos aos colaboradores. Ele busca garantir que as remunerações estejam de acordo com o mercado e com o desempenho de cada funcionário, além de garantir a motivação e satisfação dos colaboradores.

A avaliação de desempenho é outra função chave do subsistema de RH. Ele monitora o desempenho dos colaboradores por meio de avaliações periódicas e feedbacks constantes. Essa prática ajuda a identificar pontos fortes e oportunidades de melhoria, auxiliando no crescimento individual e no aprimoramento coletivo.

Por fim, o subsistema de clima organizacional busca criar um ambiente de trabalho saudável e motivador. Ele envolve ações e estratégias para promover a integração, a cooperação e a satisfação dos colaboradores, resultando em um clima positivo e produtivo na organização.

Agora que você conhece os principais subsistemas de RH e suas funções, fica evidente como eles desempenham um papel fundamental na gestão de pessoas e na saúde organizacional. É por meio desses subsistemas que as estratégias de retenção de talentos são implementadas, contribuindo para a produtividade e o sucesso da empresa.

Principais pontos abordados:

  • Os subsistemas de RH são categorias que agrupam as funções mais importantes do departamento pessoal.
  • Cada subsistema tem suas próprias funções e objetivos, contribuindo para a gestão estratégica de recursos humanos.
  • Os subsistemas de RH incluem o recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento, remuneração e benefícios, avaliação de desempenho e clima organizacional.
  • Eles desempenham um papel essencial na atracão, retenção e desenvolvimento de talentos.
  • A gestão eficaz dos subsistemas de RH contribui para a motivação dos colaboradores e alcance dos objetivos da organização.

O que são subsistemas de RH

Os subsistemas de RH são categorias que dividem as atividades de sistemas de gestão de pessoas em funções específicas. Eles compreendem diferentes aspectos do departamento de recursos humanos, abrangendo desde a provisão de recursos humanos até o monitoramento e desenvolvimento de pessoas. Cada subsistema tem seus próprios objetivos e contribui para a gestão estratégica de recursos humanos, garantindo que as atividades relacionadas às pessoas colaboradoras sejam realizadas de forma eficaz e alinhadas aos objetivos da organização.

Os subsistemas de RH desempenham um papel fundamental no departamento de recursos humanos, permitindo uma gestão mais estruturada e eficiente do capital humano. Cada subsistema tem suas funções específicas e objetivos individuais, mas todos estão interligados e trabalham em conjunto para alcançar o sucesso da organização.

Aqui estão alguns exemplos dos principais subsistemas de RH:

  1. Provisão de Recursos Humanos: Responsável pelo recrutamento e seleção de novos colaboradores para preencher as posições na empresa.
  2. Aplicação de Pessoas: Compreende a integração dos colaboradores no ambiente de trabalho, fornecendo-lhes as informações necessárias e promovendo sua adaptação à cultura organizacional.
  3. Manutenção de Pessoas: Focado na retenção de talentos e no desenvolvimento de estratégias para garantir a motivação e satisfação dos colaboradores.
  4. Desenvolvimento de Pessoas: Busca capacitar os colaboradores por meio de treinamentos, programas de desenvolvimento e oportunidades de crescimento profissional.
  5. Monitoramento de Pessoas: Envolve a análise e avaliação do desempenho e resultados dos colaboradores, utilizando ferramentas como o People Analytics para obter insights e tomar decisões embasadas.

Agora que entendemos o que são subsistemas de RH, vamos explorar a importância da gestão de recursos humanos no próximo tópico.

Importância da gestão de recursos humanos

A gestão de recursos humanos desempenha um papel fundamental nas organizações, sendo responsável por atrair, desenvolver e reter talentos. É por meio da gestão estratégica dos recursos humanos que as empresas impulsionam seu crescimento e alcançam seus objetivos.

O departamento de recursos humanos é o responsável por garantir que as diversas atividades relacionadas às pessoas sejam realizadas de forma eficaz. Os subsistemas de RH desempenham um papel essencial nesse processo, coordenando as funções de provisão de recursos humanos, recrutamento e seleção, aplicação de pessoas, manutenção de pessoas, desenvolvimento de pessoas e monitoramento de pessoas.

A provisão de recursos humanos é responsável por atrair e selecionar profissionais qualificados para preencher as vagas na empresa, garantindo que a organização tenha os talentos necessários para o seu funcionamento.

O recrutamento e seleção são processos-chave para encontrar os candidatos ideais, enquanto a aplicação de pessoas se concentra em integrar os colaboradores à cultura organizacional e fornecer-lhes as informações necessárias para o desempenho de suas funções.

A manutenção de pessoas envolve estratégias para reter talentos, garantir a motivação e satisfação dos colaboradores, como programas de benefícios, gestão do clima organizacional e desenvolvimento de planos de carreira.

O desenvolvimento de pessoas visa capacitar os colaboradores, tanto em habilidades técnicas quanto comportamentais, por meio de programas de treinamento e desenvolvimento, coaching e mentoring.

Já o monitoramento de pessoas consiste na análise e avaliação do desempenho e resultados dos colaboradores, utilizando ferramentas como o People Analytics para obter insights e tomar decisões embasadas.

Uma gestão de recursos humanos eficiente contribui para a saúde e crescimento organizacional, o engajamento dos colaboradores, a redução do turnover e o alcance dos objetivos da empresa. É por meio da gestão estratégica das pessoas que as organizações constroem equipes de alto desempenho, promovem a inovação e se destacam no mercado.

Importância da gestão de recursos humanos
Responsável por atrair, desenvolver e reter talentos
Coordenação dos subsistemas de RH
Provisão de recursos humanos
Recrutamento e seleção
Aplicação de pessoas
Manutenção de pessoas
Desenvolvimento de pessoas
Monitoramento de pessoas
Contribuição para a saúde e crescimento organizacional
Redução do turnover
Engajamento dos colaboradores
Alcance dos objetivos da empresa

gestão de recursos humanos

Funções e objetivos dos subsistemas de RH

Cada subsistema de RH desempenha funções específicas que contribuem para o sucesso da gestão de recursos humanos. Essas funções têm como objetivo principal garantir que a empresa tenha os profissionais certos, no lugar certo e no momento adequado. Vamos conhecer as principais funções e objetivos de cada um dos subsistemas:

Provisão de Recursos Humanos

A função da provisão de recursos humanos é atrair e selecionar candidatos qualificados para ocupar as vagas na empresa. Seu objetivo é identificar profissionais talentosos que estejam alinhados com a cultura organizacional e possuam as habilidades e competências necessárias para desempenhar as funções requeridas.

Recrutamento e Seleção

O recrutamento e seleção têm como função encontrar candidatos potenciais e avaliar suas qualificações para preencher as vagas disponíveis. Seu objetivo é escolher os melhores profissionais que atendam aos requisitos do cargo, levando em consideração aspectos como experiência, habilidades, conhecimentos e valores.

Aplicação de Pessoas

A aplicação de pessoas diz respeito à inserção dos colaboradores no ambiente de trabalho. Essa função tem como objetivo proporcionar aos novos contratados todas as informações e recursos necessários para que eles possam se adaptar e se integrar à cultura organizacional da empresa.

Manutenção de Pessoas

A função da manutenção de pessoas é desenvolver estratégias para reter talentos e garantir a motivação e satisfação dos colaboradores. Seu objetivo é criar um ambiente de trabalho saudável, oferecer oportunidades de crescimento e reconhecimento e promover a qualidade de vida no trabalho.

Desenvolvimento de Pessoas

O desenvolvimento de pessoas visa capacitar os colaboradores, tanto em habilidades técnicas quanto em competências comportamentais. Essa função tem como objetivo promover o crescimento profissional e o aprimoramento das competências individuais, contribuindo para o desenvolvimento da equipe e para o alcance dos objetivos da empresa.

Monitoramento de Pessoas

O monitoramento de pessoas consiste na análise e avaliação do desempenho e resultados dos colaboradores. Essa função busca acompanhar o progresso individual e coletivo, identificar pontos de melhoria e tomar decisões embasadas para promover o desenvolvimento contínuo da equipe e alcançar os objetivos organizacionais.

Ter um entendimento claro das funções e objetivos de cada subsistema de RH é fundamental para a gestão eficaz de recursos humanos. Ao alinhar estrategicamente essas funções, as empresas podem atrair, desenvolver e reter talentos, impulsionando o sucesso organizacional.

Aplicação da Teoria dos Sistemas no setor de RH

A gestão de recursos humanos pode ser vista como um sistema complexo, onde cada subsistema interage e influencia diretamente os demais. A Teoria dos Sistemas se aplica perfeitamente a essa dinâmica, permitindo uma compreensão mais profunda de como as diferentes partes do setor de RH estão interligadas e como elas contribuem para o funcionamento geral da gestão estratégica de recursos humanos.

Na Teoria dos Sistemas, a ênfase está na interdependência entre os subsistemas. Isso significa que cada aspecto do RH – desde o recrutamento e seleção até o desenvolvimento e monitoramento de pessoas – está conectado e afeta o desempenho dos outros subsistemas. Dessa forma, a aplicação da Teoria dos Sistemas no setor de RH permite uma visão mais holística e estratégica, garantindo que todas as atividades relacionadas às pessoas colaboradoras sejam realizadas de forma eficaz e alinhadas aos objetivos da organização.

Um exemplo claro da interdependência dos subsistemas de RH é a importância do recrutamento e seleção para o desenvolvimento e retenção de talentos. Se um subsistema falha em atrair os colaboradores certos, isso impacta diretamente os demais subsistemas e compromete o desempenho global da gestão de recursos humanos.

Benefícios da aplicação da Teoria dos Sistemas no setor de RH

Ao aplicar a Teoria dos Sistemas no setor de RH, as organizações podem colher uma série de benefícios. Entre eles:

  • Melhor compreensão das interações entre os subsistemas;
  • Gestão estratégica e alinhada das atividades relacionadas às pessoas colaboradoras;
  • Aumento da eficácia e eficiência na gestão de recursos humanos;
  • Maior capacidade de identificar e corrigir falhas ou disfunções no sistema;
  • Melhoria da comunicação e integração entre os diferentes subsistemas;

Em resumo, a aplicação da Teoria dos Sistemas no setor de RH permite uma gestão mais integrada, eficiente e estratégica dos recursos humanos, contribuindo para o sucesso e crescimento da organização.

Aplicação da Teoria dos Sistemas no setor de RH

Vantagens da organização por subsistemas de RH

A organização dos subsistemas de RH traz inúmeras vantagens para as empresas. Ao adotar uma abordagem de gestão estratégica e inteligente das atividades relacionadas às pessoas colaboradoras, é possível otimizar os recursos humanos e impulsionar o sucesso organizacional.

Um dos principais benefícios dessa organização é a redução do turnover, ou seja, a diminuição da rotatividade de colaboradores. Ao gerenciar cada subsistema de forma complementar, é possível atrair talentos de qualidade, inseri-los adequadamente na equipe e oferecer um ambiente de trabalho favorável. Isso contribui para a satisfação das pessoas colaboradoras, promovendo a retenção de talentos e reduzindo os custos associados à contratação e treinamento de novos profissionais.

Além disso, a organização por subsistemas auxilia na melhoria do clima organizacional. A gestão estratégica de recursos humanos permite identificar e solucionar problemas ou insatisfações no ambiente de trabalho de forma mais rápida e efetiva. Isso contribui para criar um ambiente positivo e motivador, em que as pessoas colaboradoras se sintam valorizadas e engajadas em alcançar os objetivos da organização.

Outra vantagem é o aumento da produtividade. Com a distribuição equilibrada do trabalho entre os subsistemas de RH, as atividades são executadas de forma mais eficiente e focada. Isso facilita o monitoramento do desempenho das pessoas colaboradoras e a identificação de oportunidades de melhoria. Com uma gestão estratégica e integrada, é possível potencializar os talentos, desenvolver habilidades e maximizar a produtividade da equipe.

FAQ

Quais são os subsistemas de RH e suas funções?

Os subsistemas de RH são categorias que agrupam as funções mais importantes do departamento de recursos humanos, visando a gestão eficaz de talentos e a saúde organizacional. Eles incluem a provisão de recursos humanos, o recrutamento e seleção, a aplicação de pessoas, a manutenção de pessoas, o desenvolvimento de pessoas e o monitoramento de pessoas. Cada subsistema tem suas próprias funções e objetivos, contribuindo para a gestão estratégica de recursos humanos e a melhoria do desempenho da equipe.

O que são subsistemas de RH?

Os subsistemas de RH são categorias que dividem as atividades da gestão de pessoas em funções específicas. Eles compreendem diferentes aspectos do departamento de recursos humanos, abrangendo desde a provisão de recursos humanos até o monitoramento e desenvolvimento de pessoas. Cada subsistema tem seus próprios objetivos e contribui para a gestão estratégica de recursos humanos, garantindo que as atividades relacionadas às pessoas colaboradoras sejam realizadas de forma eficaz e alinhadas aos objetivos da organização.

Qual a importância da gestão de recursos humanos?

A gestão de recursos humanos desempenha um papel fundamental nas organizações, pois é responsável por atrair, desenvolver e reter talentos. Os subsistemas de RH desempenham um papel essencial nesse processo, assegurando que as diversas atividades relacionadas às pessoas sejam realizadas de forma estratégica e eficaz. Isso inclui desde a contratação e inserção de novos colaboradores até o monitoramento de seu desempenho e o desenvolvimento de suas habilidades. Uma gestão de recursos humanos eficiente contribui para a saúde organizacional, o engajamento dos colaboradores e o alcance dos objetivos da empresa.

Quais são as funções e objetivos dos subsistemas de RH?

Cada subsistema de RH tem funções e objetivos específicos. A provisão de recursos humanos trata do recrutamento e seleção de novos colaboradores, visando encontrar profissionais qualificados para preencher os cargos na empresa. A aplicação de pessoas se refere à inserção dos colaboradores no ambiente de trabalho, fornecendo-lhes todas as informações necessárias e promovendo sua integração à cultura organizacional. A manutenção de pessoas envolve estratégias para reter talentos e garantir a motivação e satisfação dos colaboradores. O desenvolvimento de pessoas busca capacitar os colaboradores, tanto em habilidades técnicas quanto em competências comportamentais. O monitoramento de pessoas consiste na análise e avaliação do desempenho e resultados dos colaboradores, utilizando ferramentas como o People Analytics para obter insights e tomar decisões embasadas.

Como a Teoria dos Sistemas é aplicada no setor de RH?

A aplicação da Teoria dos Sistemas no setor de RH permite entender como os subsistemas de RH estão interligados e atuam em um único processo. Essa abordagem considera o setor de RH como um sistema dividido em partes, em que a ênfase está na interdependência dos subsistemas. Isso significa que cada subsistema do RH afeta diretamente o desempenho dos outros subsistemas e contribui para alcançar os objetivos gerais da gestão de recursos humanos. Essa perspectiva permite uma gestão mais estratégica e alinhada, garantindo que todas as atividades relacionadas às pessoas colaboradoras sejam realizadas de forma eficaz e com um propósito claro.

Quais são as vantagens da organização por subsistemas de RH?

A organização dos subsistemas de RH traz diversas vantagens para as empresas. Isso inclui uma gestão mais estratégica e inteligente das atividades relacionadas às pessoas, redução do turnover, melhoria do clima organizacional e aumento da produtividade. Ao dividir as diferentes funções do RH em subsistemas complementares, é possível ter um controle mais efetivo sobre cada atividade e garantir que elas estejam alinhadas aos objetivos da organização. Além disso, essa abordagem possibilita uma distribuição mais equilibrada do trabalho e uma melhor integração entre os diferentes processos de RH.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog