Matriz Eisenhower: Guia completo de informações + aplicação

A utilização da matriz Eisenhower pode ajudar você a aumentar a produtividade, melhorar o gerenciamento do tempo e evitar a procrastinação. Veja mais neste artigo!
Sumário
Matriz Eisenhower

Você já ouviu falar sobre a Matriz Eisenhower? Essa é mais uma daquelas ferramentas super legais que pode estar ajudando você a sair do miolo do tornado de tarefas acumuladas!

Não é novidade para ninguém que no mundo acelerado que nós vivemos hoje, o que não faltam são pessoas reclamando de sobrecarga de tarefas e demandas.

Em uma situação como essa não basta cruzar os braços e reclamar esperando que caia do céu um milagre.

Para tentar melhorar a organização dessas atividades, é preciso encontrar uma maneira eficaz de gerenciar nosso tempo.

Nesse contexto, a Matriz Eisenhower emerge como uma ferramenta poderosa, projetada para auxiliar na tomada de decisões estratégicas e na alocação eficiente de recursos.

Essa metodologia é amplamente utilizada para organizar e classificar as tarefas de acordo com sua importância e urgência.

E aí, quer conhecer tudo sobre a Matriz Eisenhower?

Então você chegou ao lugar certo!Seu objetivo é proporcionar clareza mental, foco nas prioridades corretas e evitar a armadilha da procrastinação.

Matriz Eisenhower: O que é?

A Matriz de Eisenhower se trata de uma ferramenta de produtividade desenvolvida pelo ex-presidente dos Estados Unidos, Dwight D. Eisenhower que utilizava um plano cartesiano para ajudar na priorização de suas tarefas.

Utilizando o mesmo princípio, ao utilizar a Matriz de Eisenhower, você pode organizar as suas tarefas com base nesses quatro quadrantes e direcionar sua atenção e esforço para as tarefas mais importantes e urgentes.

Dessa forma, é possível evitar a procrastinação, lidar com crises de forma eficaz e garantir que você esteja focado nas atividades que realmente estão alinhadas aos seus objetivos.

Como funciona a Matriz Eisenhower

Apesar do nome complicado, a Matriz Eisenhower é relativamente simples de entender e se atém a classificar as tarefas em quatro categorias principais.

Baseado em sua importância e urgência as tarefas nessa metodologia são divididas da seguinte forma:

1. Importante e Urgente

Essas são as tarefas críticas e urgentes que exigem sua atenção imediata, possuindo prazos urgentes.

São aqueles problemas inesperados ou situações de emergência que não tem mais como adiar e precisam ser feitos imediatamente.

Nesses casos, é importante dedicar tempo e recursos necessários para resolvê-las o mais rápido possível.

2. Importante, mas Não Urgente

No segundo quadrante devem ser direcionadas as tarefas que têm um impacto significativo a longo prazo, mas não exigem atenção imediata.

Por exemplo, atividades como planejamento, estabelecimento de metas, desenvolvimento pessoal, projetos importantes e relacionamentos podem estar incluídas nesse espaço.

Mesmo não sendo urgente, é importante reservar tempo para essas tarefas, a fim de evitar que se tornem urgentes no futuro.

3. Urgente, mas Não Importante

No terceiro quadrante alocamos as tarefas que podem parecer urgentes, mas não contribuem significativamente para seus objetivos de longo prazo.

Normalmente essas são as demandas de outras pessoas ou tarefas que podem ser delegadas para outras pessoas da sua equipe que possua capacidade de fazer ou até mesmo eliminá-las.

4. Não Importante e Não Urgente

Por fim, o quarto quadrante é dedicado às tarefas de baixa prioridade que não têm um impacto significativo em seus objetivos.

Essas atividades triviais costumam desperdiçar tempo que poderia ser empregado em tarefas mais urgentes…

Nesse caso, o ideal é evitar ou minimizar o tempo gasto nessas tarefas para ter uma melhor produtividade.

Como distinguir uma tarefa importante de uma tarefa urgente?

Ficamos falando aqui sobre tarefas importantes e tarefas urgentes, mas você conseguiria classificar as suas tarefas da maneira correta?

Nesse ponto é muito importante conseguir distinguir algo urgente de importante!

Na Matriz de Eisenhower uma tarefa importante é aquela que está alinhada com seus objetivos de longo prazo.

Ou seja, ela possui um impacto significativo no seu progresso e no alcance dos seus resultados desejados.

Usualmente essas tarefas estão relacionadas às metas, aos projetos estratégicos e às atividades que contribuem para seu crescimento pessoal, profissional ou para a realização de seus objetivos.

Por outro lado, na Matriz Eisenhower, uma tarefa urgente é aquela que exige sua atenção imediata, que possui um prazo próximo ou que pode ter consequências negativas se não for tratada rapidamente.

Ao fazer essas reflexões, você poderá avaliar onde a tarefa pode estar se enquadrando melhor nas quatro divisões que você aprendeu anteriormente.

Também é importante se ater que a distinção entre importância e urgência pode variar de acordo com seus próprios objetivos.

Então, o que pode ser importante e urgente para você pode não ser para o resto do seu time.

Por isso, é importante fazer uma avaliação consciente de cada tarefa.

Vantagens da Matriz Eisenhower

Como estamos falando de uma ferramenta que pode te ajudar com a organização, é válido mencionar que existem diversas vantagens atreladas ao uso delas.

Veja só algumas que destacamos aqui:

1.     Melhor produtividade

Com o apoio da Matriz Eisenhower você ganha uma visão clara de suas prioridades e pode organizar seu tempo de maneira mais eficiente.

Consequentemente, isso ajuda a aumentar a produtividade, garantindo que você esteja focado nas tarefas que realmente precisam da sua atenção no momento.

2.     Permite que você priorize o que é mais importante

Tendo em vista que a  matriz ajuda a identificar e priorizar tarefas , isso permite que você direcione a sua energia para as atividades que são mais relevantes no momento,

Assim, você elimina a sensação de estar constantemente ocupado, mas sem realizar progresso real.

3.     Melhor gerenciamento de urgências

A matriz ajuda a lidar de forma eficiente com tarefas urgentes e situações de emergência, colocando todas elas no quadrante “Importante e Urgente”.

Dessa forma, você poderá se preparar para reagir tomando as medidas necessárias para resolver problemas urgentes, evitando que eles se tornem situações ainda piores.

4.     Tomada de decisão mais assertiva

Com uma melhor visualização das tarefas já que elas estão separadas em diferentes quadrantes, a matriz facilita a tomada de decisões informadas sobre como alocar seu tempo e recursos.

Assim, você poderá avaliar com mais clareza quais tarefas necessitam da sua atenção imediata, quais podem ser agendadas, quais podem ser delegadas e quais podem ser eliminadas.

5.     Redução do estresse e da sobrecarga

Outra vantagem super importante de adotar a Matriz Eisenhower é que ela ajuda a evitar a sobrecarga de trabalho.

Esse é um dos principais problemas dos profissionais, se sentir em um poço sem fundo de atividades que nunca são solucionadas.

Com a ajuda da ferramenta você pode identificar e eliminar tarefas desnecessárias e não importantes no quadrante.

Assim, é possível reduzir o estresse, a sensação de sobrecarga e o desperdício de tempo em atividades que não agregam valor real.

Desvantagens da Matriz Eisenhower

Como qualquer outra ferramenta, a Matriz Eisenhower possui as suas limitações e desvantagens também.

Dentre elas, podemos citar:

1.     Simples demais para algumas pessoas

Como a categoriza as tarefas em apenas quatro quadrantes, o que pode ser uma simplificação excessiva da realidade.

A verdade é que nem todas as tarefas se encaixam perfeitamente em uma das categorias, e algumas podem exigir uma avaliação mais detalhada.

Então, existem pessoas que não gostam dessa ferramenta por ter a sensação de que tem uma visão superficial das tarefas e dificultar a tomada de decisões precisas.

2.     Demanda tempo e esforço

A Matriz Eisenhower pode ser relativamente complexa para quem ainda não tem o costume de utilizar técnicas de gerenciamento de tempo.

Além disso, ainda é preciso dedicar um certo tempo e esforço para conseguir compreender e aplicar adequadamente os princípios da matriz.

3.     Pode se apresentar como subjetiva

Apesar de existir diferenças claras entre tarefas urgentes e importantes, a determinação de onde cada uma se encaixa é subjetiva e pode variar de pessoa para pessoa.

Ou seja, o que pode ser importante para uma pessoa pode não ser tão relevante para outra e isso pode levar a diferentes interpretações e prioridades.

4.     Foco excessivo nas tarefas urgentes

Como a matriz dá ênfase às tarefas urgentes e importantes, é possível que no seu trabalho seja desenvolvida uma mentalidade de curto prazo e a negligência de tarefas importantes.

Isso acontece porque as tarefas menos urgentes também podem ter um impacto significativo a longo prazo e mesmo assim elas são negligenciadas visto a necessidade de acabar com as urgentes.

Como usar a matriz Eisenhower para gerenciar suas tarefas no trabalho?

E aí, quer colocar a mão na massa e começar a utilizar a matriz Eisenhower no seu dia a dia? Então aqui vai um passo a passo sobre como você pode utilizar essa ferramenta:

1.     Liste todas as suas tarefas

Em primeiro lugar, liste todas as tarefas que você precisa realizar no trabalho, incluindo tudo, desde tarefas pequenas até projetos maiores.

2.     Avalie o grau de importância

Em seguida, analise cada tarefa e avalie seu nível de importância, considerando o impacto a longo prazo e a contribuição para os resultados desejados.

3.     Avalie o grau de urgência

Agora, determine o grau de urgência de cada tarefa considerando os prazos, expectativas dos seus clientes e colegas, além das consequências de não realizar a tarefa dentro de um determinado período.

4.     Faça a classificação da tarefas na matriz

Baseado nas avaliações de importância e urgência, classifique cada tarefa na matriz nos seguintes quadrantes:

  • Quadrante 1: Importante e Urgente;
  • Quadrante 2: Importante e não Urgente;
  • Quadrante 3: Urgente e não importante;
  • Quadrante 4: não Importante e não Urgente.

5.     Defina ações específicas

Após fazer a classificação, é chegado o momento de definir quais são as ações que devem ser realizadas para cada tarefa.

De uma maneira geral, veja só o que deve ser feito em cada quadrante:

  • Quadrante 1: Exige uma ação imediata, por isso, execute essas tarefas o mais rápido possível.
  • Quadrante 2: Aqui você pode fazer um planejamento, programando um tempo específico para realizar essas tarefas que são importantes.
  • Quadrante 3: Considere delegar essas tarefas a outros membros da equipe.
  • Quadrante 4: Faça a eliminação ou automação.

6.     Revise sua matriz

Por fim, e não menos importante, como a Matriz Eisenhower é uma ferramenta dinâmica, você precisa revisar as suas prioridades sempre.

Então, à medida que novas tarefas surgem ou as circunstâncias mudam, organize sua lista de tarefas com base nas atualizações de importância e urgência.

Ainda tenho dificuldade em priorizar tarefas, o que devo fazer?

Matriz Eisenhower

Saber priorizar tarefas não é uma habilidade que todas as pessoas têm e isso também diz respeito à educação corporativa e  é por isso que muita gente abre mão de usar uma ferramenta como essa na hora de se organizar.

Mas essa não precisa ser a sua realidade porque vamos te ajudar nessa missão de priorização de tarefas, para assim você fazer parte da nata de profissionais talentosos.

Aqui vão 5 dicas para você conseguir colocar a cabeça no lugar e fazer isso do jeito certo:

1.     Defina metas e objetivos claros

Primeiramente, antes de começar a listar suas tarefas e organizar aleatoriamente em uma matriz, você tem que ter uma visão clara de seus objetivos e metas no trabalho.

Isso ajudará a identificar quais tarefas são mais importantes e relevantes para alcançar esses objetivos.

É muito importante se perguntar também se aquele amontoado de tarefas é realmente significativo para o seu trabalho.

O foco aqui é  priorizar tarefas que têm um impacto direto nos resultados desejados.

2.     Considere prazos e consequências

A urgência de uma tarefa pode ser determinada pelos prazos envolvidos e pelas consequências de não realizar a tarefa dentro desse período.

Por isso, leve em consideração os prazos estabelecidos e as expectativas das pessoas que esperam pela realização dessas atividades.

3.     Vá além da matriz Eisenhower

Além da Matriz Eisenhower, você pode usar outras técnicas de classificação para ajudar nessa priorização.

Um método muito interessante é a técnica do ABCD, que  envolve categorizar tarefas em.

  • A (muito importantes)
  • B (importantes)
  • C (menos importantes)
  • D (dispensáveis).

Você pode facilmente combinar essa estratégia com a matriz para fornecer uma classificação mais precisa.

4.     Verifique os recursos disponíveis

Antes de definir a prioridade de uma tarefa, você também deve levar em consideração os recursos disponíveis.

E quando falamos em recursos não é só de gestão financeira não! Avalie se você tem as habilidades necessárias, o tempo e o apoio necessário para realizar a tarefa.

5.     Seja resiliente

Por fim, lembre-se de ser flexível quanto às suas tarefas, sempre existirá novas atividades, imprevistos e isso pode mudar a forma como você avalia as suas prioridades.

Por isso, esteja sempre disposto a reavaliar e ajustar sua lista de tarefas para conseguir priorizar aquelas que forem mais relevantes e impactantes.

Conclusão

Como você viu até aqui, ao utilizar  uma ferramenta como a Matriz Eisenhower, você possui uma melhor habilidade de identificar e focar nas tarefas que verdadeiramente importam.

Dessa forma, é possível dar prioridade ao que realmente contribuem para os seus objetivos na empresa.

Se você deseja ter sucesso na aplicação dessa estratégia, é necessário ter disciplina, montando a sua matriz de uma maneira consistente.

Lembre-se que é necessário ser proativo na atualização e reavaliação contínua das tarefas, ajustando-as às mudanças de prioridade e às novas demandas que surgem.

Curtiu o artigo? Encontre mais conteúdos aqui no nosso blog!

Ei, precisando de ajuda para modernizar o controle do seu relógio de ponto e folha de pagamento? Conheça agora mesmo a plataforma Genyo!

Teste gratuitamente por 15 dias clicando aqui!

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog