25 jul 2022

Treinamento corporativo: o que é, vantagens e como planejar

treinamento corporativo

O sucesso de uma empresa é baseado em vários fatores e, dentre eles, está a devida capacitação dos colaboradores. Isso porque, os empregados são os responsáveis pela execução de grande parte dos processos que mantêm uma instituição em alta perante o mercado. Logo, o treinamento corporativo é fundamental para contar com bons talentos.

Em razão disso, neste artigo, o Genyo vai mostrar o que é o treinamento corporativo, quais são as suas vantagens para o desenvolvimento dos trabalhadores e como planejar em sua empresa. Portanto, acompanhe-nos nessa leitura até o final para conferir!

O que é e como funciona o treinamento corporativo?

Como o próprio nome já diz, o treinamento corporativo, também conhecido como treinamento de funcionários, é o ato de treinar os colaboradores de uma empresa, com o objetivo de desenvolver as suas competências e otimizar a sua rotina de trabalho e a execução de suas tarefas.

Desse modo, ele deve estar entre as estratégias da empresa, visando aperfeiçoar as habilidades dos trabalhadores de acordo com a sua função e atividades profissionais. Uma vez que, o treinamento de funcionários é um processo destinado para a melhoria do desempenho dos empregados.

Portanto, todo e qualquer trabalhador, independente do seu cargo, pode e deve ser treinado! Desde que o conteúdo do treinamento seja destinado ao trabalho em que ele realiza. Com isso, os treinamentos podem ser feitos através de aulas teóricas e práticas sobre um determinado tema.

Alguns dos assuntos que podem ser abordados no treinamento corporativo são: incentivo de liderança, ensino de ferramentas novas que passarão a ser utilizadas no ambiente de trabalho, habilidades necessárias para determinadas funções e tarefas, uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), entre outros.

Sendo assim, os treinamentos podem ocorrer de diversas maneiras, tais como:

  • Desenvolvidos e aplicados na própria instituição;
  • Desenvolvidos pela instituição mas aplicados por outra empresa;
  • Desenvolvidos e aplicados por outra empresa;
  • Desenvolvidos em plataformas EAD.

Além disso, eles podem ser feitos em variadas táticas de ensino, como palestras, bate-papo, apostilas, gamificação, microlearning, conteúdos em vídeo, atividades de avaliação, design thinking, entre outras.

Quais são os tipos de treinamento corporativo?

Os treinamentos corporativos não são todos iguais. Isso porque, alguns podem ter objetivos técnicos, a fim de aperfeiçoar as habilidades dos colaboradores, enquanto outros podem ter finalidades comportamentais, onde o intuito é melhorar a mentalidade pessoal e profissional e trabalhar a saúde mental dos funcionários.

Logo abaixo, você verá quais são as principais diferenças entre eles e o que pode ser abordado no treinamento técnico e no treinamento comportamental. Veja!

Treinamento técnico

O treinamento técnico é aquele que é mais destinado para desenvolver as competências e habilidades dos funcionários para uma determinada função. Assim, nesse tipo de treinamento, são ministrados conteúdos, como:

  • Uso correto de ferramentas;
  • Análise de dados;
  • Conteúdo empresarial;
  • Manejo de sistemas para controle de ponto, como o Genyo;
  • Técnicas de vendas;
  • Redação;
  • Legislações.

Treinamento comportamental

Já o treinamento comportamental, por sua vez, tem o propósito de aperfeiçoar os trabalhadores em relação aos seus sentimentos, mentalidades, experiências e personalidade. Portanto, nesse tipo de treinamento, são abordados assuntos, como:

  • Ética profissional;
  • Desenvolvimento de liderança;
  • Gerenciamento de tempo;
  • Alinhamento da vida pessoal com a profissional;
  • Comunicação;
  • Resolução de conflitos;
  • Planejamento e organização;
  • Trabalho em equipe.

Quais são as vantagens do treinamento corporativo para uma empresa?

O treinamento corporativo é tão importante para uma empresa que, de acordo com o Panorama do Treinamento no Brasil, feito em 2019/2020, as instituições investiram cerca de R$: 652 por empregado em treinamentos.
Isso significa que as vantagens do treinamento de funcionários são inúmeras e trazem resultados extremamente positivos a nível de produtividade, organização, gestão e, claro, lucros para uma empresa.

Afinal de contas, um colaborador bem treinado e qualificado tem uma melhor performance, o que impacta decisivamente os resultados da organização. Sendo assim, confira abaixo alguns benefícios que essa estratégia pode trazer para o seu negócio!

Retenção de talentos

Para começar, vamos falar da retenção de talentos! Você sabia quanto, em média, as empresas gastam com novas contratações?

De acordo com um levantamento realizado pelo Linkedin, em parceria com a Price Waterhouse Coopers Auditores, a cada ano, são desperdiçados US$: 19,8 bilhões em contratações mal sucedidas.

Além disso, a pesquisa também mostrou que a produtividade perdida em razão da falta de retenção de talentos chega a US$: 130 bilhões. Sem contar que, apenas no Brasil, são US$: 11 bilhões de riquezas não concebidas devido às falhas na contratação.

Desse modo, reter os funcionários é um fator de extrema importância para gerar e manter a produtividade e alcançar bons lucros em seu negócio. E o treinamento corporativo é um dos principais passos a se fazer para garantir esses resultados.

Clima organizacional mais positivo

O engajamento e motivação dos empregados, além de trazer mais resultados para a empresa, faz com que os trabalhadores trabalhem melhor em equipe e, assim, fica mais fácil alcançar os objetivos individuais e grupais.

Ademais, o treinamento de funcionários permite que os membros tenham um melhor entrosamento e construam um bom relacionamento interpessoal e profissional, fazendo com que eles sejam mais empáticos uns com os outros e entendam a importância de cada função e cargo para a empresa.

Atualização técnica e profissional

A cada dia que se passa, as regras legislativas, técnicas e ferramentas de trabalho estão sofrendo novas atualizações e, por isso, manter os funcionários bem informados quanto a esses assuntos é fundamental para que as suas tarefas estejam de acordo com as novas exigências e necessidades da instituição.

Sendo assim, através do treinamento, é possível manter os colaboradores atualizados, melhorando a execução de suas tarefas de acordo com as suas funções.

Colaboradores mais autônomos e produtivos

O treinamento corporativo aumenta a autonomia e produtividade dos funcionários. Uma vez que, ao ser bem treinado, os empregados se sentem mais confiantes para desempenhar as suas tarefas.

Assim, eles executam com mais rapidez, assertividade e qualidade, o que minimiza os erros de trabalho e, consequentemente, os custos para os consertos de falhas e a perda de tempo.

Valorização da empresa

Não há nada melhor do que um colaborador engajado e apaixonado por seu trabalho e a empresa em que ele atua. Sem contar que, um empregado que tem orgulho das suas atividades e da instituição que ele trabalha, certamente, irá divulgar a sua instituição, fazendo com que ela seja ainda mais valorizada no mercado.

Além disso, a empresa também passa a ter um forte diferencial competitivo. Afinal de contas, ao investir em seus funcionários, significa que ela preza pelo desenvolvimento contínuo, inovação e aperfeiçoamento de seu quadro. Como consequência, ela pode ganhar um lugar de destaque frente aos seus concorrentes.

Controle de ponto sem erros

Por fim, sabemos que o controle de ponto é um dos processos mais importantes para uma empresa, mas, ao mesmo tempo, o terror de todo RH são os registros manuais e mecânicos. Isso porque, eles são mais suscetíveis a erros, fraudes, desorganização e esquecimentos dos funcionários.

Com isso, a segurança e a autenticação das anotações com esses métodos não são muito confiáveis. Sem contar, também, que eles não são nada práticos para os gestores.

Dessa forma, contratar um sistema de registro de ponto é algo crucial para garantir a segurança e validade dos registros feitos pelos empregados. Bem como, para a otimização do tempo, praticidade e organização do RH.

Todavia, para que os funcionários façam o registro de ponto devidamente, é necessário treiná-los quanto a utilização correta do sistema a ser utilizado. Logo, o treinamento corporativo também pode evitar os erros no controle de ponto.

Com o Genyo, você ganha treinamentos grátis para todos os seus funcionários, os quais são feitos de forma bem didática e de fácil ensinamento. Assim, eles aprenderão com bastante rapidez e você vai poder dizer adeus às falhas no controle de ponto de sua empresa!

Além disso, outras principais funcionalidades do nosso sistema são:

  • Chat online para facilitar a comunicação entre os empregados e os gestores;
  • Assinatura eletrônica de documentos;
  • Foto e localização do funcionário no momento do registro de ponto;
  • Lembrete de ponto para ajudar o trabalhador a fazer as suas marcações na hora certa;
  • O registro de ponto pode ser feito tanto de forma online quanto offline, através do computador, celular ou tablet;
  • Os colaboradores podem consultar o próprio histórico de registros.

Tudo isso sem fidelidade (você pode cancelar quando quiser), sem taxa de implantação e com planos a partir de R$: 5,90 por funcionário. Então, se você deseja ter o melhor sistema de controle de ponto, pelo melhor custo-benefício, clique aqui e contrate agora mesmo!

Treinamento corporativo

Como planejar um treinamento corporativo?

Agora que você já sabe o que é, como funciona e as vantagens do treinamento corporativo, chegou a hora de saber como planejar! Antes de tudo, é importante que você saiba que os treinamentos requerem várias etapas para que eles gerem bons resultados.

Portanto, apenas realizar o treinamento e continuar com a rotina de trabalho como de costume não é suficiente. Isso porque, para que ele seja realmente eficaz, é necessário construir programas de capacitação para que os aprendizados sejam frequentes e devidamente praticados.

Logo abaixo, você vai ver algumas dicas cruciais para você saber como planejar um treinamento corporativo de forma eficaz e estratégica. Confira!

Conheça as necessidades e determine os objetivos

O primeiro passo de qualquer treinamento para funcionários é conhecer as necessidades da empresa para, depois, definir os objetivos.
Por esse motivo, é necessário entender quais são as dores, dificuldades, fraquezas e forças da sua equipe para, assim, identificar quais são as habilidades e competências que os membros precisam desenvolver ou aperfeiçoar a curto, médio e longo prazo.

Além disso, é preciso fazer uma análise profunda para saber quais são os setores e cargos que estão mais carentes em relação às necessidades da empresa. Desse modo, é possível determinar quais serão os objetivos de cada treinamento e quais deles são os mais prioritários.

Defina as metas e a duração de cada treinamento

Depois de identificar as necessidades dos seus funcionários e os objetivos da empresa, o próximo passo é determinar as metas e a duração de cada treinamento. Afinal de contas, treinar um colaborador requer tempo e, por isso, as precisões devem ser trabalhadas de forma gradativa.

Sendo assim, as metas devem ser estabelecidas em relação ao que e quando se quer atingir para o seu negócio com o treinamento. Por exemplo, se o objetivo é aumentar o número de vendas, a meta é que isso ocorra em até XX% e em X tempo. Para isso, serão feitos X treinamentos e cada um terá a duração de X minutos.

Estabeleça a metodologia de ensino mais adequada para o público

Um dos grandes erros de muitos gestores é não ter o conhecimento adequado sobre o seu público interno. Assim, no momento de realizar o treinamento, a comunicação pode não estar devidamente apropriada para todos os perfis dos funcionários.

Então, é primordial entender as preferências, formas de aprendizagem, expectativas e desejos profissionais e pessoais para que as ações sejam montadas de forma mais adequada, a fim de gerar resultados positivos e engajamento.

Além disso, é primordial que os gestores trabalhem em conjunto com os líderes de cada setor da empresa, com o intuito de buscar informações sobre o desenvolvimento dos empregados e para saber se os programas de treinamentos estão sendo eficazes.

Acompanhe a execução

Como dito acima, não adianta apenas fazer o treinamento e continuar com a rotina de trabalho como antes. Uma vez que, é necessário fazer o acompanhamento para saber se as ações planejadas estão, realmente, sendo executadas e quais são os efeitos que elas estão causando para a empresa.

Desse modo, é possível também mensurar os resultados para consertar as falhas o quanto antes e saber quais foram as ações mais assertivas.

Portanto, é crucial que os gestores trabalhem em conjunto com os líderes de cada setor, para buscar informações sobre o desenvolvimento dos empregados e a execução de suas tarefas após o treinamento.

Então, agora que você já conhece sobre o treinamento corporativo, os seus benefícios e como planejar, economize tempo e deixe o treinamento do controle de ponto dos seus funcionários com a gente. Clique aqui para conhecer os pacotes que temos disponíveis para a sua empresa!

Seja o primeiro

Qual sua opinião sobre o assunto?

Seu email não será publicado ;)