Entenda tudo sobre o funcionamento da flexibilização de horário no trabalho.

Você já ouviu falar em jornada de trabalho flexível? Nesse artigo você irá entender tudo sobre o funcionamento da flexibilização de horário. Veja mais neste artigo!
Sumário
Flexibilização de horário

Os avanços tecnológicos são algo que ocorre a todo instante, sempre se adaptando as novas necessidades do mercado. Na esfera empresarial essa adaptação ficou muito perceptível, principalmente durante o período da pandemia do COVID 19. Assim, a flexibilização de horário é um dos resultados dessa adaptação.

Com a pandemia, muitas empresas precisaram inovar a forma de trabalho e um desses resultados foi o crescente número de funcionários trabalhando em home office. Desse modo, a carga horaria flexível foi uma das estratégias adaptativas para as corporações continuarem com bons resultados.

Afinal, com a modernidade o dia a dia das pessoas está cada vez mais corrido e principalmente na fase adulta, a vida parece girar principalmente em torno do trabalho por “falta de tempo” para cuidar de outros pilares.

Desse forma, o objetivo não é que o trabalhador, necessariamente, tenha o seu período de serviço reduzido, mas sim, que ele tenha a oportunidade de ter mais controle e autonomia para estabelecer o horário que prefere executar as suas atividades laborais durante o dia.

Em outras palavras, a jornada de trabalho com o horário flexível é uma forma de gerir o tempo que permite que os colaboradores definam qual horário irão entrar e sair de suas jornadas de trabalho e qual período irá reservar para as demais atividades do dia.

Com isso, eles podem administrar melhor o tempo para fazer outras atividades que não conseguiriam com uma carga horaria fixa, como ir ao banco, buscar os filhos na escola, ir ao supermercado ou até mesmo ir à academia.

Todavia, apesar de trazer inúmeros benefícios tanto para a empresa quanto para o empregador, assim como outros modelos de trabalho, a adoção desse tipo também pode trazer algumas desvantagens em outros pontos. Além disso, por ser um modelo que não era muito conhecido, levanta muitas dúvidas que precisam ser esclarecidas para os funcionários

Saiba mais sobre a flexibilização do horário

Em vista do que foi descrito acima, nós da equipe Genyo elaboramos esse artigo com todas as informações que você precisa saber sobre a flexibilização de horário no trabalho.  Aqui você irá entender o que é, como funciona, quais as vantagens e desvantagens desse modelo e muito mais!

O que significa a flexibilização de horário?

Com o passar do tempo é cada vez mais perceptível que as maiores marcas de alterações na sociedade são em decorrência dos avanços tecnológicos. No mercado de trabalho essas mudanças sociais e comportamentais são claramente perceptíveis, uma vez que, com o mercado está em constante adequação para suprir as novas demandas advindas da inovação.

Desse modo, a flexibilização de horário é uma dessas principais mudanças. Ela envolve tanto o campo comportamental e social quanto o tecnológico e mercadológico. Assim, com essa oportunidade de um modelo de trabalho inovador, empresas e colaboradores tem encontrado novos métodos e mecanismos para trazer cada vez mais benefícios para ambos os lados.

Ou seja, a jornada de trabalho com flexibilização de horário é um modelo de trabalhista que permite que o funcionário tenha mais autonomia para decidir quando cumprir as tarefas durante o dia, porém, sem necessariamente ter o período da sua carga horária reduzida.

Em suma, a carga horaria flexível é uma forma de gestão que permite que os colaboradores possam administrar melhor o seu tempo de modo que conciliem o trabalho com outras atividades no dia a dia. Como ir ao supermercado, buscar os filhos na escola ou até praticar alguma atividade física.

Logo, oferece a possibilidade para os colaboradores poderem fazer outras atividades importantes em seu dia além de seu trabalho, logo, é uma forma das empresas oferecerem uma melhor qualidade de vida para os seus membros.

Porém, é valido ressaltar que essa flexibilidade não deve ser visto como uma oportunidade para trabalhar menos ou fazer o serviço com pouca qualidade. Existe um contrato por trás com termos que precisam ser respeitados e seguidos a risca para que nenhum dos lados tenha qualquer tipo de prejuízo ao invés de benefícios.

O que diz a lei sobre a flexibilização de horário?

Segundo a lei, os funcionários contratados pelo regime da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) devem cumprir jornadas diárias de 8 horas ou 44 horas por semana. Todavia, não há em nenhuma parte da lei que estabelece quando a jornada deve começar ou terminar e nem o local onde o serviço deve ser realizado.

Assim, segundo o que consta no artigo 59 da CLT:

“A duração normal do trabalho, para os empregados em qualquer atividade privada, não excederá de 8(oito) horas diárias, desde que não seja fixado expressamente outro limite”.

Além disso, a legislação trabalhista define que as jornadas de trabalho podem ter um acréscimo de até no máximo duas horas extras por dia, sendo que essas valem pelo menos 50% a mais do que as horas normais trabalhadas.

Dessa forma, essa ausência de determinação de regras em relação ao início e termino do horário de trabalho, abre espaço para os trabalhadores chegarem a um acordo com os seus superiores em relação a um horário que seja confortável para ambos os lados.

Porém, existe o chamado horário comercial com duração das 8h às 17h ou das 9h às 18h. Mas, as variações podem ocorrer a depender do modelo de trabalho que a empresa deseja adorar, como uma escala de segunda a sábado ou caso funcione no período da noite, por exemplo.

Dessa forma, o mais comum é que já haja um horário fixo para todos os funcionários iniciarem e concluírem a sua carga horaria no trabalho que já é preestabelecido por meio do contrato e que precisa ser seguido a risca por todos os funcionários da corporação.

Quais as vantagens de ter um horário flexível?

Flexibilização de horário

Num mundo globalizado e em constante inovação tecnológica, é normal que o principal objetivo de uma empresa seja o lucro máximo. Porém, para que isso aconteça em primeiro lugar, é preciso lembrar que os funcionários são a parte mais importante do processo.

Sem eles, é quase impossível atingir todas as metas, objetivos e resultados de forma rápida e consistente. Portanto, é preciso, de fato, focar na produtividade do colaborador, mas sem perder de vista os outros pilares de sua vida.

Pensando nisso, analise a seguir os primeiros benefícios percebidos pelas empresas que oferecem aos funcionários mais agilidade no dia a dia de trabalho adotando a flexibilidade de horário.

Melhora no clima organização

O primeiro benefício super perceptível em uma corporação que se preocupa em oferecer horário de trabalho flexível para seus funcionários é um ambiente organizacional mais agradável.

Com mais tempo para cuidar da saúde física e mental no dia a dia, o trabalhador se sente mais seguro, valorizado e confiante em seu cargo. Isso ajuda a suavizar o clima de tensão e competição na organização.

Isso porque o empregado poderá incluir em sua rotina outras atividades que não seriam possíveis no modelo de trabalho tradicional, podendo assim desempenhar suas funções laborais com mais tranquilidade.

Assim, com o home office, o benefício é ainda maior, pois o trabalhador não gasta tempo se deslocando para o trabalho, além de que, o contato direto com outros membros fica mais delimitado.

Boa gestão de talentos

Quando o índice de rotatividade, isto é, entrada e saída de novos funcionários, está muito alto, isso não é um ponto positivo para a empresa. Isso porque, a organização acaba arcando com o prejuízo de novas contratações e treinamentos de recrutamento.

Dessa forma, quando a organização investe em alternativas para assegurarem os funcionários na empresa, consequentemente, acaba diminuindo o índice de turnover através da gestão adequada de talentos. Isso porque, gradativamente, os profissionais da equipe vão ficando cada vez mais qualificados, sendo um diferencial competitivo.

Visto que, ao trabalharem em um local no qual têm uma maior liberdade para escolher que horário irá trabalhar, dificilmente esse funcionário ira querer sair da corporação, ou seja, ele se sente mais motivado em se dedicar nas suas funções laborais.

Com uma equipe mais qualificada, a promoção de cargo acontece com mais facilidade, o que também estimula os colaboradores a permanecerem na empresa.

Redução de custos

Como mencionado anteriormente, ao adotar o modelo de horário flexível, permite que alguns funcionários, a depender de qual cargo ocupe, possam exercer as suas funções em home office.

Desse modo, a empresa não precisa arcar com certos custos como o de deslocamento do trabalhador, vale-alimentação e manutenção do escritório, como descrito na Lei 14.442. Afinal, em razão dessa flexibilidade, o número de funcionários no escritório é menor e os gastos com a energia, consequentemente, também diminuem,

Somado a isso, como a jornada maleável também favorece uma maior produtividade, também é possível acontecer uma redução da necessidade de horas extras.

Prevenção de doenças de trabalho

Outra vantagem, não muito reconhecida, é que essa flexibilização ajuda, sim, na prevenção de doenças causadas pelo ambiente de trabalho. Ter uma jornada maleável, é um grande aliado nesse aspecto visto que, com essa flexibilidade, o funcionário consegue fazer outras atividades que não seja somente ficar o dia inteiro em frente a uma tela de computador fazendo movimentos repetitivos.

Dessa forma, o simples ato de levantar da cadeira e se movimentar ajuda a prevenir doenças como o sedentarismo e lesões no corpo em virtude de movimentos logos e repetitivos.

Assim, com a possibilidade de administrar melhor o tempo, o colaborador tem a oportunidade de se exercitar, ir à academia ou fazer caminhadas, cuidar da saúde física, no geral.

Aumento da produtividade

Quando uma empresa começa a voltar a sua atenção para outros pilares da vida do funcionário, é provável que a sua produtividade irá aumentar gradativamente.

Isso ocorre porque quando os colaboradores percebem que a organização se preocupa no bem-estar pessoal de cado um, e não só com os resultados da empresa, eles sentem mais vontade de retribuir de alguma forma. Ou seja, se dedicam ainda mais em suas funções e buscam aprimorá-las.

Qual é a desvantagem dessa flexibilidade?

É claro que, como qualquer outro modelo de trabalho, existem algumas desvantagens nesse modelo, que podem se tornar aparentes se os horários flexíveis não forem bem implementados, um bom plano for seguido e os ajustes necessários forem feitos. Portanto, se a empresa não prestar atenção, pode causar alguns prejuízos.

Assim, distinguimos a seguir algumas das principais desvantagens que podem surgir se este modelo não for aplicado corretamente. Confira abaixo:

Difícil de administrar

A comunicação é uma das formas que usamos para transmitir informações e significado em nossas vidas diárias. Existe em qualquer ambiente onde haja pessoas, como em uma empresa, e se chama comunicação corporativa.

Portanto, em uma empresa, além de uma boa comunicação com o público externo, o principal mecanismo que faz girar a engrenagem é o estabelecimento de bons canais de comunicação entre líderes e liderados.

No entanto, como os membros da equipe trabalham em horários diferentes, essa comunicação nem sempre consegue ser feita de uma forma que envolva a todos. Afinal, fica mais complicado achar um horário em comum. Dessa forma, a avaliação de como está o rendimento de cada um acaba não sendo mais uma tarefa tão simples, principalmente a distância.

Queda no desempenho de alguns funcionários

Outro ponto importante, como já mencionado, é fato de que também é perfeitamente possível que, apesar de ter um horário mais flexível, o funcionário ainda, sim, não consiga administrar muito bem o seu tempo e acabe gerando problemas.

Isto é, justamente por não ter o costume de trabalhar nesse modelo, pode ocorrer de ter uma queda no foco ou não conseguir separar o período de executar as tarefas laborais do período de se dedicar a outras atividades.

Isso pode ocorrer porque nem todos os profissionais têm uma disciplina e capacidade de administrar corretamente o seu tempo, de forma que concilie as suas obrigações laborais com outras atividades pessoais.

Por isso, é importante fazer uma boa avaliação de perfil dos candidatos antes da contratação e, para aqueles funcionários que já fazem parte da equipe, o ideal é fazer constantemente uma fiscalização de como está o andamento das tarefas.

Chegamos ao fim do nosso artigo e esperamos que após todos esses esclarecimentos você tenha entendido o que é a jornada de trabalho com horário flexível e como pode trazer benefícios tanto para empresa quanto para os funcionários quando aplicada corretamente.

Para mais artigos como esse não deixe de conferir o nosso site e ao contratar nosso serviço de sistema de controle de ponto, ganhe 15 dias grátis!

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.