Proatividade: conheça mais sobre essa competência

Proatividade significa possuir uma visão de futuro e planejamento. Corresponde ao profissional que age antecipadamente. Veja mais neste artigo!
Sumário
proatividade

Basicamente todo profissional, ou estudante que se prepara para adentrar  ao mercado de trabalho, já ouviram falar sobre a proatividade. Ser proativo é cada vez mais necessário, principalmente se tratando de um momento no qual as empresas estão em constante procura por competências emocionais tanto quanto por competências técnicas.

Por isso, o Genyo preparou este artigo para que você fique ciente sobre o conceito de proatividade e como desenvolvê-lo de forma plena.

O que é proatividade?

A proatividade é uma competência diretamente ligada a comportamentos espontâneos, que demonstram eficiência e disponibilidade de tomar decisões sem solicitar permissão ou por aguardar ordens do superior, por já conhecer os processos e saber como agir diante os inúmeros cenários dentro da empresa.

Pessoas proativas antecedem as ações que precisam ser realizadas. Por conhecerem a cultura organizacional da empresa e possuírem uma visão futura, ser proativo é uma maneira de ter atitude de liderança e exercer mais autonomia dentro da rotina de trabalho.

A proatividade vem sendo valorizada cada vez mais com o passar do tempo por se tratar de uma habilidade comportamental do colaborador. Por isso, vem sendo considerada uma soft skills de extrema relevância para o colaborador.

Porque a proatividade é uma soft skill?

A proatividade é uma soft skills pois está entre as habilidades e competências requeridas para um profissional. Este termo é utilizado como uma forma de filtro no momento do processo seletivo, onde o recrutador consegue avaliar de maneira mais ágil todas essas questões.

Principais características de um proativo

Para identificar colaboradores proativos, existem algumas características que devem ser identificadas. Um colaborador proativo não possui problemas em assumir as responsabilidades que lhe cabem, além disso sempre aproveita as oportunidades para expressar suas opiniões e sugestões.

O colaborador produtivo também mantém o foco em seus objetivos, isso demonstra que ele sabe o que está fazendo – o que é uma característica excelente pois passa segurança para seus subordinados e gestores. Este também tem iniciativa para obtenção de decisão, assim como se mostra disponível em ajudar seus colegas.

Não se distrai facilmente, o que colabora para que ele possa antecipar necessidades e ações sem deixar que outros se atrasem. Isso faz parte de outra característica símbolo da proatividade que é aproveitar as oportunidades que surgem no caminho. Por conta do seu foco em seus objetivos e sua predisposição para antecipar tarefas, o colaborador proativo não perde tempo!

3 exemplos de proatividade

Existem muitas formas nas quais a proatividade se revela no colaborador, confira algumas dessas a seguir.

Tentar antes de perguntar

Existem muitos momentos na jornada de trabalho no qual o profissional se depara com uma dúvida ou incerteza. Fora os momentos que trazem excessivo risco à empresa, aqui nos referimos a tarefas que podem sim fazer um diferencial, mas sem esse tipo de poder.

Quando o colaborador se depara com uma dúvida ou incerteza, muitos podem se encontrar nessa posição e estagnar, enquanto outros podem ver isso como uma oportunidade para testar uma solução. Isso reflete a postura proativa do colaborador que pensa “se eu não sei, posso tentar descobrir pesquisando e tentando”.

Busca aprofundar seus conhecimentos

Um profissional proativo age procurando constantemente aprender, seja por mentoria ou pelo exemplo de outros, para cada vez mais se tornar independente e importante para  a empresa. Por isso, ele sempre pergunta como os processos são realizados e se podem ser executados por conta própria – ou o que é necessário para que isso aconteça.

Se antecipar às necessidades

Um profissional proativo não espera que a necessidade aconteça, ele se antecipa a este fato. Isso pode ocorrer como: antes de uma reunião, o profissional prevê os questionamentos que serão feitos e levanta as informações necessárias para respondê-las; ou produz relatórios e documentos para colocar os gestores a par das situações antes que estes documentos sejam requeridos.

Por isso, quem tem uma atitude proativa, participa e se dedica sempre que possível ao invés de esperar uma ordem ou solicitação. Em vista disso, ser proativo é um imenso diferencial do mercado, pois estar sempre a frente e disposto a executar as tarefas com primazia infelizmente não é algo recorrente em todos os profissionais.

Como identificar a proatividade?

A proatividade é uma característica observada através do comportamento, por isso é observada a partir da postura adotada no dia a dia. Outrossim, faz sentido  dizer que pessoas proativas estão cotidianamente optando por este caminho, tomando a decisão de provocar mudanças vantajosas para si mesmas, para seus times, e para a empresa em que atua.

Produtividade x Proatividade

É muito comum a confusão entre esses dois conceitos, porém há diferenças significativas entre eles. A produtividade condiz com a capacidade de ser produtivo, e assim gerar valor para um propósito.

Pode-se dizer que a produtividade no ambiente de trabalho e a proatividade também estão ligadas, uma vez que profissionais proativos tendem a ser muito produtivos. No entanto, não é uma regra. Mas há algo em comum entre esses dois conceitos.

Assumindo a responsabilidade e a tomada de decisões, um indivíduo passa a estar mais ciente e conectado à sua zona de influência, àquilo que pode controlar. Por consequência, esse foco acaba por refletir por uma maior produção em um menor tempo, o que acaba ligando os dois fatores.

Qual a diferença entre proatividade e iniciativa?

A iniciativa se refere a uma ação imediata, enquanto a proatividade é um comportamento frequente. Muitas pessoas podem ter iniciativas, não significa que essa seja frequente. No entanto, a proatividade apenas se torna uma característica individual, de fato, se o indivíduo mantiver essa postura.

Por que a proatividade é importante?

Um dos grandes desafios dos recrutadores durante a seleção é, em poucas horas, conhecer os candidatos tão bem, a ponto de identificar seus padrões de comportamento pessoal e se estes estão atrelados às suas características profissionais.

Pensando nisso, currículo e aparência nem sempre são suficientes para determinar o perfil do candidato. Atualmente, admitem-se muitos por competência e demitem muitos por comportamento. Para evitar que isso ocorra, é imprescindível que, além dos testes de personalidade, existam dinâmicas na empresa para testes de comportamentos práticos, para que se tenha uma noção do perfil do candidato.

Em vista disso, a proatividade é de extrema relevância para saber se o colaborador saberá lidar com situações inesperadas, e até mesmo com possíveis frustrações. Assim, ter um funcionário proativo no ambiente de trabalho é muito importante, certamente eles sempre estarão se demonstrando eficientes para que possam alcançar outros níveis de hierarquia empresarial.

Como desenvolver a proatividade

proatividade

Confira algumas dicas sobre como desenvolver e aperfeiçoar sua proatividade.

Aprenda os processos da empresa

Conheça tudo sobre a sua função, sobre a missão da sua área e sobre os objetivos gerais da empresa em que trabalha. Apenas assim será possível criar soluções de forma antecipada e ser, de fato, proativo.

Conheça o seu entorno e as funções que lhe cabem: pergunte aos seus superiores e as pessoas mais experientes sobre a empresa, também procure ter acesso ao organograma da empresa e entenda como ela opera.

Uma dica muito importante é, antes mesmo da contratação, durante o processo seletivo, conhecer e procurar mais sobre a história da empresa, com o foco de entender seus objetivos e os caminhos até então traçados para alcançá-los.

Aprenda mais sobre a área de atuação e sobre as demais áreas

Se você foi contratado para realizar determinada tarefa, procure saber mais sobre as responsabilidades que lhe cabem. Às vezes, é possível ser proativo modificando apenas o seu próprio processo.

Ainda assim, busque compreender como se dá o trabalho na sua área, fora do escopo e em outras áreas da organização. Talvez, seus conhecimentos ajude algo em particular ou amplie mais seu leque de habilidades.

Faça cursos nesta área para melhorar suas habilidades já existentes e novos para conhecer novas áreas. Esse processo pode ser muito útil para contribuir para seus novos passos na carreira.

Não interfira no trabalho dos outros

Ser proativo não significa ser intrometido. Muito pelo contrário. Profissionais intrometidos são muito pouco queridos nas empresas, são vistos como desnecessários e inconvenientes. Por isso, é preciso ter cautela e ouvidos abertos, sobretudo, antes de apontar possíveis mudanças nas operações da empresa.

Antes de propor qualquer resolução do problema, descubra se esse possui relevância para o funcionamento da organização e se a gerência da empresa identifica esse problema. Para chegar a seu objetivo, converse com as pessoas e se aproxime aos poucos dos ambientes que não dizem respeito direito a você.

Dessa maneira, você evita esbarrar na “falta de abertura” para com os seus superiores, e ser visto como alguém inconveniente.

Cumpra suas obrigações antes de tudo

Antes de procurar outras funções para fazer, se garanta de que as suas já foram finalizadas. Em direção à proatividade é necessário garantir que as obrigações acordadas no início do seu trabalho estejam cumpridas de maneira satisfatória.

Pois não adianta nada querer resolver um problema, se antecipando aos outros, sem antes dar conta das próprias tarefas. Por isso, não se esqueça: uma pessoa proativa é aquela que consegue, além de fazer o básico – bem feito -, criar  soluções e resolver problemas.

Estabeleça um planejamento

Estabelecer um planejamento irá evitar surpresas ruins e permitir que você saiba o que está dentro, ou fora, da sua área de influência. Assim, é possível ter menos frustrações durante o processo e mais metas atingidas com primazia.

Mantenha um vínculo com outros profissionais proativos

O ser humano é um ser social, e desse modo, todos somos influenciados pelas pessoas mais próximas. Portanto, uma maneira de interagir constantemente com indivíduos proativos, a fim de inspirar no comportamento uns dos outros, é manter um vínculo com outras pessoas proativas.

Não resolva apenas novos problemas , como também aqueles já apontados

Proatividade, no fim das contas, é sobre compreender que as responsabilidades da organização são coletivas. Nesse sentido, é importante que as pessoas entendam que, quando um problema está posto, elas podem ir atrás das respostas para resolvê-la.

As pessoas proativas costumam se antecipar às outras na identificação dos problemas, porém também se colocam no primeiro lugar da fila para ajudar pessoas que precisam de uma solução para um problema já identificado.

Ser proativo não significa apenas se colocar em primeiro lugar aos demais, como também contribuir para que outros possam ser reconhecidos pelos seus trabalhos. Assim como, também não invista seu tempo apenas na descoberta de novos problemas, observe aqueles já mencionados, e procure maneiras para resolvê-lo.

Como ser um líder proativo?

A proatividade não está apenas atrelada aos subordinados, mas também à liderança da empresa. Saiba como ser um líder proativo conferindo as dicas a seguir!

Perceber os diferentes perfis de pessoas de uma equipe

A personalidade interfere na propensão a um comportamento proativo, por isso, é importante identificar os perfis de cada membro do time. Dessa maneira, um líder proativo poderá utilizar estratégias distintas para levar cada membro da sua equipe a ter mais iniciativa através de uma boa gestão.

Estimular o autoconhecimento da equipe

Apesar de ser desenvolvida em equipe, a proatividade exige o investimento individual em autoconhecimento. Sendo assim, cada integrante poderá reconhecer suas responsabilidades dentro do grupo, considerando as características mais fortes.

Inspirar a equipe

Para que a ação seja percebida pela equipe, é necessário o exemplo. Por isso, nada mais consistente do que uma liderança que dê o exemplo, pois ela serve como inspiração para todos os componentes do time. Sendo assim, a proatividade deve começar por um líder proativo.

Planejamento das tarefas a serem executadas

O comportamento proativo é reforçado pela prática de planejar cada projeto, determinando metas e prazos a cumprir., por isso a importância do estabelecimento de metas. Desse modo, a equipe adquire segurança para assumir o comando quando for preciso, pois têm clareza sobre os resultados que devem ser obtidos.

Fale apenas o necessário

Para obter um posicionamento proativo, é necessário priorizar decisões assertivas. Por isso, um líder deverá manter seu foco naquelas ações que obterão resultados importantes para sua empresa, seja tratando-se de um problema já identificado anteriormente, ou um problema novo identificado.

Focar em questões desnecessárias fazem da proatividade irrelevante, pois essa se torna perda de tipo, e esse não é o propósito dessa característica.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog