PDI o que é? Tudo que você precisa saber sobre (Plano de Desenvolvimento Individual)

PDI o que é? Como funciona? Fique por dentro de todos os processos que envolvem essa ferramenta tão importante. Veja mais neste artigo!
Sumário
PDI o que é

Se você almeja ter uma empresa de sucesso ou uma carreira bem sucedida, antes de qualquer coisa, o seu primeiro passo é entender PDI o que é, e investir nele, para que seus colaboradores também cresçam com você.

Isso porque é muito difícil sustentar um grande negócio se a sua base não estiver sólida e com sede de crescimento também. Por isso, é de imensa importância destinar atenção ao ponto de vista e ao desenvolvimento dos outros trabalhadores.

Portanto, se você é aquele tipo de profissional que almeja sempre alcançar os planos e metas pessoais e da empresa, começar a aplicar o método PDI é de extrema importância para obter melhores resultados.

Logo, a sua importância em uma empresa vai além de um plano de metas comum. Ele propõe um desenvolvimento de fora para dentro, ou seja, dos trabalhadores até atingir a firma na totalidade.

Em vista disso, a Genyo elaborou esse artigo com todas as informações mais importantes que você precisa saber sobre esse assunto, antes de começar o seu plano, para não restar nenhuma dúvida.

Dessa forma, você poderá explicar a proposta para todos os colaboradores a partir de um conhecimento de qualidade e mostrar a importância da sua aplicação para o crescimento da equipe. Tem coisa melhor?

Pegue papel e caneta para continuar a leitura do texto abaixo, atente-se para não deixe passar nenhuma informação. Ao final, é só colocar em prática esse conhecimento e ver o seu âmbito profissional crescer!

PDI o que é? Entenda o Plano de Desenvolvimento Individual

O PDI (Plano de Desenvolvimento Individual), é um documento criado e aplicado por organizações, no qual consta metas e prazos a serem cumpridas pelos colaboradores.

Tem como principais  objetivos evitar que a equipe perca o foco, e o de aumentar o potencial do trabalhador de uma maneira estratégica. Assim, evita-se que os passos sejam dados de maneira aleatória.

É um compromisso estabelecido entre o desenvolvimento pessoal do colaborador e, consequentemente, da empresa a curto e longo prazo.

Um plano sistematizado de várias ações que precisam ser seguidas para chegar cada vez mais perto dos objetivos por meio de um crescimento pessoal e profissional.

Em outras palavras, pode-se dizer que o PDI é uma espécie de mapa capaz de te levar do local em que você se encontra hoje até o que almeja estar, ou, a pessoa que deseja se tornar dentro da área profissional.

Com o auxílio desse documento, o funcionário tem uma maior facilidade de elaborar os seus desejos e organizar suas ideias, unindo tudo para que se transforme em um plano a ser executado.

Assim, o caminho para o desenvolvimento do trabalhador se abre e, ele poderá trilhar novas etapas até alcançar o crescimento na caminhada de sua própria carreira.

Ademais, a construção desse plano de desenvolvimento individual dentro da organização, faz parte da iniciativa da Gestão de Pessoas. Esse setor, busca nivelar aquilo que é de interesse da empresa e os desejos individuais de cada colaborador.

Além disso, a partir desse plano a área de Recursos Humanos tem a possibilidade de desenvolver um arsenal crescente de competências profissionais a serem aplicadas. Logo, contribui para um aumento no desempenho dos membros e, consequentemente, da empresa.

Como funciona o Plano de Desenvolvimento Individual?

Dentro de uma organização, o Plano de Desenvolvimento pode ser utilizado como uma ferramenta para equiparar as necessidades da empresa com a oportunidade do crescimento profissional do funcionário.

Ademais, é de suma importância que a área de Recursos Humanos tenha conhecimento de todas as demandas específicas do perfil de cada colaborador da empresa, além das demandas da própria organização.

Dessa forma, o funcionamento do PDI consiste em servir como um plano que visa a evolução individual e da carreira. É a direção em uma estrada para que o funcionário consiga chegar com êxito em seu destino.

É importante ressaltar que, apesar desse plano estar predominantemente relacionado às empresas, ele também tem uma importância acima do organizacional.

Isto é, também está relacionado com o desenvolvimento de competências individuais e quais estratégias irá usar para cumpri-las.

O PDI pode ser elaborado de maneira individual, por cada colaborador, ou em grupo na área do setor organizacional.

Visto isso, vamos dar um exemplo de como de fato funciona o Plano de Desenvolvimento Individual, na prática:

Em uma determinada empresa surge uma oportunidade de vaga para gerente, e para que um funcionário consiga ser promovido para esse cargo é preciso que ele esteja dentro de todos os requisitos solicitados para aquela vaga.

Assim, o próximo passo daquele trabalhador interessado na promoção é começar a elaborar o seu PDI com o auxílio da empresa.

Isso permitirá que ele tenha conhecimento de todas as capacidades técnicas necessárias para o cargo e o quanto precisa evoluir para alcançá-lo.

Desse modo, a construção do plano irá trazer benefício tanto para empresa quanto para o funcionário.

De um lado, a organização conseguirá acompanhar toda a evolução profissional do colaborador, que, em contrapartida, terá o caminho que deverá seguir para chegar no seu objetivo já traçado.

Em suma, o PDI funciona principalmente como uma espécie de roteiro com metas e planos de carreira  a serem cumpridos em determinado prazo dentro do ambiente de trabalho.

Importância e vantagens de adotar o PDI

O PDI é um plano de comprometimento com a evolução profissional. Logo, ele sistematiza e organiza vários passos de forma estratégica para que o profissional conquiste o nível almejado dentro da empresa.

Logo, quando o profissional em conjunto com a corporação consegue elaborar um PDI de fato eficiente, a assertividade de que as metas serão cumpridas e o desenvolvimento na totalidade irá acontecer é certeiro.

Visto a tamanha importância desse plano, confira abaixo todas vantagens em adotar o PDI na sua empresa:

Aproximação entre líderes e liderados(as)

O processo de elaboração de um PDI é a oportunidade perfeita para uma aproximação entre os chefes e seus funcionários. Isso se dá, pelo fato de que ambos os lados conseguem apresentar e discutir as suas propostas, influenciando na proximidade.

Uma maneira que pode ajudar a estreitar ainda mais o relacionamento entre líderes e liderados, é a aplicação de reuniões com a utilização do método one-on-ones.

Esse estilo de reunião consiste resumidamente em conversas rápidas e práticas, entre a gestão e os profissionais para discutir as demandas e necessidades da empresa. Normalmente esses encontros ocorrem uma vez no mês durante 45 minutos.

Assim, cada reunião oferece a oportunidade de cada membro, tanto da liderança quanto dos liderados, fazer suas observações e mostrar sua percepção sobre o andamento do plano.

Com isso, a possibilidade de abertura para outros olhares contribui para possíveis alterações no PDI, caso necessário e para um melhor convívio social dentro do ambiente de trabalho.

A produtividade aumenta

Como visto no tópico anterior, a integração entre todos os membros da organização, independente do cargo que ocupa, é muito importante.

Isso se dá principalmente pelo fato de que, quando a empresa oferece oportunidade aos funcionários de expressarem a sua opinião na construção do PDI, eles se sentem valorizados e, automaticamente, surge uma motivação para aprimorar as suas funções.

Afinal, cada colaborador tem a sua própria necessidade profissional de desenvolvimento e esperam um suporte da organização para apoiá-los na trajetória de suas carreiras.

Dessa forma, o Plano de Desenvolvimento consegue potencializar a confiança dos funcionários, no processo de construção, na segurança de si mesmos e, consequentemente, maior êxito na execução das tarefas.

Assim, o aumento da segurança individual dos colaboradores contribui para uma grande diferença nos negócios. Eles se sentem mais preparados e confiantes para ultrapassar os obstáculos, e com isso, cumprir as demandas mais rapidamente.

Eficácia no cumprimento de metas

Quando o procedimento de criação das metas conta com a participação dos líderes e dos liderados, uma motivação maior é criada para alcançar esses objetivos. Pelo fato de que as percepções de ambos os lados foram consideradas.

Logo, ao elaborar as metas em conjunto com a liderança, o funcionário consegue identificar e comparar com os outros o motivo de não ter conseguido alcançar determinado objetivo.

Assim, conseguirá trabalhar exatamente no ponto em que teve alguma falha e irá aprimorar aquela função.

Dessa forma, o PDI é de extrema importância justamente para que os colaboradores consigam ter consciência daquilo que precisam melhorar durante a execução, contribuindo diretamente na eficácia de metas futuras.

Como fazer um Plano de Desenvolvimento Individual?

PDI o que é

Agora que você já entendeu o panorama do PDI, chegou um dos momentos mais importantes: como de fato fazer o PDI? Por onde começar? Confira todas as etapas que fazem parte desse processo:

Saiba qual o cenário atual

Antes de elaborar qualquer plano, é preciso ter conhecimento em qual nível cada colaborador está. Isto é, saber qual o nível de desempenho e qual o objetivo profissional de cada um.

Para isso, a conversa com o funcionário é o principal meio para obter esse esclarecimento. É preciso saber dos membros quais as metas de carreira, objetivos pessoais e profissionais que pretendem investir.

São esses fatores definidos em conjunto que mostram exatamente onde aquele colaborador está e onde ele quer chegar.

Defina quais são os objetivos

Se você almeja trilhar um caminho de sucesso, antes de tudo, é preciso saber onde quer chegar. Portanto, a etapa de definir quais são os objetivos e metas é um dos passos mais cruciais na elaboração de um PDI de fato eficiente.

Desse modo, o primeiro passo para a construção de objetivos é conversar com o seu colaborador. Só ele tem as respostas de quais as expectativas, desejos e metas que almeja dentro da empresa.

A partir disso, a organização também consegue identificar o que é necessário que aquele colaborador desenvolva.

Com isso, é possível unir as ambições individuais do funcionário e as da corporação. Logo, fica mais fácil elaborar metas gerais e a partir de então, eleger um foco principal.

Por exemplo, ter como meta geral melhorar a escrita e em seguida, definir como meta menor introduzir um curso de escrita no mercado de trabalho.  Essa junção de pequenas metas, farão com que o funcionário alcance o objetivo geral com maior eficácia.

Estabeleça as estratégias

Além de saber qual o objetivo final, é preciso estabelecer quais os meios serão usados para alcançá-lo. Assim, determinar quais as estratégias serão usadas no procedimento de elaboração do PDI é de suma importância.

Isso porque, com essa definição, o colaborador terá um norte de qual caminho seguir e o que é preciso fazer nesse percurso para conseguir alcançar o desenvolvimento almejado.

Desse modo, é muito importante que durante a elaboração do Plano de Desenvolvimento, a gestão, em conjunto com o funcionário, estabeleça quais práticas serão adotadas e as datas reservadas para os treinamentos.

Essas estratégias, quando aplicadas de forma assertiva, contribuem para que o objetivo final do PDI seja cumprido.

Defina os prazos e gastos

O planejamento financeiro na hora de elaborar um PDI também deve ser considerado. Estabelecer qual o limite dos gastos e os prazos facilita a organização do gestor.

Essa definição permite saber qual será o valor do orçamento e o período necessário para que determinado objetivo seja alcançado, além de evitar prejuízos futuros para a empresa.

Avalie pontos altos de baixos

Para conseguir executar um PDI de fato eficiente, é preciso ter o conhecimento dos pontos altos e baixos atuais durante o processo de crescimento profissional.

Ou seja, é preciso saber o que realmente está dando resultado. Portanto, é importante realizar avaliações dos pontos fortes e fracos de cada funcionário e comparar com o PDI estabelecido.

São considerados pontos baixos aqueles que prejudicam alcançar as metas, e pontos altos, são as habilidades interpessoais, técnicas e cognitivas.

E aí, esse artigo conseguiu esclarecer todas as suas dúvidas sobre o que é o Plano de Desenvolvimento Individual? Com certeza agora é o momento certo para alavancar suas metas no âmbito de trabalho.

Compartilhe com seus amigos, familiares e todos os membros da sua empresa. Assim, mais pessoas terão conhecimento dessa ferramenta tão importante.

Confira mais sobre essa e outras ferramentas utilizadas no âmbito profissional em nosso site!

Além disso, contratando a Genyo você terá acesso a muitos outros artigos que auxiliam a sua carreira profissional. Contrate agora e ainda ganhe 15 dias grátis!

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog