Conheça ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe

As ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe são essenciais e influenciam tanto na criação de projetos quanto nos problemas. Veja mais neste artigo!
Sumário
ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe

Durante o crescimento de uma pessoa sempre é oferecido tarefas para que a imaginação seja aflorada. No futuro, isso é muito importante, sobretudo quando se trata do mercado de trabalho. Dessa forma, entender as ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe nunca é demais para colher os benefícios posteriormente.

No entanto, alguns gestores ainda são um pouco resistentes para implementar esse tipo de atitude, sobretudo os mais tradicionais.

Com o avanço da competição no mercado de trabalho, desenvolver novas formas de se sobressair e oferecer um diferencial são necessidades cada vez mais urgentes. Afinal, a concorrência não medirá esforços para fazer o mesmo.

Visando isso, o Genyo desenvolveu este artigo pensando em difundir o conhecimento e apresentar algumas ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe. Além disso, o texto também proporcionará conhecimentos acerca das ferramentas, bem como o impacto delas na empresa.

O que são ferramentas de criatividade?

Os bloqueios criativos são momentos ou fases em que o profissional não possui ideias para colocar em prática, se o seu trabalho depende disso ele acaba ficando congelado até que esse período passe. Para quem lida diretamente com a imaginação e criatividade,  saber lidar com esse tipo de situação é essencial.

Para isso, trabalhos que envolvem a identidade de marca, fotografia, tipografia e outros dependem bastante dessa área muito bem trabalhada no indivíduo.

As ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe são maneiras que visam influenciar o desempenho dos profissionais da empresa. Dessa forma, é proposto uma série de atividades para que a imaginação deles possa trazer ideias inovadoras, conhecimentos teóricos-práticos, resolução de problemas e propostas desafiadoras.

A forma como as ideias são concebidas é muito importante para esse processo, qualquer detalhe pode influenciar e muito o resultado final e até mesmo o caminho a ser percorrido. Por isso, é muito importante que os profissionais envolvidos estejam imersos nesse mundo a fim de aproveitar a oportunidade.

Os reforços criativos acontecem justamente para uma manutenção desse lado criativo dos funcionários e até mesmo para salvar aqueles que precisam de uma força nesse sentido. Para isso, é importante estar sempre dentro de espaços diferentes, com culturas distintas e pessoas com formas de pensar opostas às suas.

O objetivo das ferramentas para a desenvoltura da criatividade

Dentro de uma empresa, tudo está sendo direcionado para o lucro e o sucesso e não há nada de errado nisso. As instituições, sobretudo as privadas, precisam se auto sustentar e ter lucro, apenas assim ela conseguirá se manter de pé e fornecer o seu produto/serviço.

Dessa forma, o objetivo de explorar a criatividade dos funcionários e ajudar nisso é justamente esse, fazer com que o lucro circule. Então, fazer esse tipo de exercício busca essa meta final, mas ao longo do caminho ele possui alguns objetivos específicos:

Formar novos conceitos

A mudança positiva para quem quer atingir o auge da criatividade é uma coisa a se esperar. Além de que, um gestor que inicia técnicas para inovar a criatividade do seu pessoal gostaria de mudar a realidade que se vive hoje.

Desenvolver autonomia na criatividade

O sonho de todo líder ou gestor é que o seu funcionário tome iniciativas e caminhe com as próprias pernas, ou pelo menos deveria ser. Ter um funcionário proativo e que antecipe as necessidades do seu setor é muito importante, por isso aplicar ferramentas que ajude ele nesse processo de criatividade é valorizado.

Formar colaboradores melhores

Tudo que é feito na empresa, sendo relacionado a criatividade ou não, é voltado para formar um colaborador melhor para a empresa. É muito mais simples pegar o funcionário que já existe ali dentro, que já possui certa confiança e aperfeiçoar a forma dele trabalhar do que demitir e contratar novas pessoas.

Isso faz com que aconteça uma rotatividade de pessoal indesejável para a empresa, afinal, é interessante que a pessoa contratada fique na sua função já que o processo de admissão é demorado e precisa do período para adaptação.

10 ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe

ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe

Na verdade, não importa qual seja a área da empresa, se trabalha diretamente com a criatividade ou não, todas as corporações precisam desse lado muito bem desenvolvido. Por isso, veja abaixo 10 ferramentas para que isso deixe de ser uma problema para a sua equipe e passe a ser uma solução:

Google Keep

O Google Keep é essencial para quem deseja compartilhar ideias, esse processo se torna altamente facilitado com a ferramenta. Além disso, ele promove uma melhor organização empresarial, até mesmo se o objetivo não for compartilhar e sim mantê-las com você.

A colaboração e criatividade para equipes é proporcionada pelo compartilhamento com outras pessoas e editar on-the-go de maneiras mais simples que um documento ou planilha, principalmente no celular ou tablet.

O acesso dele é gratuito, por meio do aplicativo disponível tanto para Android como para usuários do IOS, ou então através do site.

MindMeister

A Mindmeister é uma ferramenta que trabalha de forma colaborativa por meio de mapas mentais, mas também possui a funcionalidade de muitas ferramentas de colaboração, de modo que qualquer equipe em área pode usá-la para ter ideias e conceitos.

Não é nada tradicional organizar algum projeto em mapas mentais, principalmente para quem nunca trabalhou dessa forma, mas se torna uma ótima opção para aquelas pessoas mais lógicas e gostam de cadeias de pensamento bem estruturadas e organizadas.

 Ideaflip

O ideaflip é ótimo para propor, esclarecer e coletar ideias. Esta é uma ferramenta que facilita o processo de transformar os pensamentos rapidamente em ideias e compartilhe ou redefine-as, com o seu colaborador na mesma sala ou no outro lado do mundo.

Scamper

Este nome é um acrônimo para os conceitos essenciais da técnica: Substituir, Combinar, Adaptar, Modificar, Propor (novas aplicações ou usos), Eliminar e Reorganizar. Por meio dela, é possível criar novas versões de um produto ou serviço para que mais possibilidades sejam dadas a fim de explorar a imaginação e propor resultados melhores.

  • No campo de substituir: Como nós podemos trazer novas abordagens, significados, elementos ou regras ?
  • No campo de combinar: Como criar novas relações para os efeitos, recursos e ideias com o objetivo de agregar ao processo?
  • No campo de adaptar: Como é possível adaptar o que já temos para algo ainda melhor e inovador?
  • No campo de modificar: O que é possível alterar para que se torne algo mais próximo possível do que queremos ou idealizamos?
  • No campo de propor novos recursos: É possível dar a isso um novo significado ou proposta?
  • No campo de eliminar: O que deve ser eliminado? Quais julgamentos foram dados para que essa atitude seja tomada?
  • No campo de reorganizar: É possível alterar o layout, o padrão ou a sequência do projeto? Inverter os papéis ou a forma de fazer determinada coisa?

Após responder a todas essas perguntas, e algumas outras nesse mesmo estilo, pode-se dizer que o Scamper foi posto em prática.

Design thinking

Pensar parecido com um design pode fazer com que a resolução dos seus problemas sejam facilitadas. Por meio dessa ferramenta, a mudança de perspectiva pode promover uma visão mais ampla e poderosa para solucionar aquela questão.

Business model canvas

Esta ferramenta revolucionou a forma como os empreendedores pensam os projetos, o mundo empresarial não abre mão de usá-la após ter o seu conhecimento em mãos. Ele também é conhecido apenas como “Canvas” e trabalha com um “mapa” a ser preenchido com as informações propostas e idealizadas no projeto, ajudando a definir informações.

Primeiro bloco: Segmento de Clientes

Este primeiro passo define os diferentes grupos de pessoas ou organizações que uma empresa busca atender. Para isso, perguntas como essas são importantes de serem resolvidas: Para quem você está criando valor? Quais são seus consumidores mais importantes?

Segundo bloco: Proposta de Valor

O conjunto de razões pelas quais seu cliente irá optar pelo seu produto ou serviço deve ser definido nesse momento. Entenda que o “valor” é como benefício, por isso é fundamental que você saiba explicitar quais são as  vantagens principais que seu produto ou serviço gera ao cliente.

Terceiro bloco: Canais

De que forma seus produtos ou serviços chegarão até os clientes? Neste momento é importante descrever por onde seu negócio se comunica, distribui e vende o produto ou serviço aos seus clientes, sejam eles diretos ou indiretos.

Quarto bloco: Relacionamento com os Clientes

Que tipo de relacionamento sua empresa irá estabelecer com os seus clientes? Como isso irá interferir para aumentar suas vendas? Como você garantirá que seus clientes não o trocarão por seus concorrentes?

Quinto bloco: Fontes de Receita

Este é o momento de definir como e quanto os seus clientes irão pagar pelo serviço ou produto oferecido por você.

Sexto bloco: Recursos Principais

Aqui é o momento de descrever os recursos mais necessários para fazer seu modelo de negócios funcionar, como uma estrutura.

Sétimo bloco: Atividades-Chave

Quais ações mais importantes que seu negócio deve realizar para fazer o modelo de negócios funcionar? O que você necessita fazer para entregar a sua proposta de valor?

Oitavo bloco: Parcerias Principais

Estabelecer uma rede de parceiros, fornecedores, empresas, entidades é importante para redução de riscos para o seu negócio.

Nono bloco: Estrutura de Custos

É importante estabelecer todos os custos necessários para que o negócio inicie, a partir disso pode-se ter uma melhor programação do que será necessário e trabalhar em cima disso.

Brainwriting

Esta é uma ferramenta muito parecida com o brainstorming, em portguês é chamado de chuva de ideias, por também estimular a inovação e a criatividade dos colaboradores. Para que esta técnica seja colocada em prática, é necessário que o grupo seja composto por 6 pessoas, no mínimo.

Além disso, é necessário que elas estejam organizadas em um círculo e com um papel com divisões em mãos. No primeiro momento, é necessário que eles organizem 3 ideias no primeiro espaço do papel, depois a folha deve ser trocada com a pessoa que está a sua direita e registrar mais 3 ideias novas que tenham relação com as ideias anteriores.

Por fim, esse processo se repete até os 6 espaços da folha serem preenchidos, depois disso todos participam de um momento de discussão e reflexão para analisar as ideias compartilhadas nas folhas.

Buzz Session

Este é o momento para resolver problemas complexos, ou até mesmo aqueles não muito bem resolvidos. Para isso, essa ferramenta deve ser utilizada com um grande grupo de pessoas, então pode ser usado tranquilamente um setor inteiro para isso

Dessa forma, grupos de 3 a 8 pessoas podem ser organizados para discutir determinado problema em um curto espaço de tempo, isso estimula o pensamento rápido por conta da pressão instaurada. No entanto, cada grupo deve reunir um mediador para ser a voz e representar a pequena unidade.

Storytelling

Esta é uma ferramenta conhecida de criatividade, pode ser utilizada para formar uma narrativa com características do foco do problema. Dessa forma, se torna possível enxergar o mundo na visão do cliente (ou da pessoa envolvida) e sugerir uma solução.

Cenário

O momento exige pensar fora da caixinha, nesse momento o problema é colocado em diversos cenários para que diferentes contextos possam estimular as discussões. Para isso, esta ferramenta é colocada em prática por meio de dois cenários: o ideal e o catastrófico.

Impactos da criatividade na empresa

Como toda boa mudança positiva, o emprego da criatividade também traz benefícios muito importantes para o dia a dia de uma empresa. Além disso, os processos desenvolvidos, a resolução de problemas e a produtividade são grandes exemplos a serem levados em consideração. Observe abaixo uma lista que mostra os impactos da criatividade:

  • Estimula a competitividade dentro da empresa;
  • Torna os profissionais mais capacitados e ágeis;
  • Os problemas são resolvidos de maneira eficiente;
  • A equipe passa a ser o diferencial da empresa;
  • A comunicação interna melhora;
  • Custos são reduzidos;
  • Ferramentas tecnológicas são internalizadas, evoluindo a forma de trabalhar.

Conclusão

Após a leitura do artigo, foi possível entender que implementar ferramentas para desenvolver a criatividade da equipe é necessário. Ademais, é possível reconhecer que os sistemas de controle de ponto influenciam positivamente nesses casos.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

Compartilhe este artigo

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog