Feriado de Carnaval: como empresas podem aderir às comemorações

O feriado de carnaval costuma ser o motivo para diversos desentendimentos na área empresarial. Confira este artigo e saiba mais detalhes! Veja mais neste artigo!
Sumário
feriado de carnaval

O feriado de Carnaval é, provavelmente, um dos períodos mais esperados de todo o ano, tanto pelas festas, quanto pela folga no trabalho. Mesmo quem ama o seu trabalho não dispensa alguns dias de descanso durante o período de carnaval. O problema é que nem todas as empresas sabem como lidar com a pausa durante essa festa, o que causa confrontos no trabalho. Neste artigo, discutiremos sobre algumas formas de lidar com o feriado de carnaval e como melhorar o ambiente de trabalho nesta época do ano, confira!

Afinal, carnaval é feriado ou não?

Na verdade, o Carnaval é considerado como um feriado facultativo. Isso quer dizer que as empresas podem ou não adotar um período de recesso durante essa época. Em lugares em que a festa é forte, é comum que as empresas parem por alguns dias. É claro que existem exceções para aqueles funcionários considerados como essenciais, que precisam manter suas posições no local de trabalho.

Como a empresa decide se suspenderá as atividades no carnaval?

A maioria das empresas costuma fazer uma organização no calendário no início de cada ano ou no fim do ano anterior. Essa organização é realizada como forma de prever atividades da empresa e gerenciar o trabalho dos funcionários. Durante esse período, é contabilizado qual o tempo de trabalho de cada profissional, sem as horas extras. Dessa forma, é possível prever se haverá disponibilidade de trabalhar com feriados além daqueles que são obrigatórios.

Caso haja essa disponibilidade, cada empresa pode criar uma maneira de lidar com esse recesso, com horas reduzidas, folgas curtas ou longas. Confira abaixo algumas vantagens de cada uma dessas ideias.

Feriado de Carnaval com jornada reduzida

Se a sua empresa fica localizada em uma região em que o carnaval é forte, exigir trabalho durante as festas pode gerar fortes conflitos. Por isso, uma ótima opção é discutir sobre a possibilidade de trabalhar por meio período. Como a maioria das comemorações ocorre durante a noite ou a tarde, trabalhar apenas durante a manhã é interessante. Isso faz com que os colaboradores não percam o ritmo do trabalho, sem que precisem abdicar das festas de carnaval.

Feriado de Carnaval com folgas curtas

Você sabia que em alguns lugares o feriado de carnaval pode durar mais do que uma semana? Apesar de isso ser animador para muitos funcionários, a maioria dos empregadores fica muito preocupada com a possibilidade de prejuízo sem atividade na empresa. Por conta disso, diversos empregadores abordam o feriado com uma proposta de folgas curtas. Isto é: dentro do período de carnaval, a equipe é dividida em grupos que folgam por dois ou três dias separadamente. Dessa maneira, mesmo com a equipe reduzida, a empresa continua funcionando, e os funcionários também se sentem bem.

Feriado de Carnaval com folgas longas

Já para outras empresas, o melhor a fazer é suspender o trabalho durante a semana do feriado de carnaval e retomar após as festas. A explicação para isso é que os funcionários não focam completamente quando precisam trabalhar no carnaval. Então, o melhor a fazer é preparar a equipe para voltar com 100% de comprometimento após o recesso. O grande medo das empresas é que um recesso tão longo prejudique os dias trabalhados. De fato, existem algumas corporações que conseguem oferecer folgas maiores devido a sua área de atuação. Mas existem outras maneiras de permitir o recesso durante o feriado de carnaval e recuperar esse “tempo perdido”.

Como recuperar os dias do feriado de carnaval?

feriado de carnaval

Na verdade, existem diversas formas de “recuperar” dias não trabalhados durante o feriado de carnaval. O que dirá qual opção é melhor são pontos como:

  • A política da empresa;
  • A área de atuação;
  • A mobilidade no horário de trabalho.

Veja abaixo alguns exemplos de formas práticas de recuperar esse tempo.

Mudar a mobilidade de horários

Se você está enfrentando problemas na sua empresa com discussões sobre o horário de trabalho dos seus funcionários, procure mudar a mobilidade da carga horária. Com maior liberdade para fazer os próprios horários, os funcionários conseguem ficar livres durante as festas de carnaval. Isso porque existe a disponibilidade de repor as horas faltadas em outros dias. Para que esse processo ocorra de maneira efetiva, é necessário um acordo entre empregados e empregadores para que a empresa não fique sem pessoal. Caso todos os funcionários desejem faltar durante o carnaval, é possível unir a ideia da reposição de horas com as folgas curtas, discutidas acima.

Estudar a possibilidade de horas extras

Algumas empresas preferem utilizar o sistema de horas extras para recuperar o tempo não trabalhado durante o feriado de carnaval. De acordo com a CLT, esse sistema permite que o colaborador permaneça até duas horas após o seu expediente normal de trabalho. Como é uma situação extraordinária, esse profissional pode receber mais por esse serviço.

Observando a situação com interesse no Setor Financeiro da empresa, o sistema de horas extras pode não ser o mais vantajoso. Contudo, ele é, sem dúvidas, o mais eficiente. Isso porque existem leis e regulamentos que controlam o uso das horas extras para a segurança tanto da empresa, quanto dos trabalhadores.

Outra vantagem das horas extras é que ela pode ser organizada a partir de sistemas de controle de entrada e saída dos funcionários. As empresas que possuem plataformas de controle de ponto eletrônico costumam ter mais facilidade nesses casos. Como a informação é contabilizada por meios tecnológicos, a chance de erros na hora de conferir a reposição de hora é mínima. Para saber mais sobre esse tipo de serviço, basta clicar aqui e acessar todas as informações na página do Genyo.

E o que fazer quando o feriado é obrigatório?

Diferentemente do feriado de carnaval, existem outras datas comemorativas que implicam na suspensão do trabalho. É preciso ter atenção a essas datas para que a empresa se organize para evitar prejuízos e maximizar a eficiência do calendário.

Outra importante medida que pode ser tomada em torno dos feriados obrigatórios é a possibilidade de emendas de dias comemorativos. Quando um feriado obrigatório cai em um dia da semana como terça ou quinta-feira, é comum que as atividades sejam suspensas nos dias próximos ao fim de semana.

Quais os feriados obrigatórios de 2022?

Em 2022, os feriados obrigatórios são:

  • 1 de janeiro – Confraternização Universal;
  • Sem data definida – Paixão de Cristo;
  • 21 de abril – Tiradentes;
  • 1 de maio – Dia Mundial do Trabalho;
  • 7 de setembro – Independência do Brasil;
  • 12 de outubro – Nossa Senhora Aparecida;
  • 2 de novembro – Finados;
  • 15 de novembro – Proclamação da República;
  • 25 de dezembro – Natal.

A empresa pode sofrer danos se não respeitar os feriados obrigatórios?

Sim. De acordo com a Lei, as atividades devem ser suspensas em todas as datas acima. Mais uma vez, vale lembrar que alguns profissionais, como os da área da saúde, não estão inseridos nessa obrigatoriedade. Como são funcionários essenciais, esses colaboradores seguem um acordo de lei único, que permite o trabalho em feriados obrigatórios. Esse acordo também deixa claro a necessidade de compensação da folga em outro dia, assim como o pagamento mais alto para quem trabalhou no feriado.

Entretanto, em casos comuns, não existe acordo e a empresa pode ser processada caso não cumpra a lei.

Processos judiciais por não suspender atividades em feriados

Mesmo em feriados obrigatórios, a justiça não determina que a folga deve ser realizada exatamente naquela data. Isso quer dizer que a empresa pode mover a data que dará folga para os funcionários, a fim de melhorar o calendário. Como exemplo, o ano de 2022 possuirá 9 feriados obrigatórios ao total. Então, os profissionais devem receber pelo menos 9 dias de folga durante esse período.

A questão é que caso alguma dessas datas comemorativas atrapalhe o andamento das atividades, a empresa pode adiantar ou postergar a folga. Contanto que o trabalhador receba a folga, não há nenhum risco de processo judicial.

O grande problema começa quando a empresa não cumpre o número de folgas esperado em um ano. Nesse tipo de cenário, o trabalhador pode e deve solicitar ajuda de algum órgão da justiça para rever essa situação.

Quem supervisiona a questão judicial?

Normalmente, o sindicato de trabalhadores é responsável por conferir os direitos dos trabalhadores de todo o país. Porém, é compreensível que a coordenação de tantos problemas diferentes cause uma certa lentidão para a solução do problema. Por conta disso, muitos profissionais preferem recorrer a um advogado particular para entrar com uma ação contra a empresa.

Quanto ao lado da empresa, normalmente, o advogado empresarial fica responsável por questões dessa natureza. Esse profissional, junto com a equipe de RH, faz um levantamento sobre as horas trabalhadas e quais dias podem ser considerados como folgas.

Para agilizar processos semelhantes a esse, é importante que a empresa possua um sistema rápido e prático como o controle de ponto eletrônico. Assim, a rede possui uma forma confiável de averiguar a falta ou não de folgas  e evitar problemas como esse.

Feriado de carnaval é uma vantagem?

Agora que você sabe que o carnaval é um feriado facultativo, pode estar se perguntando se  ele é uma vantagem ou não. Como a falta do feriado de carnaval não causa danos sérios, como os citados acima, muitas pessoas acreditam que ele é uma desvantagem. Mas, a verdade é que tudo depende da situação da própria empresa.

Para aqueles que puderem disponibilizar dias de folga durante o carnaval, pode existir uma grande vantagem ao fazer isso.

A primeira vantagem tem a ver com o nível de satisfação do quadro de colaboradores. Atualmente, empresas de sucesso tem focado em melhorar essa questão dentro de suas redes. Um exemplo disso é a adoção de vantagens como vale-alimentação e vale-refeição como uma forma de satisfazer os funcionários. A explicação para esse tipo de comportamento é a alta de um fenômeno chamado turnover.

O turnover se refere a um gasto financeiro desnecessário causado pela demissão de algum funcionário essencial. Isso acontece, na maioria das vezes, quando o profissional encontra uma oportunidade melhor em outra empresa. Para evitar que isso aconteça, a empresa tenta ao máximo satisfazer o profissional, e adotar a folga no carnaval é uma forma de fazer isso.

A imagem da empresa conta muito

Você já percebeu como muitas empresas estão tentando de tudo para ficarem com uma boa imagem no mercado? Existem dois motivos principais para isso: a tentativa de atrair bons profissionais e a possibilidade de colaboração com outras empresas.

Como discutido acima, muitas redes estão focadas em satisfazer os profissionais. Contudo, isso envolve não só aqueles que já estão na casa, mas também os que podem chegar. E para atrair os melhores funcionários, a corporação deve mostrar que é mais aberta a questões como o bem estar dos funcionários. E como o prazer de participar de festas em períodos de feriado de carnaval tem a ver com essa questão, a imagem da empresa é afetada.

No caso de colaboração com outras empresas, a lei do mercado exige que as empresas de sucesso colaborem com outras empresas de sucesso. Então, aquelas que foram vistas como mais interessantes pelo público, são as que recebem maior apoio. Normalmente, o público julga o sucesso de uma empresa por dois motivos:

  • A qualidade dos serviços e produtos;
  • A forma com que os profissionais falam sobre a rede em que trabalham.

Então, mais uma vez, o bem estar do funcionário pode afetar diretamente o rendimento da empresa e o seu papel no mercado.

Uma empresa que está alinhada com os colaboradores quanto a possibilidade de folga no feriado de carnaval, tem tudo para ter uma boa imagem.

Conclusão

Ter um bom emprego significa muito mais do que receber um bom salário, o bem estar também é importante. Portanto, um bom emprego é aquele que abre espaço para os colaboradores e escuta os seus pedidos de flexibilização do horário. Disponibilizar folgas no feriado de carnaval é uma ótima forma de estabelecer essa conexão com os funcionários. Por isso, apesar de não ser obrigatória, essa folga pode transformar a relação dos colaboradores com a rede.

Se você achou este conteúdo interessante, não deixe de conferir outras pautas no blog do Genyo. Clique aqui para acessar o site e saber mais sobre as tecnologias presentes no mundo corporativo.

Outros artigos relacionados

Inscreva-se na
Genyo News

Toda semana na sua caixa de e-mail. É grátis!

Compartilhe este artigo

A gestão inteligente que o seu RH e DP merecem

Este controle de ponto digital permite acompanhar remotamente as atividades, presenças e ausências dos funcionários internos e externos.

modal controle de ponto blog

Consentimento de Cookies

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando, você declara ciência dos: Termos de Uso, Políticas de Privacidade e Cookies.