06 jun 2022

Tudo o que você precisa saber sobre o organograma de uma empresa

organograma empresa

O organograma de uma empresa é uma ferramenta estratégica indispensável para uma empresa que deseja fazer uma gestão saudável. Afinal, trata-se da forma mais intuitiva e clean para documentar a estrutura organizacional da empresa.

Em suma, esse recurso esclarece e determina as hierarquias que impulsionam o funcionamento da empresa. Porém, não basta rascunhar uma estrutura e divulgar entre os colaboradores. Dessa forma, este artigo é um dossiê completo sobre a utilização do organograma na empresa. Se posso dar um spoiler, ao longo desta conversa você descobrirá:

  • O que é um organograma;
  • Como montar um organograma;
  • Os tipos de organograma para empresa;
  • Relação entre o organograma e o controle de ponto.

Viu só como esse assunto é imperdível? Então, agora é só você se ajeitar por aí e aproveitar a nossa conversa de hoje.

 

Organograma da empresa; o que é e para que serve

Também chamado “estrutura organizacional”, o organograma de uma empresa tem como principal atributo a função de estruturar os cargos de uma empresa. Nesse sentido, documenta-se neste recurso quais são as equipes imprescindíveis para o funcionamento pleno de uma organização.

Ademais, o organograma ajuda a compreender quem são os profissionais que devem integrar cada uma das equipes. Dessa forma, são listadas ali as funções e competências técnicas necessárias para fazer a empresa funcionar.

 

Como montar um organograma para uma empresa?

Essa pergunta é a chave para compreender o conteúdo deste artigo! Para elaborar um organograma empresarial eficiente, é preciso entender que ele deve conter as seguintes informações:

  • A estrutura de equipes necessária para o funcionamento da empresa;
  • Descrição do funcionamento de cada equipe;
  • As competências que cada colaborador deve ter para desempenhar sua função;
  • As responsabilidades e processos desenvolvidos em cada equipe;
  • Estrutura do plano de cargos e salários.

O conhecimento acerca desses dados viabiliza a compreensão dos objetivos, bem como ajuda na definição de metas de cada time. Consequentemente, o acompanhamento dos resultados fica mais eficiente, pois o organograma ajuda a mensurar o desempenho de cada área.

 

Quais são os componentes de um organograma?

Uma vez que o organograma é uma representação gráfica, é comum o erro de interpretação dos dados ali contidos. Para minimizar esses desentendimentos, é preciso entender que essa estrutura organizacional contém quatro componentes fundamentais:

  • Divisão horizontal do trabalho – linha que agrupa cargos ou áreas que possuem o mesmo nível hierárquico;
  • Linhas de comunicação – interligam cargos ou áreas da empresa. Sinalizam a existência de hierarquia direta entre esses departamentos;
  • Hierarquia – indica a divisão de cargos de uma equipe. Funciona de cima para baixo (do cargo mais alto para o menor), da esquerda para a direita e de dentro para fora;
  • Unidades de trabalho – são as caixinhas que descrevem cada cargo e função representada na estrutura organizacional. Geralmente apresenta o nome do funcionário, de um departamento ou de uma equipe.

Agora que você já está familiarizado com o esqueleto do organograma da empresa, chegou o momento de conferir as maneiras como esse recurso pode ser representado. Vamos lá?

 

Tipos de organograma para empresa

De maneira geral, as organizações popularizaram cinco tipos de organogramas. À sua maneira, cada um deles atende bem aos seus propósitos. A seguir, vamos conferir como esses modelos são estruturados.

1. Organograma vertical (ou clássico)

Eis o tipo de organograma mais tradicional nas empresas. Sua configuração apresenta caixas com o nome dos cargos distribuídas por grau de importância, do topo para a base. Ademais, mostra a hierarquia entre os cargos, bem como os fluxos de comunicação entre eles e a estrutura de cada setor.

2. Organograma horizontal

Seguindo a ideia da horizontalidade, o organograma horizontal reforça a ideia de trocar a questão da hierarquia pelo conceito de colaboração, bem como estabelece funções estratégicas e de liderança. Nesse sentido, à esquerda do gráfico nós temos os cargos de gestão, ao passo que à direita se encontram os operacionais.

3. Organograma radial (ou circular)

O organograma circular representa a interdisciplinaridade entre as equipes. Nesse caso, os líderes são apresentados ao centro da imagem e, os demais colaboradores, ao redor. Para não complicar a leitura do gráfico, recomenda-se a utilização de cores diferentes para cada cargo ou função.

4. Organograma Linear de Responsabilidade (OLR)

O OLR ilustra as atividades de cada setor e indica qual é o profissional responsável por cada uma delas. É utilizado para ilustrar as relações entre determinadas atividades, além de servir como ferramenta para organizar as tarefas de cada funcionário.

5. Organograma matricial

É recomendado para representar estruturas temporárias, sobretudo as que envolvem mais de um time ou departamento num projeto em específico.

Benefícios de se adotar um organograma da empresa

Conforme vimos nas linhas acima, são cinco os tipos de organogramas que podem ser utilizados na gestão empresarial. Cada um deles tem lá suas vantagens. Porém, aqui nesta etapa da nossa conversa, vamos elencar quais são os benefícios gerais que uma organização pode desfrutar, seja lá qual for o modelo adotado.

Para começar, o organograma é um recurso gráfico que propõe uma visão sistêmica mais clara. Nesse sentido, mostra os pontos de destaque da empresa, bem como as fragilidades que precisam ser resolvidas. Ademais, promove um maior engajamento entre os colaboradores dos mais variados times.

E as vantagens não param por aí, viu? Dá só uma olhadinha no combo de melhorias que o organograma pode trazer para a gestão de uma empresa:

  • Desburocratiza o ambiente; proporciona a informalidade necessária;
  • Proporciona a rápida compreensão do fluxo de trabalho;
  • Mostra a real proximidade entre as áreas;
  • Facilita a identificação das interações entre times e atividades;
  • Agiliza a gestão e o desenvolvimento de processos de capacitação.

Uma vez que simplifica o entendimento sobre a estrutura da empresa como um todo, o organograma padroniza os processos da empresa. Além disso, ajuda a simplificar a rotina corporativa, além de auxiliar a cultura da organização no trabalho de confecção de plano de carreira para seus colaboradores. Afinal, um organograma bem estruturado ajuda o colaborador a entender suas possibilidades de crescimento, ou seja, quais cargos pode almejar.

 

O organograma na empresa e o controle de ponto dos funcionários

O organograma é o recurso que ajuda a visualizar a relação entre os cargos ou os processos de uma empresa. Por sua vez, o controle de ponto é a ferramenta que viabiliza a gestão de jornada dos colaboradores.

E qual seria a relação entre ambos?

Na verdade, essas duas ferramentas são complementares. Afinal, a eficiência da gestão de pessoas só é possível quando se entende o funcionamento da estrutura organizacional da companhia. Nas empresas de médio/grande porte, se o gestor de RH desconhecer os cargos de cada departamento, o fechamento da folha de ponto será falho e desorganizado.

A boa notícia, para você que chegou até aqui, é que controle de ponto Genyo harmoniza a relação entre a gestão de jornada dos funcionários e o organograma da sua empresa.

Para começar, o Genyo possui a funcionalidade de segmentar os funcionários por setor, por cargo e por unidade de trabalho (filial ou centro de custo). Essa organização por departamento permite que o controle de ponto possa ser administrado por gerentes ou líderes de equipe. Dessa forma, o trabalho de calcular férias, horas extras, elaborar escalas e fechar a folha de ponto fica automatizado, suave e nada burocrático.

E os benefícios não param por aí. A plataforma também oferece métricas estratégicas e um sem-número de recursos que ajudam a empresa a evitar processos trabalhistas e eliminar gastos desnecessários com horas excedentes. Portanto, não perca mais tempo e leve para sua empresa essa tecnologia que é inteligente até no nome.

Seja o primeiro

Qual sua opinião sobre o assunto?

Seu email não será publicado ;)