17 mar 2018

Quais os Maiores Desafios do RH Atualmente?

Engana-se quem pensa que os principais desafios do RH estão relacionados apenas em fazer uma boa contratação para a empresa. O profissional de Recursos Humanos age como coringa quando o assunto é fazer uma boa gestão de pessoas. A harmonia entre os colaboradores, a sinergia das equipes e o aprimoramento pessoal também passam pelo setor de RH.

Você vai aprender “tim tim por tim tim” como se aplicam estas e muitas outras competências do profissional de RH. Tudo que você precisa saber para se tornar um gestor com excelência!

 

Neste artigo você vai aprender:

Como desenvolver competência de liderança no outro?

Melhorar a comunicação e a colaboração entre as gestões.

Como criar uma cultura colaborativa sustentável?

 

Como desenvolver competência de liderança no outro?

Esta é uma tarefa que pode ser fácil ou difícil, dependendo do perfil de quem ocupará a vaga de gestor. O primeiro desafio do RH é identificar se esta pessoa já possui consigo características de liderança como uma boa “escutatória”, frieza para trabalhar sobre pressão e com tarefas complexas, visão periférica e proativa em relação ao mercado, etc.

Se sim, excelente! O RH basicamente precisará se preocupar apenas com sua adaptação à empresa e a receptividade de seus liderados.

Por outro lado, se o futuro gestor não possui ao menos uma das características que citamos anteriormente, provavelmente você terá trabalho. Isso porque (vamos ser francos) é comum que gestores sejam nomeados pela diretoria por causa de seu QI (o tal “quem indica”). E é mais comum do que se imagina que o novo gestor tenha experiência em liderança, mas não na área de mercado que a empresa contratante atua. E esse processo de adaptação nem sempre acontece de modo harmonioso, tanto para ele, quanto para sua nova equipe.

 

O que fazer?

Lembra do tal período de experiência pelo qual o colaborador passa quando está entrando na empresa? Esta fase deveria ser obrigatória em todo lugar para se avaliar também os novos gestores. É durante esta etapa que o RH acompanha a rotina do novo líder e reúne dados sobre seu desempenho. Afinal, um cargo de liderança traz consigo muitas responsabilidades e também uma despesa diferenciada.

Mas como auxiliar o novo gestor e acompanhar seu desenvolvimento de liderança? Neste período de experiência, vale promover um encontro semanal no primeiro mês e um encontro quinzenal no segundo mês. Nessas pequenas reuniões de alinhamento (que não precisam passar de 30 minutos) você saberá dele quais são suas principais dificuldades para poder ajuda-lo na resolução. Afinal, este é um dos grandes desafios do RH. Já no último mês de experiência você pode deixa-lo um pouco mais à vontade para analisar suas habilidades gerenciais. Assim você demonstra confiança e permanece à sua disposição para ajuda-lo em qualquer desafio que ele possa se deparar.

Caso você sinta nele a ausência de qualquer competência de liderança, este é momento de tentar desenvolvê-la com alguns treinamentos. Vale reforçar que entrar para uma nova empresa traz desafios para qualquer pessoa e que dificuldades podem surgir. Portanto é necessário ter compreensão, entender quais são suas dificuldades e buscar junto a ele a solução dessas barreiras iniciais.

A comunicação é um fator super importante para se avaliar e melhorar a performance dos colaboradores. Vamos ver agora como usar a comunicação ao seu favor para otimizar a relação entre as equipes.

 

Melhorar a comunicação e a colaboração entre as gestões

Assim como você acompanhou a adaptação ou formação do novo gestor, essa cultura colaborativa deve ser disseminada pela empresa. Setores que conversam entre si têm mais chances de alcançar metas com menos esforço e mais chances de sucesso. A colaboração também é fundamental para se ter um bom relacionamento na empresa, concorda? A antipatia é inimiga do progresso e ninguém gere uma empresa sozinho.

 

Promova encontros informais

Vamos quebrar um pouco o estereótipo de que, quando falamos de “encontro”, a palavra que vem na cabeça seja “reunião”. Aqui queremos promover a relação interpessoal entre os colaboradores e podemos fazer isso com um simples happy hour, por exemplo. O famoso “jogar conversa fora” com os colegas de trabalho ajuda a quebrar o gelo da rotina agitada e, às vezes, cansativa. Startups sabem bem disso e com frequência promovem ações de interação entre os funcionários como reunir todos eles em um barzinho para conversar sobre qualquer coisa que não seja trabalho. Isso os fará desenvolver empatia e, consequentemente, melhorar a relação profissional.

 

Crie grupos de desenvolvimento colaborativo

Quando um membro da empresa tem expertise em determinado assunto, esta é uma excelente oportunidade para disseminar seu conhecimento entre os demais colaboradores. Suponhamos que um de seus gestores tenha amplo conhecimento em gestão de risco. Este certamente é um assunto super relevante para ser dividido com os demais gestores da empresa. Portanto promova esse tipo de encontro para que esse conhecimento seja difundido pelas demais lideranças. Isso não se limita aos gestores, mas também a todos os colaboradores que queiram dividir seu conhecimento com os outros. Sabemos que reunir os funcionários ao mesmo tempo para uma espécie de treinamento é uma tarefa pra lá de difícil, mas esse é um dos grandes desafios do RH.

 

Como criar uma cultura colaborativa sustentável?

Com certeza este é o maior de todos os desafios do RH de uma empresa. Quando falamos em cultura sustentável nos referimos a algo contínuo que remete ao futuro próximo de uma empresa. E trabalhar com metas de médio e longo prazo exige estratégia de todos que ocupam cargos de liderança. Por isso é tão importante disseminar a política de colaboração entre as equipes.

Portanto, se você chegou até aqui neste artigo, provavelmente já percebeu que para criar uma cultura colaborativa basta seguir os passos que você leu anteriormente.

 

Vamos fazer uma revisão de como superar os desafios do RH?

 

  1. Você é responsável pela gestão de pessoas da empresa. Então, dentre suas diversas tarefas importantes, é seu dever contratar profissional apto para atuar, tanto em cargo de liderança quando de analista, como também promover ações de aprimoramento profissional, por exemplo, em reuniões, cursos e congressos.
  2. Promover encontros informais entre os colaboradores é importante para eles se conhecerem melhor. Com um bom relacionamento interpessoal eles desenvolvem mais empatia, colaboração e companheirismo para as tarefas do dia a dia.
  3. Compartilhar o conhecimento entre eles é super legal para que aprendam uns com os outros. Se um funcionário é bom em finanças, o RH pode promover a “semana da economia pessoal”, por exemplo. Assim esse colaborador ensina aos demais como fazer a gestão do próprio dinheiro para alcançar um objetivo pessoal.

 

Agora que você já sabe quais são os desafios do RH e como se dar bem diante de todos eles quero te apresentar o Genyo. Um sistema web com aplicativo para celulares e tablets de controle de ponto eletrônico. Com ele sua empresa melhora sua gestão, o envolvimento com seus colaboradores e ainda economiza todos os meses.

Compartilhe este artigo com sua rede profissional e faça seu amigo melhorar também a gestão da empresa que ele trabalha!

2 Comentários
  1. Alan Marcos dia 03/04/2018 às 16:22 - Responder

    Muito interessante este artigo, aprendizado de grande valia para nós empreendedores que buscamos uma gestão de excelência.

    • admin dia 04/04/2018 às 03:29 - Responder

      Olá, Marcos! Agradecemos muito seu feedback em relação ao artigo. Desejamos muito sucesso e bons negócios!

Qual sua opinião sobre o assunto?

Seu email não será publicado ;)