11 out 2021

Liderança carismática: descubra o que é e se vale a pena utilizá-la

liderança carismatica 1

Impactante no nome, a liderança carismática é um dos 7 perfis de team leader mais populares no cenário corporativo. Mas, será que esse modelo de gestão é eficiente e eficaz como parece ser?

Convenhamos: em sua essência, a palavra carisma tende a ser associada a coisas boas. O senso comum, no entanto, costuma nos pregar peças. Por essas e outras, nada mais justo do que explicarmos, nos mínimos detalhes, os pontos que constituem a liderança carismática.

Ao longo desta conversa, você entenderá como funciona esse modelo de gestão, bem como os benefícios e malefícios do líder carismático. Por fim, este artigo te dará uma sólida base para fazer suas ponderações e, naturalmente, compreender se vale a pena investir nesse modelo de liderar.

Vem com a gente?

 

O que é uma liderança carismática?

Para respondermos a pergunta acima com mais precisão e assertividade, precisamos pensar no DNA da palavra “carisma”. Com origem no termo em latim Charisma, cujo significado é dom da natureza ou graça divina. Em suma, a pessoa carismática tem a habilidade de conquistar a atenção e a admiração de quem gravita em sua órbita.

Se há uma palavra-chave para entender a liderança carismática, nós só podemos pensar no termo “engajamento”. Nesse sentido, o líder engaja os colaboradores, bem como os inspira a aprimorar suas performances. Em suma, o gestor carismático é conhecido por se dedicar aos seus liderados, sempre auxiliando na lapidação de talentos e na correção das deficiências profissionais.

Outro ponto emblemático nessa liderança é a capacidade única de cativar os membros da equipe. Nesse sentido, o gestor inspira, transforma e fascina, sempre conduzindo os liderados a cumprirem seus objetivos com os níveis de motivação incrivelmente elevados.

Na liderança carismática, os resultados chegam com muita entrega, foco e dedicação. Em suma, o papel cativante do gestor é 100% indispensável para que cada membro da equipe ofereça respostas positivas, entregando o seu melhor.

 

Quais as características do líder carismático?

Ao pensar em nomes como o ativista Martin Luther King, Nelson Mandela e Gandhi, você teria uma noção do que é um líder carismático. Trazendo a ideia da liderança carismática para o século XXI, podemos lembrar o personagem Professor, da icônica série La Casa de Papel.

Leia também: O que a série La Casa de Papel ensina sobre sua gestão?

Porém como sempre há um algo mais que faz toda a diferença, vamos explanar um pouco mais sobre esse conceito. Abaixo, você confere as principais características que um gestor carismático precisa desenvolver.

 

Empatia – alicerce da liderança carismática

Em suma, empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro. Assim como a inteligência emocional, essa é uma habilidade essencial para uma liderança – sobretudo a carismática.

Muitos líderes, no entanto, deixam de ser empáticos e acabam cobrando desempenhos que eles mesmos não desenvolvem. Em outras palavras, exigem tarefas pouco exequíveis, estipulam metas quase inalcançáveis e se esquecem de considerar as dificuldades que seus liderados enfrentam no cotidiano.

 

Comunicação assertiva

A liderança carismática consegue desenvolver uma excelente comunicação interpessoal. Para o líder carismático, é fácil expor cenários, descrever problemas e demandar soluções. Além disso, esse gestor consegue distribuir ordens com bastante clareza, objetividade, humildade e humanidade.

Na gestão carismática, o líder está sempre à disposição para ouvir o que o outro tem a dizer, sempre com muito respeito e paciência. Ademais, se prontifica a ajudar e a prestar assistência aos liderados nas dificuldades que surgirem, sem nunca fazer juízo de valor.

 

Criação de laços de confiança

Como agem de forma humanizada, os líderes carismáticos rapidamente conquistam a confiança dos membros de sua equipe. A partir do momento em que a confiança é estabelecida, cria-se uma reciprocidade, já que o líder precisará contar com a responsabilidade e a dedicação de seus liderados.

Com essa confiança em via de mão dupla, ambas partes não medem esforços para que o trabalho seja desenvolvido da forma mais plena possível.

 

Motivação – a base da liderança carismática

Em sua natureza, esse tipo de líder é surrealmente automotivado a executar suas atividades, pois realmente acredita no poder de impacto e reverberação de seus atos. Como motivação unilateral não constrói coisas grandiosas, o gestor tem a habilidade de motivar todos ao seu redor.

Portanto, a liderança carismática é especialista em oferecer uma palavra amiga, bem como de incentivo, sobretudo quando se deparam com alguém desanimado ou pouco autoconfiante. Dessa forma, é criado um clima leve, animado e de muita cumplicidade.

 

Vantagens e desvantagens da liderança carismática

Convenhamos: até aqui, a liderança carismática parece ser um combo de excelentes qualidades. Porém, é nosso dever informar a você, caro gestor, que estamos diante de mais um caso de via dupla, ou seja, temos os prós e contras. Primeiramente, no entanto, vamos explanar sobre as desvantagens que acompanham o líder carismático.

  • carisma do gestor pode usurpar suas competências técnicas;
  • dificuldade em dar feedbacks negativos;
  • imagem amistosa líder pode deixar o profissionalismo em segundo plano;
  • o ambiente amistoso induz a imparcialidade em alguns julgamentos.

Se os contras que envolvem a gestão de um líder carismático te incentivam a refletir, chegou a hora de falarmos sobre o outro lado da moeda. Abaixo, você confere o que há de bom nesse tipo de gestão:

  • a comunicação transparente facilita a resolução de conflitos;
  • a fidelidade da equipe para com o gestor ;
  • os liderados se engajam mais com as cores da empresa;
  • bons resultados sem o líder assumir o papel de chefe autoritário.

E essa nossa conversa, conforme você pode presumir, ainda não chegou ao fim. Logo, continue por aqui, e absorva argumentos para fazer suas ponderações.

 

Conclusões sobre o líder carismático

O líder carismático é, antes de tudo, um ótimo ouvinte. Nesse sentido, ele sabe que seus liderados são as pessoas ideais para dizer quais são os problemas que enfrentam no dia a dia. Além disso, é melhor ouvir de cada membro da equipe quais são as suas expectativas e sugestões.

Como defende as cores da empatia, o gestor carismático entende a necessidade de lutar pelo bem-estar e pelas questões de interesse coletivo de seus liderados. Dessa forma, o trabalho passa a ser conduzido com harmonia, cooperação e foco.

Por fim, compreende-se que a prática eficiente da liderança carismática requer um cuidado especial para evitar-se a ruptura de limites. Nesse sentido, liderado e gestor precisam estar na mesma página e entenderem o que fazer para não confundir liberdade com libertinagem.

 

Mais conteúdo sobre liderança:

2 Comentários
  1. Júlia dia 14/10/2021 às 12:01 - Responder

    Enriquecedor, viu?! Amei o conteúdo!

    • admin dia 14/10/2021 às 12:05 - Responder

      Ei Júlia! Que bom que você amou nosso material! Desejo que tenha prosperidade com nossas dicas!

Qual sua opinião sobre o assunto?

Seu email não será publicado ;)