Como ser mais criativo no trabalho? Confira 5 dicas!
15 mar 2021

Como ser mais criativo no trabalho? Confira 5 dicas!

como ser criativo no trabalho

A criatividade é uma habilidade indispensável para profissionais de todas as áreas de atuação. Logo, “como ser mais criativo no trabalho” é uma pergunta que você deve se fazer diariamente. Afinal, toda empresa precisa de colaboradores que consigam enxergar o que quase ninguém vê.

Acima de tudo, precisamos esclarecer um ponto muito importante: o conceito de criatividade vai além de desenvolver ideias mirabolantes. Em outras palavras, a mente funcionalmente inventiva é aquela que consegue fazer conexões extraordinárias e encontrar soluções que sejam tão eficientes, quanto executáveis.

Se você deseja dar um start aí no seu lado criativo, este artigo é a sua leitura ideal para hoje. Ao término de nossa conversa, você terá dicas preciosas para ser uma pessoa cada vez mais criativa.

Vamos lá?

 

A importância de ter criatividade no trabalho

De acordo com o Fórum Econômico Mundial, a criatividade estará no top 10 das habilidades profissionais mais valorizadas por grandes corporações até 2022. Esse ranking foi divulgado na pesquisa Future Of Jobs, realizada em escala global.

Essa relevância toda se dá porque todas as profissões são emolduradas por situações que demandam forças criativas para serem contornadas. Logo, o profissional mais criativo é aquele que consegue analisar a situação com perspectivas diferentes do comum e, consequentemente, ser um ponto de exclamação em um oceano de reticências.

 

Como ser mais criativo no trabalho?

Em primeiro lugar, precisamos esclarecer que a desenvoltura criativa é um processo gradual. Logo, não há como acordar com a cabeça fervilhando de ideias. A boa notícia, no entanto, é que há vários passos que você pode seguir para ser criativo.

Nesse sentido, cá estamos para te apresentar 5 dicas bem práticas para você aumentar a criatividade no trabalho e, consequentemente, ser um profissional ainda mais produtivo e valorizado.

 

1. Estimule a criatividade

Quando estiver fora do trabalho, procure cultivar hábitos que estimulem a criatividade. Aproveite o seu intervalo interjornada para fazer atividades pouco comuns ao seu cotidiano, isto é, nesse meio tempo, procure “pensar fora da caixa”. Mas como fazer isso? A lógica é simples: pequenas mudanças, grandes resultados.

Procure experimentar ver filmes de gêneros que normalmente você não veria, bem como se permita conhecer trabalhos de artistas inéditos aos seus olhos e ouvidos. Se você tem um hobby, pratique-o! Caso não tenha, procure um em caráter de urgência! Leia bastante e invista no aprendizado de um novo idioma.

Seja como for, procure vivenciar situações que possam te fazer enxergar diferentes maneiras e propostas para lidar com questões. No final das contas, você e as demais pessoas ao seu redor sentirão os efeitos proporcionados pelos estímulos da criatividade.

 

2. Esteja aberto às novidades

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante/Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo“, cantou Raul Seixas. Em suma, o saudoso patriarca do rock and roll nacional manifestou sua preferência por abrir a mente para mudanças. Afinal, como disse o não menos poeta Belchior, “o novo sempre vem”. Cabe a você a escolha de viver ensimesmado, bem como desenvolver um pensamento pequeno ou retrógrado.

Dito isso, que tal fazer o exercício de “abrir a janela”? Esteja pronto para conhecer novas ferramentas de trabalho, por exemplo. Procure dar abertura para novas metodologias e novos processos. Reveja conceitos profissionais! Por fim, sempre busque maneiras de fazer com que as novidades possam naturalmente serem convertidas em impulsos criativos.

 

3. Se cobre menos

A autopressão não te ajudará a ser mais criativo no trabalho. Portanto, não se cobre a ponto de diariamente querer ser o profissional que mudará os rumos do seu campo de atuação. Em síntese, evite descartar ideias precipitadamente.

Se uma ideia aparentemente imatura brotar em sua mente, procure desenvolvê-la. Nesse sentido, converse com os colegas e faça pesquisas que possam te ajudar a amadurecê-la. Além disso, apresente-a para quem toma a decisão final sobre a implementação.

Importante: caso ouça “não”, mantenha a cabeça erguida e continue trabalhando em seus insights. Quanto mais vazão você der para sua criatividade, mais seu cérebro entende que pode continuar produzindo. Essa animação desperta a sensação de que está sendo mais criativo no trabalho e as ideias aparecem de forma espontânea.

 

4. Faça anotações

Esse é um hábito cultivado por profissionais que fazem da criatividade uma ferramenta de trabalho. Em outras palavras, saiba que publicitários, escritores, jornalistas e designers, por exemplo, andam com um caderninho a tiracolo. Aos olhos dos mais leigos, fazer anotações pode parecer um gesto trivial. A realidade, no entanto, é bem diferente.

Os melhores insights podem aparecer durante uma caminhada, ou no meio de uma conversa, ou quando estamos curtindo uma boa música. Entretanto, são imensas as chances de uma boa ideia se perder no universo. Logo, um bloquinho de notas, um caderninho ou até mesmo um aplicativo no smartphone tornam-se alternativas infalíveis para que possibilidades criativas não sejam esquecidas.

Cultive o costume de anotar frases que te chamem atenção, focos centrais de ideias e qualquer coisa que venha à mente e instigue o seu lado criativo. O mesmo hábito de passar as coisas para o papel, conforme você pode supor, vale para seus sonhos e projetos.

 

5. Entenda o problema antes de pensar na solução

Quando aparece um problema ou uma situação adversa, você é a pessoa que sai em busca de mil e uma soluções? Se a sua resposta for “sim”, saiba que está cometendo uma proatividade ineficiente. Para que perder tempo tentando resolver algo que você, de fato, ainda nem sabe o que é?

O primeiro passo é respirar, inspirar e não pirar. Em seguida, você terá o equilíbrio emocional para encarar o desafio de descobrir qual problema precisa realmente resolver. Evite gastar tempo e energia desenhando respostas inovadoras. Consequentemente, sua criatividade terá espaço para aflorar e encontrar soluções assertivas.

Se você chegou até aqui, certamente está com mais preparo para exercer seu lado criativo de forma correta. Agora, é contigo! Coloque essas dicas em prática e observe a evolução profissional acontecer. Desde já, a equipe do Controle de Ponto Digital Genyo te deseja todo sucesso possível!

Seja o primeiro

Qual sua opinião sobre o assunto?

Seu email não será publicado ;)